Menu
2020-09-25T06:40:18-03:00
Agência Brasil
PANDEMIA NO PAÍS

Covid-19: Brasil tem 139 mil mortes e 4,65 milhões de casos acumulados

Nas últimas 24 horas, foram registrados 32.817 novos diagnósticos positivos para o novo coronavírus

25 de setembro de 2020
6:40
teste covid
Imagem: Shutterstok

O número de pessoas que se infectaram com o novo coronavírus desde o início da pandemia subiu para 4.657.702. Nas últimas 24 horas, foram registrados 32.817 novos diagnósticos positivos para covid-19. Até quarta-feira, a soma estava em 4.624.885.

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde no início da noite desta quinta-feira (24), na atualização diária publicada pela pasta.

Ainda conforme o boletim, o número acumulado de mortes em razão da pandemia chegou a 139.808. Entre quarta-feira (23) e quinta-feira (24), os novos óbitos registrados pelas secretarias estaduais de saúde totalizaram 831, mantendo a média abaixo dos 1.000 diários das últimas semanas. Na quarta-feira, o sistema do Ministério da Saúde contabilizava 138.977 vidas perdidas desde o início da pandemia.

As autoridades de saúde ainda investigam se 2.422 falecimentos ocorreram em decorrência da covid-19.

Ainda de acordo com a atualização, 494.105 pacientes estão em acompanhamento. O número de recuperados da covid-19 chega a 4.023.789. Isso representa 86,4% do total de infectados pelo novo coronavírus. 

São Paulo

Segundo balanço divulgado ontem (24) pela Secretaria Estadual de Saúde, o estado de São Paulo soma, desde o início da pandemia até agora, 958.240 casos confirmados do novo coronavírus, com 34.677 mortes. Só nas últimas horas, o estado somou 185 mortes e 6.267 novos casos.

Do total de casos diagnosticados, 821.045 pessoas já estão recuperadas da doença.

Há 9.310 pacientes internados em todo o estado em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, sendo 4.017 deles em estado grave. A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) do estado é de 46,7% no estado e de 45,8% na Grande São Paulo.

Outros estados

O Rio de Janeiro é o segundo estado com o maior número de mortes por covid-19, com 18.037 óbitos. Em seguida estão Ceará (8.882), Pernambuco (8.110) e Minas Gerais (6.983).

As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (635), Acre (653), Amapá (698), Tocantins (901) e Mato Grosso do Sul (1.217).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Empresa ligada à Vale

Justiça aprova pedido de Recuperação Judicial da Samarco

RJ não terá impacto nas atividades operacionais da mineradora, nem nas ações de reparação e compensação pela tragédia de Mariana

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies