2020-08-18T12:00:50-03:00
Estadão Conteúdo
EM MEIO À PANDEMIA

380 mil empresas reduziram empregados; 70,8% delas cortaram até 25% do pessoal

A maioria das empresas em funcionamento, 80,7% delas, manteve o número de funcionários na primeira quinzena de julho em relação à quinzena anterior.

18 de agosto de 2020
12:00
desemprego coronavírus
Imagem: Shutterstock

Na primeira quinzena de julho, 380 mil empresas reduziram a quantidade de empregados em relação à primeira quinzena do mês, sendo que 70,8% delas diminuíram em até 25% o quadro de pessoal. Os dados são da Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas Empresas, que integram as Estatísticas Experimentais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

A maioria das empresas em funcionamento, 80,7% delas, o equivalente a 2,2 milhões de companhias, manteve o número de funcionários na primeira quinzena de julho em relação à quinzena anterior. Uma fatia de 13,5% indicaram demissões, e 5,3% aumentaram o número de empregados.

Na primeira quinzena de julho, 47,4% das empresas em funcionamento não tiveram alteração significativa na sua capacidade de fabricar produtos ou atender clientes, mas 41,2% relataram dificuldades, enquanto 11,3% registraram facilidades.

Quanto ao acesso aos fornecedores, 51,8% não perceberam alteração significativa, mas 38,6% tiveram dificuldades.

Cerca de 47,3% das empresas em funcionamento reportaram dificuldades em realizar pagamentos de rotina na primeira quinzena de julho, enquanto 46,3% consideraram que não houve alteração significativa.

Entre as ações adotadas para atenuar os efeitos da pandemia do novo coronavírus nos negócios, 86,7% das empresas em funcionamento declararam ter implementado ações de prevenção e manutenção de medidas extras de higiene.

Entre as empresas em funcionamento, 38,7% mantiveram funcionários em trabalho domiciliar (teletrabalho, trabalho remoto e trabalho à distância), e 22,4% anteciparam férias dos empregados.

Uma fatia de 32,0% das empresas declarou ter alterado o método de entrega de seus produtos ou serviços, enquanto 18,0% lançaram ou passaram a comercializar novos produtos ou serviços na primeira quinzena de julho.

Entre as companhias em atividade, 37,6% adiaram o pagamento de impostos e 12,8% conseguiram uma linha de crédito emergencial para o pagamento da folha salarial.

Na primeira quinzena de julho, 34,8% das empresas afirmaram que foram apoiadas pela autoridade governamental na adoção de medidas emergenciais contra a pandemia, contra uma fatia de 39,2% das companhias na quinzena anterior.

Essa percepção de apoio dos governos foi mais elevada entre as companhias que adiaram o pagamento de impostos (65,4% delas) e entre as que conseguiram linhas de crédito para o pagamento da folha salarial (80,6%).

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) cai hoje, mas projeções para mercado de criptomoedas permanecem otimistas, segundo analistas; Cardano (ADA) dispara mais de 8%

Qualquer gatilho neste momento pode desencadear uma alta de preços e um novo bull market das criptomoedas

EXILE ON WALL STREET

Você quer ser reconhecido ou quer ganhar dinheiro? Entenda por que estar na moda nem sempre significa lucrar

O objetivo do investidor não deveria ser estar na moda nem ser reconhecido em conversas pseudointeligentes, uma vez que os ciclos não necessariamente se repetem à frente

Insights para lucrar

VOTAÇÃO: Qual o investimento mais atrativo para o seu patrimônio em 2022?

Seu Dinheiro abre espaço de diálogo entre investidores para cada um saber o que o outro pensa sobre bolsa, criptomoedas, renda fixa e muito mais; vote

BRASILEIRO NÃO DESISTE NUNCA

Longe do fim: Aliansce Sonae (ALSO3) avisa que vai insistir na fusão com a brMalls (BRML3)

Negócio bilionário entre as gigantes rivais daria origem à maior administradora de shoppings da América Latina

TRÉGUA CLIMÁTICA

Depois da Usiminas, Vale anuncia retomada gradual das atividades após chuvas devastadoras em MG

Retorno parcial das operações coincide com trégua nos temporais que deixaram dezenas de mortos e milhares de desabrigados no Estado