Menu
2020-03-19T19:44:59-03:00
Estadão Conteúdo
MONTADORAS

Anfavea diz que todas as montadoras se preparam para parar produção

Antes do comunicado da Anfavea, algumas montadoras já haviam anunciado férias coletivas para os empregados

19 de março de 2020
19:44
fabrica-volkswagen
Volkswagen - Imagem: Volkswagen/Divulgação

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) informou nesta quinta-feira, 19, em nota, que todas as montadoras associadas têm analisado e se preparado para tomar medidas de paralisação das fábricas no Brasil, em função do agravamento da crise gerada pelo novo coronavírus. Cada caso tem sido discutido com os sindicatos de metalúrgicos de cada região.

Antes do comunicado da Anfavea, algumas montadoras já haviam anunciado férias coletivas para os empregados. São os casos de GM, Volkswagen, Mercedes-Benz, Caoa Chery e Ford.

As fábricas da GM terão férias coletivas a partir do dia 30, por duas semanas. A Volkswagen de São Bernardo do Campo também começa no mesmo dia, mas por um período de 10 dias. Todas as unidades da Mercedes-Benz também param a partir do dia 30 e voltam no dia 22 de abril.

As fábricas da Ford no Brasil vão suspender a produção a partir do dia 23 de março até o dia 13 de abril. A fábrica da Caoa Chery, localizada em Jacareí, no interior de São Paulo, vai reduzir gradualmente o ritmo de produção a partir do dia 23, com interrupção total a partir do dia 27 e retorno previsto depois de duas semanas.

Todas as empresas afirmam que podem prorrogar o prazo de férias coletivas, a depender da evolução da crise.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

efeito pandemia

Setor público tem déficit primário de R$ 64,559 bi em setembro, diz BC

Em função da pandemia, cujos efeitos econômicos se intensificaram em março, o governo federal e os governos regionais passaram a enfrentar um cenário de forte retração das receitas e aumento dos gastos públicos.

AINDA RUIM

Taxa de desemprego atinge 14,4% no trimestre até agosto, a maior desde 2012

País registrou 13,794 milhões de desempregados no período, aumento de 8,5%

VAREJO COMPETITIVO

Fast Shop aposta em conceito ‘luxo’ contra gigantes

Segundo presidente da empresa, expansão em 2020 deve ser de 15% a 20%, elevando a receita do negócio para próximo (ou além) de R$ 5 bilhões

Exile on Wall Street

Tempos modernos, vícios antigos

A indústria ainda tem muito a evoluir no sentido de democratizar produtos eficientes e boas práticas que permitam ao investidor comum internacionalizar sua carteira

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies