Menu
2020-05-08T18:20:21-03:00
Efeitos do covid-19

FecomercioSP estima prejuízo de R$ 44 bilhões com quarentena no Estado

A entidade também cobrou do governo outra prorrogação, a da suspensão do recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)

8 de maio de 2020
18:20
João Doria durante teleconferência com o Presidente Jair Bolsonaro e os governadores do Sudeste. Dia 23/03/2020
João Doria durante teleconferência com o Presidente Jair Bolsonaro e os governadores do Sudeste. Dia 23/03/2020 - Imagem: Governo do Estado de São Paulo

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) estimou em mais de R$ 44 bilhões as perdas no varejo paulista com a quarentena para conter a covid-19, já considerando a nova prorrogação das medidas de isolamento anunciada nesta sexta-feira, 8, pelo governador João Doria (PSDB), até 31 de maio. A estimativa da entidade trabalha com o retorno das atividades no dia 1º de junho.

Em nota, a FecomercioSP disse que "compreende" a necessidade de prorrogação da quarentena, mas cobrou do governo paulista maior detalhamento do projeto de retomada econômica - batizado como "Plano São Paulo" - da metodologia "que vem sendo utilizada para medir o deslocamento dos cidadãos durante a quarentena".

A instituição também pediu mais crédito aos empresários e argumentou que os R$ 650 milhões liberados pelo governo do Estado por meio do Banco do Povo e do Desenvolve SP não cobrem "sequer uma média diária do prejuízo no faturamento do comércio", estimada em R$ 659,7 milhões pela FecomercioSP.

A entidade também cobrou do governo outra prorrogação, a da suspensão do recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O governo já abriu mão do tributo durante a quarentena, mas a FecomercioSP defende que a medida seja renovada por seis meses "e ampliada a todos os tipos de empresa".

Comparado a 2019, o faturamento do varejo neste ano deve encolher em 11%, uma redução de R$ 83,4 bilhões, e a entidade espera que a recuperação da atividade após a pandemia seja lenta devido à queda na renda familiar e ao crescimento do endividamento.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Ministério atualiza dados

Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19

De 526.447 casos confirmados, 223.638 pacientes foram recuperados

6,8% dos recursos foram gastos

MPF investiga baixo investimento do governo Bolsonaro no combate ao coronavírus

O Ministério Público Federal determinou, nesta terça-feira, 2, a abertura de um inquérito civil público para apurar a baixa aplicação de dinheiro público, por parte do governo de Jair Bolsonaro, no combate à pandemia do novo coronavírus

A volta dos touros

Acabou a crise? 5 razões para a disparada da bolsa e a queda do dólar

O dólar à vista acumula queda de mais de 11% nas últimas 15 sessões, afastando-se de vez da faixa dos R$ 6,00 — na bolsa, o Ibovespa também teve alívio forte no período, retomando os 90 mil pontos

Atenção com contas públicas

Déficit fiscal poderá ser de 12% do PIB, diz Armínio Fraga

“Estritamente do ponto de vista fiscal, estamos trabalhando com uma margem de manobra muito apertada. Tenho comentado que a consequência disso vai ser um crescimento imenso das necessidades de financiamento do governo”, comentou Fraga ao participar de uma live promovida pelo BTG Pactual

seu dinheiro na sua noite

Velozes e furiosos, parte 91 mil

Eu não sou um grande fã de filmes de ação, e ainda menos da franquia Velozes e Furiosos. Assisti apenas ao primeiro longa da série, tentando imaginar como um roteiro tão desconectado da realidade foi parar nas telas – ainda que tenha seus momentos. Foi só alguns anos depois, durante uma discussão de bar (saudades das […]

ex-ministro da fazenda

Pedro Malan vê excesso de otimismo em órgãos internacionais para o pós-pandemia

O ex-ministro da Fazenda Pedro Malan disse nesta terça-feira, 2, que vê um excesso de otimismo nas previsões de organismos internacionais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI), e também de parte do mercado, de uma recuperação na forma de “V” após a pandemia do coronavírus

Procurador-geral da República

Alinhado a Bolsonaro, Aras diz que Forças Armadas podem atuar em caso de ruptura

A posição do procurador está alinhada à do presidente Jair Bolsonaro, que tem citado o artigo 142 da Constituição como uma saída para a crise do governo com o Supremo

Alívio inesperado?

Dólar despenca a R$ 5,20 e Ibovespa sobe forte: o que aconteceu com o mercado?

Enquanto o mundo passa por forte turbulência, os mercados estão mais calmos que nunca: o dólar teve a maior queda diária desde 2018 e o Ibovespa foi às máximas em quase três meses

Dados de associação

Comércio paulistano cai 67% nas vendas de maio

Mês é estratégico em razão do Dia das Mães

Presidente da Câmara

MP que estabelece crédito para folha de pagamento não pode ser votada, diz Maia

Editada no dia 3 de abril, a medida estabelece uma linha de crédito de R$ 34 bilhões para garantir o pagamento dos salários em empresas com receita anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões durante a pandemia do coronavírus

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements