Menu
2020-01-03T19:44:37-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
CONCLUSÃO DO PROCESSO

Natura conclui incorporação da Avon; ações disparam e ficam no topo das altas do Ibovespa

A conclusão do processo de incorporação é mais um passo na estratégia internacional da companhia brasileira, que comprou a australiana Aespo, em 2012, e a britância The Body Shop, quatro anos depois. Com a Avon, a companhia estará presente em diferentes nichos do mercado

3 de janeiro de 2020
15:21 - atualizado às 19:44
Fachada de uma loja da Natura
Imagem: Divulgação

A recém-criada holding Natura & Co (NTCO3) anunciou hoje (3) ao mercado a conclusão da incorporação da Avon Products Inc. A notícia animou os investidores. Os papéis da companhia encerram o pregão desta sexta-feira no topo das altas do Ibovespa no dia, com expansão de 6,97%, cotados em R$ 41,00.

Segundo o acordo anunciado pela empresa, a relação de troca dos papéis se dará da seguinte forma: 0,6 ação ordinária da Natura & Co por cada ação ordinária da Nectarine Merguer Sub I, subsidiária da Natura & Co que incorporou a Avon em uma reestruturação anunciada em outubro.

Por conta da aquisição, a Natura & Co confirmou também um aumento de capital no valor de R$ 10,3 bilhões (exatamente R$ 10.376.920.792,08). A empresa detalhou que o montante de R$ 3,4 bilhões (R$ 3.397.745.863,76) será destinado ao capital social e que os quase R$ 7 bilhões restantes (R$ 6.979.174.928,32) serão destinados à reserva de capital da Natura & Co.

Em maio de 2019, a Natura comprou a Avon, incorporando a companhia à Natura & Co. A americana foi avaliada em US$ 3,7 bilhões (R$ 15 bilhões) na transação - os negócios combinados valem cerca de US$ 11 bilhões (R$ 44,5 bilhões).

A conclusão do processo de incorporação é mais um passo na estratégia internacional da companhia brasileira, que comprou a australiana Aespo, em 2012, e a britância The Body Shop, quatro anos depois. Com a Avon, a companhia estará presente em diferentes nichos do mercado.

A expectativa do setor é de que a combinação dos negócios dê origem ao quarto maior grupo do setor de beleza no mundo.

Nova diretoria

Além de confirmar a aquisição, a companhia anunciou hoje (3) pela manhã a sua nova diretoria. Roberto Marques, presidente executivo do conselho de administração da Natura & Co desde 2017, será o principal executivo da companhia.

Marques ajudou a Natura em sua expansão global e capitaneou a aquisição da The Body Shop e da Avon.

Os negócios da Natura & Co estão organizados em quatro unidades operacionais, que compreendem as principais frentes e marcas da companhia: Natura & Co América Latina, Avon (fora da América Latina), The Body Shop e Aesop.

O novo CEO da América Latina será João Paulo Ferreira. Angela Cretu foi nomeada CEO da Avon e fica responsável pelas operações fora da AL. David Boynton e Mochael O'Keeffe continuam nos cargos que ocupavam, CEO da The Body Shop e CEO da Aesop, respectivamente.

A implementação da estrutura de administração ainda está sujeita à aprovações das alterações sobre o estatuto social da Natura & Co em assembleia realizada após a consumação da incorporação da Avon.

Negociação de ADRs

Ontem (2), a companhia informou que conseguiu as aprovações necessárias pela SEC, equivalente à CVM no Brasil, e da New York Stock Exchange (Nyse) para começar a negociar os American Depositary Shares (ADSs) no mercado de ações norte-americano.

O código usado nas transações será o NTCO. Na operação, cada ADS representará duas ações ON da Natura. A companhia espera que as negociações na Nyse comecem na próxima segunda-feira, 6.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Expectativa

Ibovespa abre em alta e dólar fica estável; mercados aguardam a decisão de juros nos EUA

Sem tirar o coronavírus do radar, o Ibovespa acompanha o exterior e opera em leve alta, aguardando o parecer do Federal Reserve em relação à taxa de juros nos EUA

no balanço

Santander Brasil tem lucro de R$ 14,5 bilhões em 2019, e aumenta a participação nos ganhos do grupo

Filial brasileira divulgou resultados do quarto trimestre; lucro chegou a R$ 3,7 bilhões, avançando 9,49%; retorno sobre patrimônio bate 21,3%

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

A elite financeira do país se reúne em um evento do banco Credit Suisse para discutir a economia. Um dos sócios de uma das gestoras mais renomadas do país disse que a maioria das ações do Ibovespa está cara. Nos mercados, as atenções se dividem entre o avanço do coronavírus e a decisão de hoje do Federal […]

auditoria da auditoria?

Bolsonaro vê ‘coisa esquisita’ no BNDES e Montezano deve se explicar nesta quarta

Banco gastou R$ 48 milhões em auditoria; atual presidente autorizou aditivo do contrato inicial

Esquenta dos mercados

Em compasso de espera por decisão do Federal Reserve, bolsas ensaiam mais um dia de recuperação

Coronavírus continua trazendo cautela aos mercados, mas as bolsas tentam engatar mais um dia de recuperação

pode não acontecer

Auditoria em contrato com a Odebrecht pode ser abortada

Após a auditoria do BNDES nas operações da JBS apontar inexistência de indícios de irregularidade e gastar R$ 48 milhões, avaliação é que “não faz mais sentido” gastar recursos

conflito internacional

Trump revela ‘plano de paz’ para Oriente Médio; palestinos são contrários ao projeto

Israel teria controle sobre a totalidade de Jerusalém como sua capital. O plano também propõe a criação de uma capital da Palestina na periferia a leste de Jerusalém

Vendas de iPhones aumentam e Apple supera estimativas no 4º trimestre

Vendas do produto somaram US$ 55,96 bilhões, ao passo que as estimativas eram de US$ 51,6 bilhões e o desempenho do quarto trimestre de 2018 havia sido de US$ 52 bilhões.

Bolsa

Sem Petrobras, Vale, bancos e frigoríficos, Ibovespa é índice mais caro do mundo, diz SPX

Small caps também são vistas com ressalvas por gestores de fundos, que falaram sobre as oportunidades que (ainda) veem na bolsa após a forte alta dos últimos anos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements