Menu
2020-11-27T10:24:46-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Tensão com vacina e otimismo com dados chineses se chocam; investidores locais monitoram IGP-M

O cenário de cautela e otimismo se chocam no exterior. De um lado, a China parece se recuperar do coronavírus, de outro, a pandemia ainda parece longe de um fim. Com feriado nos Estados Unidos, liquidez deve seguir baixa

27 de novembro de 2020
8:15 - atualizado às 10:24
vacina bolsa coronavírus
Imagem: Shutterstock

Depois da euforia das últimas semanas, o último pregão da semana promete ser de movimentos mais contidos, refletindo a baixa liquidez do mercado, já que Wall Street irá operar apenas por meio período. 

No exterior, temos um choque de cenários. De um lado o otimismo com os últimos números da economia chinesa e a expectativa por estímulos, de outro, a cautela com o noticiário corporativo na Europa, a preocupação com a segunda onda da pandemia e a dúvida sobre a eficácia da vacina da AstraZeneca.

Ao contrário do exterior, a agenda cheia no Brasil pode influenciar os negócios. Para hoje temos a divulgação do IGP-M, a 'inflação do aluguel', e a taxa de desemprego do terceiro trimestre. 

Sem emoção

Com as bolsas americanas fechadas por conta do feriado do Dia de Ação de Graças, o Ibovespa seguiu subindo, mas sem o fôlego visto nos últimos dias. 

Na sessão de ontem, o principal índice acionário da B3 apresentou leve alta de 0,09%, aos 110.230 pontos. Das 18 sessões que tivemos em novembro, 14 delas terminaram no azul. 

Com o baixa liquidez do mercado, devido ao feriado nos Estados Unidos, o dólar passou por um movimento de realização e terminou o dia com avanço de 0,3%, a R$ 5,3352. 

Mal-entendido

O clima de tensão entre o ministro da Economia Paulo Guedes e o Presidente do Banco Central, Roberto Campos Netos, não pegou bem entre os investidores. 

Ontem, as duas autoridades correram para tentar desfazer o 'mal-entendido'. Segundo informações, os dois conversaram por telefone. Em declaração ao Estadão, Guedes disse que "não existe eu no Ministério da Economia e o Campos Neto não estar no BC", enquanto RCN disse ao SBT que o assunto já está superado. 

Choque de cenários

Para o mercado está cada vez mais claro: a China foi o primeiro país a sofrer com as consequências do coronavírus, mas também o primeiro a sair. Segundo a divulgação que impulsionou a continuidade do rali na região durante a madrugada, o lucro das grandes empresas industriais da segunda maior economia do mundo acelerou 28,2% em outubro se comparado ao mês anterior. As bolsas asiáticas fecharam em alta. 

Outros fatores que dominaram o noticiário durante a semana também influenciaram o resultado. É o caso da expectativa de que uma vacina esteja disponível em breve ao público e de que governos e bancos centrais devem seguir atuando para minimizar os impactos da segunda onda do coronavírus na economia. 

No entanto, no Velho Continente, fatores locais limitam a alta das bolsas. A muito comentada fusão do Banco Sabadell com o BBVA, que poderia criar um dos maiores bancos da Europa, não irá mais acontecer, a AstraZeneca fará novos testes com a sua vacina contra a covid-19 — após admitir que houve erro na dosagem de parte dos voluntários na fase 3 —, as negociações entre União Europeia e o Reino Unido em torno do Brexit serão retomadas e o continente segue apresentando um número alarmante de novos infectados com o novo coronavírus. 

O bom humor asiático se choca com a tensão no continente, o que limita a alta das principais bolsas europeias, que operam em leve alta nesta manhã.

Nos Estados Unidos, as bolsas só irão abrir para meia sessão e fecham mais cedo, o que segue limitando a liquidez e fôlego dos negócios globais. Os índices futuros em Wall Street operam em alta moderada.  

Agenda

No Brasil, a semana chega ao fim com a inflação mais uma vez em primeiro plano. Nesta sexta-feira, a Fundação Getulio Vargas divulga o IGP-M de novembro (8h). O índice é conhecido como a 'inflação do aluguel' e é a referência para a atualização da grande maioria dos contratos de locação. 

Depois dos números do Caged de ontem mostrarem recuperação, hoje é a vez do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgar a taxa de desemprego do terceiro trimestre (9h). 

No exterior, o destaque fica com o índice do sentimento econômico e da confiança do consumidor na zona do euro de novembro (7h). 

Fique de olho

  • O Itaú aprovou a criação da Newco, empresa que deve centralizar a participação de 41,05% na XP Investimentos. O banco também anunciou o pagamento de juros sobre capital no valor de R$ 0,0639 por ação.
  • A Wiz criou um comitê para apurar as denúncias da Polícia Federal. A Caixa Seguridade, que tem participação indireta na companhia, informou que irá acompanhar o desenrolar das investigações.
  • O Grupo Fleury anunciou um programa de recompra de ações. Com duração de um ano, o programa pode adquirir até 1% das ações ON em circulação.
  • A Oi vendeu, em leilão, torres pelo valor de R$ 1,06 bilhão.
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Negócio fechado

Petrobras assina venda de sua fatia de 50% no campo terrestre de Rabo Branco

O campo teve produção média em 2020 de 131 barris de petróleo por dia (bpd).

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Fundo Verde e a tragédia grega do Brasil

Ao despertar a fúria de Zeus por ter entregue o fogo do Olimpo aos mortais, Prometeu foi acorrentado e punido: durante o dia, uma águia devorava seu fígado; durante a noite, o órgão se regenerava — um ciclo de tormento eterno. Tragédias gregas, infelizmente, costumam ser úteis ao falarmos sobre o Brasil. Reformas econômicas demandam […]

FECHAMENTO

Commodities amenizam a queda da bolsa, mas exterior negativo e nova crise em Brasília falam mais alto

As commodities mais uma vez tentaram salvar a bolsa brasileira de um dia no vermelho, mas o exterior negativo e a cautela em Brasília falaram mais alto

Presidente otimista

EUA devem ter retomada econômica mais rápida em quase 40 anos, diz Biden

Segundo o democrata, o foco de seu governo se manterá em criar empregos e combater a pandemia de covid-19

Gestão na crise

Brasil vive uma espécie trágica de dia da marmota, diz Verde Asset

Navegar os mercados locais vem sendo uma odisseia extremamente complexa e nada indica que vai melhorar, diz a gestora de Luis Stuhlberger

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies