Menu
2020-05-10T17:12:35-03:00
CORONAVÍRUS

Com 50%, São Paulo tem menor taxa de isolamento para um sábado

Taxa vem caindo em todo o estado há cerca de 15 dias

10 de maio de 2020
17:12
49785506427_d2be0810b4_c
Governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante Coletiva de imprensa sobre Coronavírus Local: São Paulo\SP. Data: 17\04\2020 Foto: Governo do Estado de São Paulo -

O estado de São Paulo registrou ontem (9) a sua menor taxa de isolamento social para um sábado: 50%. Antes disso, a menor taxa para um sábado tinha sido registrada no dia 25 de abril, quando ela alcançou 52%. Na capital paulista, a taxa ontem também registrou apenas 50% de isolamento. Nos finais de semana, a taxa costumava subir.

Quando a quarentena teve início no estado de São Paulo, no dia 24 de março, a taxa nos finais de semana chegaram a atingir 59%, valor máximo que foi alcançado no estado desde que o isolamento teve início. Mas essa taxa vem caindo em todo o estado há cerca de 15 dias, ficando sempre abaixo de 50%, com exceção dos finais de semana.
 
O governo paulista considerava satisfatória uma taxa acima de 50% mas, com o avanço da doença pelo estado, o mínimo considerado satisfatório nos últimos dias passou a ser 55%. A taxa ideal é acima de 70%, o que ajudaria a diminuir a propagação da doença e impedir um colapso no sistema de saúde.
 
Na última sexta-feira (8), o governador de São Paulo, João Doria, anunciou a manutenção da quarentena no estado paulista até o dia 31 de maio. Segundo o governo paulista, a medida só começará a ser flexibilizada quando houver a redução sustentada dos números de novos casos de covid-19 por 14 dias e quando a manutenção da ocupação dos leitos de UTI estiver em patamar inferior a 60%.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

o pior já passou?

Depois do fundo do poço, venda de veículos novos sobe 11,6% em maio

Na comparação com maio do ano passado as vendas ainda despencam, com retração de 74,6%

em meio à pandemia

Governo busca destravar crédito a pequenas e médias empresas

Além de ampliar o escopo do financiamento de salários, cuja oferta de recursos ficou bem abaixo do esperado, avança na regulamentação da linha que terá garantia do fundo de aval do BNDES

EM MEIO À PANDEMIA

Bolsonaro paga recorde de emendas parlamentares

O montante efetivamente pago também foi o maior para um único mês ao longo dos últimos anos, R$ 4 bilhões.

EFEITO CORONAVÍRUS

Alta do dólar pressiona dívida e derruba lucro das empresas em 70% no trimestre

A disparada do dólar, que ganhou força a partir do fim do carnaval, foi suficiente para azedar o resultado das operações.

ENERGIA

Aneel autoriza postergação de entrega de obras de transmissão por 4 meses

O órgão regulador também suspendeu processos de autorização de obras não urgentes.

exile on wall strett

A festa junina que podemos ter

O que você observa do mercado hoje? Querendo ou não, gostando ou não, é um mercado leve, comprador, sem vendedor marginal, migrando para ativos de risco.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Alívio intenso

Ibovespa sobe aos 90 mil pontos e dólar cai a R$ 5,23 com menor aversão ao risco

O Ibovespa continua recuperando o terreno perdido, impulsionado pelo clima de menor aversão ao risco no mundo. No câmbio, o dólar à vista cai forte e chega às mínimas desde 17 de abril

no twitter

Grupo divulga dados pessoais que seriam de Bolsonaro, família e aliados

Um perfil publicou imagens que alega retratarem a lista de bens declarados pelo presidente, com valor idêntico à declaração apresentada ao TSE

INVESTIGAÇÃO POLÍTICA

‘Presidente esqueceu de combinar comigo’, diz Aras sobre suposto arquivamento

Cabe a Aras decidir se denuncia ou não Bolsonaro, o que poderia resultar no afastamento do presidente do cargo.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements