Menu
2020-04-09T08:19:12-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Véspera de feriado é marcada por otimismo com relação à crise do petróleo e covid-19

Opep+ se reúne virtualmente e expectativa é por um novo corte na produção, com resolução do impasse entre os países exportadores. No Brasil, o dia é marcado pela divulgação do IPCA de março

9 de abril de 2020
8:05 - atualizado às 8:19
ibovespa bolsas alta queda
Imagem: Shutterstock

A véspera do feriado chega com a expectativa de boas notícias.

Enquanto os mercados esperam que a desaceleração da doença, indique que estamos próximos do pico em muitos países, os dados de pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos deve trazer mais um aumento expressivo no número.

Na semana passada, a pesquisa trouxe um número recorde de pedidos - 6,6 milhões. O coronavírus já infectou mais de 1,4 milhão de pessoas mundialmente, com cerca de 87,5 mil mortos.

Na cola da recuperação vista ontem em Nova York, as bolsas asiáticas fecharam em alta. Na região, a Coreia do Sul decidiu manter a sua taxa de juros em 0,75% ao ano.

Batalha definida

O mercado americano se fortaleceu ontem após Bernie Sanders, pré-candidato democrata, desistir do pleito. Assim, a indicação democrata ficou com Joe Biden, ex-vice-presidente do governo Obama.

Biden é considerado mais moderado e agrada os investidores em Wall Street. Com o cenário das eleições definido - Donald Trump tentará a reeleição pelo lado republicano -, as bolsas americanas subiram em bloco, com altas superiores a 2,5%.

Hoje, os índices futuros das bolsas americanas sustentam altas significativas, também pautadas na expectativa por uma desaceleração da pandemia e dados econômicos mais positivps.

Na Europa o dia também começa no azul. O mercado do velho continente aguarda um anúncio de medidas conjuntas do Eurogrupo, formado por ministros de finanças dos países do bloco, após um dia de negociações frustradas.

Agora vai?

Atenção especial ao petróleo. A Opep+ realiza hoje uma teleconferência para debater o mercado e a expectativa do mercado é de que os países produtores cheguem a um acordo para um novo corte na produção.

Além de puxar as bolsas globais, o otimismo também acelera a recuperação da commodity no mercado futuro. Por volta das 7h45, o petróleo WTI para maio subia 6,78%, a US$ 26,73, enquanto o Brent para junho tinha alta de 4,14%, a US$ 34,20 o barril.

O movimento beneficia as petroleiras. Os American Depositary Receipt (ADRs) da Petrobras subiam cerca de 3%, na bolsa de Nova york no pré-mercado.

De carona

Com o resultado positivo lá fora, a bolsa brasileira engatou a terceira alta consecutiva ontem e avançou 2,97%, aos 78.624,62 pontos. O dólar também teve um dia de alívio e terminou cotado a R$ 5,1430, em baixa de 1,60%.

Só nessa semana o Ibovespa teve uma recuperação de 13,07%. Agora, a desvalorização da bolsa brasileira é de 32% no ano.

As varejistas foram destaque do pregão de ontem, motivadas pela liberação de novos recursos pelo governo.

Coronavírus no Brasil

No Brasil, a doença já matou mais de 800 pessoas e registrou mais de 15 mil infectados.

Ontem, em pronunciamento, o presidente Jair Bolsonaro jogou para os governadores a responsabilidade pelas medidas restritivas adotadas pelos Estados. Ainda na noite de ontem, o ministro do STF Alexandre de Moraes inviabilizou o governo federal de revogar decisões dos Estados e municípios.

Hoje o governo dá início ao pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 reais por três meses. A estimativa é de que pelo menos 27 milhões de pessoas já realizaram o pedido via app.

Ainda de olho nos impactos do coronavírus na economia, a Câmara deve votar hoje o plano de socorro aos Estados, em sessão virtual.

Agenda

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga hoje a inflação oficial de março, IPCA. O número pode impulsionar uma revisão nas apostas para a Selic.

Pedro Guimarães, presidente da Caixa, deve anunciar novas medidas de estímulo ao crédito imobiliário (10h)

Fique de olho

  • Petrobras cancelou pagamento de dividendos referente aos resultados de 2019
  • BTG Pactual anunciou programa de recompra de 15 milhões de ações.
  • Itaúsa cancelou as assembleias marcadas para acontecer no dia 24 de abril. A Vulcabras e Klabin também adiaram a realização do encontro.
  • Raia Drogasil fará pagamento de dividendos adicionais no valor de R$ 20 milhões
  • Taesa aprovou emissão de debêntures de R$ 450 milhões.
  • Guararapes aprovou emissão de notas promissórias de R$ 300 milhões pela Lojas Riachuelo.
  • Starbucks projeta uma queda de 50% no lucro por ação no 2º trimestre devido ao coronavírus.
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

seu dinheiro na sua noite

Despiorou

Acabou a crise? Nesta quarta-feira, os mercados mantiveram o otimismo dos últimos dias. As bolsas subiram aqui e lá fora, ao mesmo tempo em que o dólar assistiu a mais um dia de alívio, chegando perto dos R$ 5 novamente. Está até difícil entender de onde sai tanto apetite por risco, dado que a pandemia […]

ANÁLISE

Quarentena de pijama? Não, no mundo cripto tem muita coisa rolando

Nas próximas linhas, Helena Margarido vai mostrar a você um mercado que caminha na contramão de todo establishment e permanece com alta demanda em meio à crise atual: a revolução está somente começando.

Ninguém segura

A corrida dos touros: Ibovespa sobe pelo quarto dia e volta aos 93 mil pontos; dólar cai a R$ 5,09

O Ibovespa teve mais um dia de ganhos e chegou ao maior nível desde 6 de março, sustentado pelo otimismo global. O dólar à vista caiu forte, chegando a R$ 5,01 na mínima da sessão

tombo histórico

Abinee reporta queda de 30,3% na produção do setor eletroeletrônico em abril

Essa foi a maior queda verificada na série histórica iniciada no início de 2002, segundo o presidente da entidade, Humberto Barbato

Empresários de comércio e serviços

76% de 400 micro e pequenos empresários esperam queda de faturamento

A pesquisa ouviu empresários dos setores de comércio e serviços. Parcela de 26% dos entrevistados espera recuo de 31% a 50%, enquanto 22% têm expectativa de queda até 30%

Compartilhamento de serviços

Cade nega recurso da Claro e mantém aprovação de operação entre Tim e Telefônica

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) negou recurso apresentado pela Claro contra o aval do órgão a operação de compartilhamento de redes entre a TIM e a Telefônica Brasil

Ajuda financeira

Maia diz ter informação que socorro a Estados e municípios será pago até dia 9

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia afirmou que a primeira parcela do socorro a Estados e municípios deve ser entregue aos entes até a próxima terça-feira, 9

Em meio ao bom humor global

Tesouro capta US$ 3,5 bilhões no exterior com títulos de dívida de 5 e 10 anos

Mais cedo, o Tesouro informou que tinha concedido mandato para a emissão de dois novos papéis

Fundo Nacional de Aviação Civil

Ajuda aérea: setor de aviação terá acesso a empréstimos de fundo, diz relatório de MP

Uma das previsões de relatório da MP de ajuda ao setor aéreo foi liberar o uso dos recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) para empréstimos ao setor até 31 de dezembro de 2020

Efeito corona

Com prejuízo de R$ 19 bilhões, venda de dias dos namorados deve cair 33% na pandemia

O prejuízo calculado pode ultrapassar R$ 19 bilhões, mesmo com reabertura de parte das atividades em algumas regiões do Estado de SP, diz Fecomercio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements