Menu
2019-10-22T12:04:43-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

Os principais índices de ações do mundo: quais são os “Ibovespas” das bolsas gringas?

Você sabe quais são os índices de ações internacionais mais importantes de se ficar de olho?

1 de novembro de 2019
5:30 - atualizado às 12:04

Os mercados do mundo todo são fortemente interligados, então não é só quem investe no exterior que precisa manter um olho no que está acontecendo lá fora. Quem investe na bolsa brasileira, por exemplo, já pode ter um gostinho de como vão ser as negociações num dia antes mesmo de o mercado abrir. Basta dar uma olhada no desempenho das bolsas asiáticas ou para onde apontam os índices futuros de Nova York. Mas você sabe quais são as principais bolsas do mundo e os índices de ações gringos mais importantes? É disso que eu vou falar neste vídeo:

Leia a transcrição do vídeo sobre os índices de ações estrangeiros mais importantes

Os índices de ações são carteiras teóricas de ações que seguem determinados critérios. Eles servem como parâmetro de desempenho médio do mercado ou de um setor econômico e ajudam os investidores a saber se a sua carteira está se saindo bem ou mal em comparação à média.

O principal índice de ações da bolsa brasileira é o Ibovespa, do qual eu já falei nesse outro vídeo. Mas além dele, existem vários outros índices baseados em diferentes critérios, como valor de mercado das empresas, pagamento de dividendos, setores, governança corporativa e sustentabilidade. Eu também já falei deles aqui.

Mas o Brasil não é uma ilha, então é interessante, mesmo para o investidor local, manter sempre um olho lá fora, nos principais índices das bolsas mais importantes do mundo.

E quais são os "Ibovespas" gringos? Bem, sem dúvida a gente precisa começar pela maior bolsa do mundo, a Bolsa de Nova York. O desempenho do seu principal índice, o S&P 500, tem forte influência no sobe e desce do Ibovespa por aqui. O S&P é composto pelas 500 empresas abertas mais importantes dos Estados Unidos.

Outro índice que a gente costuma olhar nas bolsas americanas é o Dow Jones, cujo nome completo é Dow Jones Industrial Average. Ele reúne ações de 30 grandes companhias abertas americanas negociadas tanto na NYSE, a bolsa de Nova York, quanto na Nasdaq, a bolsa onde se concentram as ações de empresas de tecnologia.

A própria Nasdaq tem um índice que contempla quase todas as ações listadas ali, mesmo que não tenham sede nos Estados Unidos: o Nasdaq Composite.

Na Europa, os principais índices de ações nacionais são o FTSE 100, composto pelas cem maiores empresas listadas na Bolsa de Londres, sejam elas britânicas ou não; o CAC-40, que reúne as 40 maiores empresas negociadas na Bolsa de Paris; e o DAX, composto pelas 30 maiores empresas negociadas na Bolsa de Frankfurt, na Alemanha.

Na Ásia, vale a pena ficar de olho no índice Nikkei, composto pelas 225 empresas mais importantes da bolsa de Tóquio, e nos índices chineses SSE Composite, da bolsa de Xangai, e Shenzhen Component, da bolsa de Shenzhen. Destaque também para o Hang Seng, principal índice da bolsa de Hong Kong, e para o Sensex, da bolsa de Mumbai, na Índia.

Além dos índices nacionais, pode valer a pena acompanhar índices regionais ou temáticos. Os índices MSCI, calculados pela Morgan Stanley Capital International, são muito utilizados como referência pra fundos de investimento ao redor do mundo.

Os mais populares são justamente aqueles que incluem ações importantes de países emergentes (MSCI Emerging Markets) e de países desenvolvidos (MSCI World e MSCI EAFE).

Outro índice regional importante é Euro Stoxx 50, que reúne as 50 principais ações da zona do euro.

Gostou do vídeo? Então não se esquece de se inscrever no canal do Seu Dinheiro no YouTube e clicar no sininho para receber as notificações. E pode deixar dúvidas e sugestões para outros vídeos no campo dos comentários.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

dados da anp

403 estão contaminados pelo coronavírus em unidades de produção de petróleo

ANP reiterou o registro de uma morte de funcionário de uma embarcação de apoio à produção que desembarcou no dia 24 de abril

crise política

PF quer ouvir Bolsonaro no inquérito sobre interferências na corporação

Como presidente, Bolsonaro pode optar pelo depoimento por escrito

situação crítica

Acordo fixa prazo de 20 dias para análise de pedidos de auxílio de R$ 600

Em redes sociais, usuários chegam a relatar espera superior a 40 dias para receber uma resposta da solicitação

conflito entre poderes

Maia diz que Bolsonaro ‘desorganiza e gera insegurança’

Na última quinta-feira, 28, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), se reuniu com Bolsonaro para pedir a pacificação entre os Poderes. Maia decidiu não acompanhar o colega na visita

sem reabertura agora

Prefeitura de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho

De acordo com Covas, não haverá nenhum tipo de mudança na autorização de funcionamento dos setores que atualmente estão proibidos de abrir à população.

diante da crise

Abrindo a economia agora, vamos ter de fechar de novo, diz ex-presidente do BC

Affonso Celso Pastore disse que vê como prematura a reabertura antes do início do achatamento da curva de mortes pela Covid-19; estados anunciaram nos últimos dias a flexibilização

histórico

SpaceX, do bilionário Elon Musk, lança astronautas da Nasa pela primeira vez; veja vídeo

Neste sábado, às 16h22 (pelo horário de Brasília), foguete da empresa decolou, marcando mais um avanço do setor privado sobre a exploração espacial

efeito coronavírus

Latam tem prejuízo de US$ 2,1 bilhões no primeiro trimestre

Segundo explica a companhia em suas demonstrações financeiras, o principal fator responsável pelo resultado final foi um ajuste contábil (impairment) de US$ 1,729 bilhão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements