Menu
Ruy Hungria
Sextou com o Ruy
Ruy Hungria
É formado em Física e especialista em bolsa e opções na Empiricus
Dados da Bolsa por TradingView
2020-09-04T08:22:47-03:00
Sextou com o Ruy

Pague pouco, e leve menos ainda: a diferença entre investir no IRB e na Amazon

Eu já perdi as contas de quantas pessoas eu vi quebrar a cara depois de comprar uma ação só porque ela tinha despencado 50%, 70%, ou mais

4 de setembro de 2020
6:03 - atualizado às 8:22
Ibovespa queda bolsa
Imagem: Shutterstock

O objetivo de qualquer investidor é comprar barato e vender caro. Ponto final. 

Até aqui, nenhuma novidade, né? Não é preciso ser nenhum Warren Buffett para chegar a essa conclusão. 

Mas como definir o que está barato?

Como encontrar um negócio que custa X hoje, mas que tem potencial para valer o dobro daqui a alguns meses?

"Vai subir porque já caiu muito"

Se é baseado no argumento acima que você está pensando em comprar a sua próxima barganha na bolsa, esqueça!

Você tem grande chances de se dar mal. 

Eu já perdi as contas de quantas pessoas eu vi quebrar a cara depois de comprar uma ação só porque ela tinha despencado 50%, 70%, ou mais. 

Aliás, neste 2020 tão atípico, o que não falta por aí são essas "promoções imperdíveis" na bolsa brasileira. Mas será que o fato de ter despencado é o suficiente para definir que o papel tem um amplo espaço para valorização?

80% de desconto?

Se 2020 foi ruim para muitas companhias, ele fez um verdadeiro estrago nas ações do IRB (IRBR3). 

Se não bastassem os impactos da pandemia nos resultados, a companhia ainda se viu envolvida em um esquema de manipulação de dados contábeis para inflar a sua rentabilidade de curto prazo.

Como você já deve ter visto, as ações derreteram e já acumulam cerca de 80% de desvalorização no ano. 

 Fonte: Google

Mas e aí? Será que agora ficou barato? 

O fundo do poço tem porão 

E se eu te disser que as ações do IRB ficaram ainda mais caras do que antes, você acredita?

Parece loucura, eu sei, mas foi exatamente isso o que aconteceu.

Com a saída dos antigos CEO e CFO, o caminho ficou aberto para a companhia "limpar" o balanço e dar a volta por cima, o que é ótima notícia.

Mas os ajustes não vão acontecer do dia para a noite. O prejuízo recorde de quase R$ 700 milhões apresentado na última sexta representa apenas o começo de um longo processo de ajustes de contratos que continuarão afetando os lucros e a rentabilidade por algum tempo.

Elaboração: Empiricus. Fonte: IRB.

As ações da companhia se desvalorizaram muito, mas a expectativa é de que os lucros recuem ainda mais nos próximos trimestres.

É por isso que, sob a ótica do múltiplo "preço/lucros", o papel está ainda mais caro do que antes.

Fonte: Bloomberg

É como se fosse uma promoção ao estilo "pague pouco, e leve menos ainda".

Se essa é a sua praia, vai fundo. Eu tô fora!

Nem tudo o que subiu está caro 

O mesmo raciocínio vale para o que subiu. Nem todas as ações que sobem estão "sobrevalorizadas".

A pandemia trouxe uma série de dificuldades, principalmente para as companhias que já estavam enfrentando problemas operacionais. 

Mas a mesma pandemia ajudou ainda mais algumas empresas que já estavam voando, o que ajudou a aumentar ainda mais a sua distância para as rivais. 

A Amazon é um exemplo claro disso. O lockdown não apenas forçou as vendas online, como fez a penetração das vendas no e-commerce aumentar em 8 semanas o que teria demorado pelo menos mais 10 anos.

Isso quer dizer que, apesar da pandemia ter representado um problemão para a maior parte dos setores, para a Amazon, as perspectivas de vendas só melhoraram. 

É verdade que o preço das ações da companhia subiu mais de 80% neste ano. 

Fonte: Google

Mas somente no segundo trimestre de 2020 (2T20) o lucro dobrou na comparação com o mesmo período do ano passado. Ou seja, os lucros estão crescendo a uma taxa ainda maior do que o preço das ações, sustentando a alta dos preços.

Elaboração: Empiricus. Fonte: Amazon

Separar o joio do trigo 

Será que a ação subiu porque fez jus, ou trata-se de uma bolha?

Será que o papel despencou porque mereceu ou será que a queda já foi longe demais?

Essa é a pergunta a se fazer na hora de decidir comprar uma ação, e não "comprar a que caiu mais" ou "vender a que mais subiu". 

Se precisar de ajuda para separar o joio do trigo na bolsa, deixo o convite para conhecer a série As Melhores Ações da Bolsa.

Por exemplo, lá você vai encontrar tanto uma companhia de varejo que se valorizou no ano depois de aproveitar a pandemia para aumentar ainda mais o seu poderio, como também uma operadora de shoppings que, depois de cair mais de 40% no ano, já se encontra com amplo espaço para recuperação com a retomada. 

Além dessas, o Max Bohm ainda separou mais 15 ações com grande potencial para você investir agora e surfar da melhor maneira a retomada da bolsa brasileira.

Um grande abraço e até a próxima!

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Reduza sua conta de luz

Quer instalar energia solar em casa para economizar? Descubra se é para você

Já vimos que a geração de energia solar em casa pode valer muito a pena; veja para quais perfis de consumidores e residências o sistema é indicado

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

GETT11 chega à bolsa com o pé direito, novo auxílio emergencial no horizonte e outros destaques do dia

Com as duas maiores economias do mundo frustrando as expectativas dos investidores e o futuro das contas públicas em um limbo, o Ibovespa não teve muito fôlego para escapar do vermelho e encerrou o dia em queda de 0,19%, aos 114.428 pontos. O Produto Interno Bruto (PIB) chinês, que cresceu 4,9% no terceiro trimestre, veio […]

Arrumando a mala

Locaweb (LWSA3) vai deixar a B3? Empresa estuda listagem nos Estados Unidos, afirma portal

Avaliada em R$ 13,5 bilhões, a empresa estreou na B3 em fevereiro do ano passado, mas pode estar prestes a abrir capital em outro país

FECHAMENTO DO DIA

Getnet (GETT11) e Lojas Americanas (LAME4) sobem forte, mas Ibovespa derrapa e dólar avança 1%

Dados econômicos na China e nos EUA decepcionaram os mercados, indicando desaceleração nas duas principais economias do mundo

Três vezes sem juros

CPFL Energia (CPFE3) parcela pagamento de R$ 1,7 bilhão em dividendos; primeira fatia cai na conta dos acionista ainda neste mês

O pagamento das primeiras duas prestações está marcado para os dias 22 de outubro e 16 de novembro, enquanto a terceira e última fatia cairá na conta dos acionistas até 31 de dezembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies