Menu
2020-05-01T17:59:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Dados atualizados

Brasil tem 6,3 mil mortes por coronavírus; total de casos é de 91,5 mil

De acordo com Ministério da Saúde, 428 pessoas morreram nas últimas 24 horas e o país confirmou 6.209 mil novos casos

1 de maio de 2020
16:30 - atualizado às 17:59
coronavírus
Imagem: Shutterstock

O Brasil tem 6.329 mortes pelo novo coronavírus e 91.589 casos confirmados, segundo o Ministério da Saúde nesta sexta-feira (1). De acordo com dados oficiais, 428 pessoas morreram nas últimas 24 horas e o país confirmou 6.209 mil novos casos.

No dia anterior, o Brasil tinha 85.380 pessoas infectadas por covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus. Até então eram 5.901 mortes.

Ontem, o ministro da Saúde, Nelson Teich, defendeu as medidas de ampliação de isolamento social e admitiu que o Brasil pode registrar cerca de 1 mil mortes por dia. “É uma medida absolutamente natural diante do número de casos.”

São Paulo se mantém como o epicentro da pandemia no país, com 30.374 casos. O estado também concentra o maior número de falecimentos (2.511). Em seguida vem o Rio de Janeiro, com 10.166 casos e 921 óbitos.

Com 7.334 casos, Pernambuco aparece em terceiro no número de óbitos, com 603. O Ceará tem 7.879 casos e 505 mortes e o Amazonas registra 5.723 caos e 476 óbitos.

Também foram registradas mortes no Pará (235), Maranhão (204), Bahia (117), Espírito Santo (96), Paraná (89), Minas Gerais (88), Paraíba (67), Rio Grande do Sul (58), Rio Grande do Sul (56), Alagoas (53), Santa Catarina (48), Amapá (37), Distrito Federal (30), Goiás (29), Piauí (24), Acre (19), Rondônia (18), Sergipe (14), Mato Grosso (11), Mato Grosso do Sul (9), Roraima (8) e Tocantins (3).

*Com informações de Agência Brasil

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies