Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-27T10:24:46-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Tensão com vacina e otimismo com dados chineses se chocam; investidores locais monitoram IGP-M

O cenário de cautela e otimismo se chocam no exterior. De um lado, a China parece se recuperar do coronavírus, de outro, a pandemia ainda parece longe de um fim. Com feriado nos Estados Unidos, liquidez deve seguir baixa

27 de novembro de 2020
8:15 - atualizado às 10:24
vacina bolsa coronavírus
Imagem: Shutterstock

Depois da euforia das últimas semanas, o último pregão da semana promete ser de movimentos mais contidos, refletindo a baixa liquidez do mercado, já que Wall Street irá operar apenas por meio período. 

No exterior, temos um choque de cenários. De um lado o otimismo com os últimos números da economia chinesa e a expectativa por estímulos, de outro, a cautela com o noticiário corporativo na Europa, a preocupação com a segunda onda da pandemia e a dúvida sobre a eficácia da vacina da AstraZeneca.

Ao contrário do exterior, a agenda cheia no Brasil pode influenciar os negócios. Para hoje temos a divulgação do IGP-M, a 'inflação do aluguel', e a taxa de desemprego do terceiro trimestre. 

Sem emoção

Com as bolsas americanas fechadas por conta do feriado do Dia de Ação de Graças, o Ibovespa seguiu subindo, mas sem o fôlego visto nos últimos dias. 

Na sessão de ontem, o principal índice acionário da B3 apresentou leve alta de 0,09%, aos 110.230 pontos. Das 18 sessões que tivemos em novembro, 14 delas terminaram no azul. 

Com o baixa liquidez do mercado, devido ao feriado nos Estados Unidos, o dólar passou por um movimento de realização e terminou o dia com avanço de 0,3%, a R$ 5,3352. 

Mal-entendido

O clima de tensão entre o ministro da Economia Paulo Guedes e o Presidente do Banco Central, Roberto Campos Netos, não pegou bem entre os investidores. 

Ontem, as duas autoridades correram para tentar desfazer o 'mal-entendido'. Segundo informações, os dois conversaram por telefone. Em declaração ao Estadão, Guedes disse que "não existe eu no Ministério da Economia e o Campos Neto não estar no BC", enquanto RCN disse ao SBT que o assunto já está superado. 

Choque de cenários

Para o mercado está cada vez mais claro: a China foi o primeiro país a sofrer com as consequências do coronavírus, mas também o primeiro a sair. Segundo a divulgação que impulsionou a continuidade do rali na região durante a madrugada, o lucro das grandes empresas industriais da segunda maior economia do mundo acelerou 28,2% em outubro se comparado ao mês anterior. As bolsas asiáticas fecharam em alta. 

Outros fatores que dominaram o noticiário durante a semana também influenciaram o resultado. É o caso da expectativa de que uma vacina esteja disponível em breve ao público e de que governos e bancos centrais devem seguir atuando para minimizar os impactos da segunda onda do coronavírus na economia. 

No entanto, no Velho Continente, fatores locais limitam a alta das bolsas. A muito comentada fusão do Banco Sabadell com o BBVA, que poderia criar um dos maiores bancos da Europa, não irá mais acontecer, a AstraZeneca fará novos testes com a sua vacina contra a covid-19 — após admitir que houve erro na dosagem de parte dos voluntários na fase 3 —, as negociações entre União Europeia e o Reino Unido em torno do Brexit serão retomadas e o continente segue apresentando um número alarmante de novos infectados com o novo coronavírus. 

O bom humor asiático se choca com a tensão no continente, o que limita a alta das principais bolsas europeias, que operam em leve alta nesta manhã.

Nos Estados Unidos, as bolsas só irão abrir para meia sessão e fecham mais cedo, o que segue limitando a liquidez e fôlego dos negócios globais. Os índices futuros em Wall Street operam em alta moderada.  

Agenda

No Brasil, a semana chega ao fim com a inflação mais uma vez em primeiro plano. Nesta sexta-feira, a Fundação Getulio Vargas divulga o IGP-M de novembro (8h). O índice é conhecido como a 'inflação do aluguel' e é a referência para a atualização da grande maioria dos contratos de locação. 

Depois dos números do Caged de ontem mostrarem recuperação, hoje é a vez do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgar a taxa de desemprego do terceiro trimestre (9h). 

No exterior, o destaque fica com o índice do sentimento econômico e da confiança do consumidor na zona do euro de novembro (7h). 

Fique de olho

  • O Itaú aprovou a criação da Newco, empresa que deve centralizar a participação de 41,05% na XP Investimentos. O banco também anunciou o pagamento de juros sobre capital no valor de R$ 0,0639 por ação.
  • A Wiz criou um comitê para apurar as denúncias da Polícia Federal. A Caixa Seguridade, que tem participação indireta na companhia, informou que irá acompanhar o desenrolar das investigações.
  • O Grupo Fleury anunciou um programa de recompra de ações. Com duração de um ano, o programa pode adquirir até 1% das ações ON em circulação.
  • A Oi vendeu, em leilão, torres pelo valor de R$ 1,06 bilhão.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Alta da Selic, bons números da Weg, IPO do Nubank e dividendos da Gerdau: veja o que marcou o mercado hoje

Há cerca de um mês, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou que a autoridade não mudaria o “plano de voo” a cada novo dado da economia brasileira. Mas, veja só, a realidade obrigou a instituição a recalcular a rota: há pouco, o Copom elevou a Selic em 1,50 ponto percentual, ao […]

Referência em SP

Na corrida do setor de saúde, Rede D’Or (RDOR3) garante fôlego com a compra do Hospital Santa Isabel

O ativo está avaliado em R$ 280 milhões. Porém, conforme explica a empresa, seu endividamento líquido será deduzido na conta final da transação

Ser conservador compensa

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 7,75%

Agora até a poupança ganha da inflação projetada. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom sobre a Selic

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado do Copom a respeito da Selic; a taxa básica de juros foi elevada ao patamar de 7,75% ao ano

CRYPTO NEWS

Sobrevivendo aos altos e baixos do bitcoin: veja sete ensinamentos para os ciclos de criptomoedas

Manter a saúde mental e financeira é um desafio para os investidores do mundo cripto, especialmente em meio ao bull market atual

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies