Menu
2020-03-17T06:42:09-03:00
Estadão Conteúdo
enfrentando a crise

França promete US$ 50 bilhões em ajuda para empresas afetadas por coronavírus

Governo planeja apresentar um projeto orçamentário revisado para este ano com a nova projeção do PIB

17 de março de 2020
6:42
Emmanuel Macron
Imagem: Shutterstock

A França prometeu liberar 45 bilhões de euros (US$ 50,2 bilhões) em ajuda imediata para empresas e funcionários prejudicados pelo novo coronavírus, que está desacelerando ou bloqueando grandes partes da economia global.

Em entrevista de rádio, o ministro de Finanças francês, Bruno Le Maire, disse nesta terça-feira que as primeiras projeções são de que a pandemia vai retirar 1% do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2020. O governo planeja apresentar um projeto orçamentário revisado para este ano com a nova projeção ainda hoje, disse o ministro.

"Há uma guerra contra o vírus. Há também uma guerra econômica e financeira. Esta guerra econômica será duradoura e violenta", declarou Le Maire.

O governo francês disse que a ajuda para o setor empresarial envolverá uma série de ferramentas, incluindo a expansão de um esquema de emprego parcial, pelo qual o Estado paga os salários dos funcionários que não são necessários durante a crise.

Le Maire também reiterou na entrevista que a França vai garantir 300 bilhões de euros em empréstimos bancários anuais para pequenas e médias empresas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Vai um desconto?

Três meses após IPO, Meliuz faz sua primeira aquisição com empresa de cupons de desconto

A Picodi.com agora faz parte do sistema da Meliuz e foi adquirida por R$ 120 milhões

Gás natural

Braskem fecha acordo com mexicana Pemex e retoma totalmente transporte de gás

A empresa estava operando parcialmente desde janeiro e, com a decisão, deve voltar normalmente às atividades

de novo

Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás

Reajustes, motivados pela alta dos preços no mercado internacional, foram o ponto que provocaram a demissão de Castello Branco da estatal

MERCADOS HOJE

Ibovespa opera em alta, mas cautela local limita avanço; dólar cai

O noticiário corporativo intenso também movimenta as negociações. Na ponta positiva Hapvida e Intermédica se destacam. Já o GPA recua mais de 70% após a estreia do Assí na bolsa

evolução

Indústrias de grandes economias registram aceleração em fevereiro

Manufatura da zona do euro se expande no ritmo mais forte em três anos, enquanto Japão tem primeira alta desde abril de 2019

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies