Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-04T19:01:32-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Perspectiva positiva

Ações da MRV e da Tenda têm altas firmes com visão mais otimista do J.P. Morgan

As ações da MRV e da Tenda fecharam em alta nesta terça-feira após o J.P Morgan elevar a recomendação para os papéis e mostrar otimismo em relação ao setor. Outras empresas do ramo, como Cyrela e Even, também tiveram um dia positivo na bolsa

4 de fevereiro de 2020
14:59 - atualizado às 19:01
Prédio em construção MRV Cyrela Tenda EZTec Even Direcional MRVE3
Imagem: Shutterstock

O J.P.Morgan enxerga um bom potencial para as ações do setor de construção. Em meio à estabilização da economia e ao aumento na oferta de financiamento imobiliário, o banco aumentou em cerca de 30% o preço-alvo de todos os papéis do segmento em seu universo de cobertura, mostrando-se particularmente animado com MRV e Tenda.

No caso da MRV, a recomendação para as ações passou de 'neutro' para 'overweight' (desempenho acima da média do mercado), com preço-alvo para o final de 2020 fixado em R$ 25,00. A Tenda, por sua vez, foi de 'underweight' (abaixo da média) para neutro, com preço-alvo em R$ 42,00.

Ambos os papéis reagiram de maneira expressiva à visão otimista do J.P. Morgan. As ações ON da MRV (MRVE3) subiram 2,77%, a R$ 21,15, e apareceram entre as principais altas do Ibovespa. Fora do índice, Tenda ON (TEND3) avançou 3,13%, a R$ 37,93.

Em relatório assinado pelos analistas Marcelo Motta, Adrian Huerta e Froylan Mendez , o J.P. Morgan diz ainda preferir o segmento de alta/média renda — representado por Cyrela, Even e EZTec —, mas que, nos últimos meses, as perspectivas para as construtoras de baixa renda melhorou.

"Estamos com uma visão mais construtiva que antes por casa do veto à redução dos subsídios [para o setor de baixa renda] em 2020, que foram mantidos em R$ 9 bilhões", dizem os analistas, ressaltando ainda a probabilidade de uma nova faixa do programa 'Minha Casa, Minha Vida' ser mais favorável às empresas.

Considerando esse panorama mais benigno, o J.P. Morgan mexeu em suas preferências para o setor de baixa renda, dando preferência à MRV em detrimento da Tenda e da Direcional — essa última foi rebaixada de 'overweight' para neutro.

As alterações, no entanto, têm como base o desempenho recente das ações: enquanto Direcional ON (DIRR3) avançou 43% desde novembro, os papéis ON da MRV subiram "apenas" 14% — e, considerando que o J.P. Morgan vê um potencial maior de crescimento para a MRV no curto prazo, os analistas optaram por mexer nas preferências.

Nesse cenário, as ações da Direcional fecharam em queda de 0,53%, a R$ 16,92.

Alta renda em foco

O J.P Morgan não mexeu nas recomendações para as ações das construtoras de média/alta renda: Even, Cyrela e EZTec continuam como 'overweight'. Todas, no entanto, tiveram os preços-alvos para 2020 aumentados.

"Em nossa visão, o setor [de média/alta renda] está bem encaminhado para mais um ano sólido", escrevem os analistas, citando o cenário macroeconômico mais positivo e a ausência de gargalos no médio prazo.

Essa postura otimista também deu forças às ações dessas empresas: Even ON (EVEN3) subiu 2,70%, a R$ 17,48, e Cyrela ON (CYRE3) avançou 1,23%, a R$ 32,85 — EZTec ON (EZTC3) destoou e caiu 0,51%, a R$ 54,45.

Veja abaixo um resumo com a postura do J.P. Morgan em relação às ações do setor de construção e o potencial de ganho para cada um dos papéis, considerando o preço-alvo fixado pelo banco:

Resumo das recomendações o J.P. Morgan para as ações da Even, Cyrela, EZTec, MRV, Direcional e Tenda
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Coluna do jojo

Bolsa hoje: A boa e velha Super Quarta está de volta

Conclusão da reunião do Fed nos EUA, decisão de política monetária no Brasil, desdobramento dos precatórios e mais; confira todos os destaques que movimenta os mercados

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: exterior mantém fôlego mesmo com ‘Super Quarta’ e bolsa brasileira deve ficar de olho em precatórios e reforma do Imposto de Renda

A divulgação da política monetária do BC americano deve movimentar os negócios, enquanto no cenário local, a autoridade brasileira pode elevar ainda mais a Selic

Portfólio integrado

Vitreo vai permitir importação de investimentos de fundos para aplicativo de consolidação da carteiras e Real Valor

A corretora será a primeira a disponibilizar a integração automática com o aplicativo de sincronização de ativos

NO ÚLTIMO MINUTO

Unidade da Evergrande promete pagar em dia juros devidos para amanhã

Anúncio proporciona alívio em meio a temores de calote, mas ações da incorporadora seguem em queda na bolsa de Hong Kong

AINDA SEM ACORDO COM REPUBLICANOS

Na Câmara, democratas aprovam suspensão de teto de dívida nos EUA

Projeto segue agora para o Senado; aprovação é fundamental para evitar o chamado fechamento do governo, mas impasse coloca medida em risco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies