Menu
2020-10-05T12:21:26-03:00
Estadão Conteúdo
Mercado no aguardo

Apresento o projeto (Renda Cidadã) quando estiver aprovado por Guedes, diz Bittar

Bittar esteve no Palácio da Alvorada para café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Guedes não participou desse encontro

5 de outubro de 2020
12:21
O ministro da Economia, Paulo Guedes, faz palestra de encerramento do Seminário de Abertura do Legislativo de 2020
O ministro da Economia, Paulo Guedes, faz palestra de encerramento do Seminário de Abertura do Legislativo de 2020 - Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil

O senador Márcio Bittar (MDB-AC) afirmou nesta segunda-feira, 5, que apresentará o relatório sobre a PEC emergencial, que terá a proposta para o Renda Cidadã, quando o texto estiver aprovado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Bittar entrou no final da manhã na sede da Economia para reunião com Guedes.

Mais cedo, Bittar esteve no Palácio da Alvorada para café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Guedes não participou desse encontro, que teve ainda a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Na entrada do ministério, Bittar afirmou apenas que a reunião com Bolsonaro e Maia "foi ótima".

Farpas

Guedes e Marinho trocaram farpas na última sexta-feira, 2, em discussões sobre a forma de financiar o Renda Cidadã. Conforme o Broadcast revelou, Marinho teria dito em um "call" fechado da Ativa Investimentos que é preciso viabilizar o programa, mesmo que para isso seja necessário flexibilizar o teto de gastos, regra constitucional que proíbe que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação. Fontes que participaram do encontro disseram à reportagem que ele afirmou ainda que o Renda Cidadã "sai por bem ou por mal".

Em resposta, Guedes afirmou que, caso as críticas de Marinho fossem verdadeiras, o chefe do Desenvolvimento Regional seria "despreparado, além de desleal e fura teto".

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

sessão tensa

Ibovespa afunda com bancos, exterior e fim de trégua política e perde 100 mil; dólar dispara

Declaração do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de que base do governo é que obstrui andamento de reformas pesa no sentimento do investidor. Juros sobem na véspera do Copom

Não agora

Havan protocola desistência de IPO junto à CVM

Notícia de que a varejista poderia adiar IPO já corria o mercado; Havan entrou com pedido de abertura de capital no fim de agosto

Atritos

Maia critica obstrução de base do governo e cobra interesse para votar reformas

Para o presidente da Câmara, o acordo firmado em fevereiro que garantiria a presidência da CMO ao deputado Elmar Nascimento (DEM-BA) é o válido.

Tesouro Nacional

Dívida Pública Federal sobe 2,59% e fecha setembro em R$ 4,526 tri

Em agosto, o estoque estava em R$ 4,412 trilhões.

Vai comprar?

BB Investimentos eleva preço-alvo da Unidas após resultados positivos no trimestre

A companhia teve um volume recorde na venda de carros e uma alta de 65,4% na receita líquida de seminovos, comparando com 2019.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies