Menu
2020-06-16T19:38:56-03:00
Estadão Conteúdo
Tuíte crítico

Bolsonaro reclama da cobertura da mídia sobre revogação da cloroquina pelo FDA

Em tuíte, Bolsonaro dá a entender que a imprensa brasileira divulgou o fato como uma restrição ao uso dos medicamentos

16 de junho de 2020
19:38
(Brasília - DF, 20/03/2020) Coletiva de Imprensa do Presidente da República, Jair Bolsonaro e Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta
Imagem: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro tuitou nesta terça-feira uma crítica contra a cobertura da imprensa brasileira sobre a decisão da Food and Drug Administration, dos Estados Unidos (FDA, equivalente no Brasil à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa), de revogar a permissão de emergência sobre a cloroquina e a hidroxicloroquina para o tratamento de pacientes com covid-19.

No tuíte, Bolsonaro dá a entender que a imprensa brasileira divulgou o fato como uma restrição ao uso dos medicamentos.

"Ao contrário do que divulgou a mídia brasileira, a retirada do status de "uso emergencial hospitalar" pela FDA na verdade AMPLIA o tratamento com hidroxicloroquina nos EUA, permitindo o uso do medicamento, antes restrito, em qualquer ambiente, desde que receitado por um médico", escreveu o presidente da República no tuíte, que foi acompanhado do vídeo de uma entrevista na qual o secretário da Saúde do governo Donald Trump, Alex Azar, explica o procedimento.

A FDA revogou o uso restrito dos medicamentos contra a covid-19 por entender que hidroxicloroquina e a cloroquina são ineficazes para tratar a doença.

Com a revogação da diretriz, ambos os medicamentos passam a ser disponibilizado para o uso comum, como já acontecia antes da pandemia. A decisão da FDA ocorreu dias depois do governo Bolsonaro comemorar o recebimento de 2 milhões de doses de cloroquina vindas dos Estados Unidos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

SD PREMIUM

Segredos da Bolsa: Semana promete ser agitada com Copom, IBC-Br, Biden e mais…

A semana promete ser agitada, com importantes indicadores no radar e a “mudança de guarda” nos Estados Unidos

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies