Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-15T19:48:22-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Siga o mestre

Warren Buffett fez novas apostas na bolsa e vendeu parte de suas ações da Apple

Um frenesi toma conta dos mercados americanos nesta sexta-feira: o lendário Warren Buffett comprou ações de duas empresas — o que faz esses papéis dispararem hoje

15 de novembro de 2019
11:54 - atualizado às 19:48
Warren Buffett, investidor americano
Imagem: Shutterstock

O megainvestidor Warren Buffett, uma das grandes lendas do mercado financeiro, é conhecido por ter um olho clínico na hora de aplicar seus recursos. Em geral, ele gosta de carregar suas posições por longos períodos e, sempre que possível, realiza aquisições de grande porte, buscando pechinchas no mercado.

Só que, de uns tempos para cá, essa segunda parte da estratégia tem se mostrado cada vez mais difícil. O próprio Buffett afirmou, em uma carta aberta endereçada aos acionistas da Berkshire Hathaway — o conglomerado de investimentos que é administrado por ele —, que "os preços de negócios que possuem prospectos razoáveis no longo prazo estão estratosféricos".

Sendo assim, cabe a Warren Buffet e à Berkshire Hathaway buscar oportunidades de investimento na bolsa. Pois depois de alguns meses dormente, o 'oráculo de Omaha' voltou a se movimentar, comprando ações de duas empresas relativamente desconhecidas — e vendendo parte de sua participação em outras duas companhias.

Comecemos, então, pelas novas apostas. Num documento entregue ontem à Securities and Exchange Commission (SEC, órgão semelhante à CVM dos Estados Unidos), a Berkshire Hathaway revelou a compra de cerca de 1,2 milhões de ações da RH, uma fabricante de móveis de luxo.

Além disso, o conglomerado de investimentos comandado por Warren Buffett também passou a deter cerca de 7,5 milhões de ações da petroleira Occidental — a companhia possui operações nos Estados Unidos, no Oriente Médio, na América Latina e na África.

Dada a reputação do megainvestidor, as notícias provocaram um frenesi nas bolsas americanas e geraram uma corrida pelas ações das duas empresas. Os papéis da RH, por exemplo, dispararam 7,56%nesta sexta-feira (15), cotadas a US$ 188,47; os ativos da Occidental subiram 3,15%, a US$ 38,95.

Enxugando

Outras movimentações na carteira da Berkshire Hathaway também chamaram a atenção do mercado. Ao mesmo tempo em que comprou ações da RH e da Occidental, Warren Buffet vendeu fatias na Apple e no Wells Fargo.

No mesmo documento entregue à SEC, o conglomerado mostra que optou por se desfazer de quase 750 mil ações da Apple. Pode parecer muito, mas a empresa ainda detém cerca de 248 milhões de papéis da fabricante do iPhone — algo em torno de 5% do capital da empresa.

No caso do Wells Fargo, as vendas conduzidas por Warren Buffet foram mais volumosas: 31,4 milhões de ações, enxugando a posição da Berkshire no banco em 248 milhões de papéis — pouco menos de 10% do capital social da instituição financeira.

Essas movimentações não provocaram grandes alterações na carteira da Berkshire. Tanto a Apple quanto o Wells Fargo ainda estão na lista das queridinhas de Warren Buffet, permanecendo entre os maiores investimentos do conglomerado, junto com a American Express, a Coca-Cola e o Bank of America.

Linha de pensamento

"Nunca invista num negócio que você não consegue entender": essa é uma das frases mais célebres de Warren Buffett e que resume bem sua filosofia. O megainvestidor é conhecido por não aplicar, por exemplo, em companhias de tecnologia e com modelos de negócio muito complexos — a exceção é a Apple.

E as duas novas apostas de Buffet na bolsa fazem jus a essa linha de pensamento. Mantendo a tradição, o 'oráculo de Omaha' preferiu investir em companhias mais "tradicionais", digamos — tanto a RH, uma fabricante de móveis, quanto a Occidental, uma petroleira, possuem operações de fácil compreensão.

Ambas também estavam longe dos holofotes, outra marca registrada do megainvestidor, que sempre busca os tesouros escondidos do mercado financeiro.

Ou melhor, estavam: afinal, quando Warren Buffett indica a direção, o resto dos investidores vai atrás.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Bilionário X Bitcoin

“Eu realmente não ligo para o bitcoin (BTC)”, afirma CEO do JP Morgan, que vê potencial de crescimento de até dez vezes para o preço da criptomoeda

Em entrevista ao jornal Times of India, Jamie Dimon mostrou que segue com ceticismo em torno do mercado de criptomoedas

Federal reserve

Dirigente do Fed vê economia próxima de atingir nível para início de tapering

Evans disse a instituição irá concentrar esforços no sentido de gerar inflação sustentável que seja consistente com sua meta oficial

Exile on Wall Street

Felipe Miranda: uma recomendação simples e direta para comprar agora; confira

Às vezes, a gente conta história, se mete a falar de filosofia, apresenta uma teoria com o intuito de demonstrar um ponto. E, às vezes, não tem nada disso. Seguimos a via mais direta nesta segunda-feira. Se aparecer uma oportunidade simples e eficiente, você deve aproveitá-la sem tergiversar.  Difícil entender a preferência de algumas pessoas […]

Mercados Hoje

Recuperação do petróleo e do minério de ferro puxam Ibovespa para o campo positivo, mas NY limita os ganhos

A semana está recheada de números importantes para o mercado, mas a segunda-feira começa no vermelho para o Ibovespa

Bitcoin (BTC) hoje

O que mexe com o preço do bitcoin (BTC) hoje: criptomoedas se recuperam após susto com China e analista da Bloomberg ajusta expectativas para o mercado até o final do ano

Assim como ó gosto duvidoso em sequências de filmes, a história da China contra o bitcoin não anima mais os fãs

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies