A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-04-03T10:39:32-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Maquininhas de cartão

Stone capta US$ 790 milhões em nova oferta de ações na Nasdaq

O preço por ação foi definido em US$ 40,50 na oferta, realizada menos de seis meses depois da abertura de capital da Stone na Nasdaq

3 de abril de 2019
9:39 - atualizado às 10:39
Montagem da maquininha Stone em cima de uma mesa com ambiente ao fundo desfocado
Stone: o preço por ação na oferta da empresa foi definido em US$ 40,50 - Imagem: Montagem Andrei Morais/Divulgação

A nova oferta de ações realizada pela empresa de maquininhas de cartão Stone na bolsa americana Nasdaq movimentou US$ 790 milhões (aproximadamente R$ 3 bilhões, nas cotações atuais). No total, a operação ainda pode bater nos US$ 908 milhões se houver a venda de um lote adicional que pode ocorrer nos próximos 30 dias.

O preço por ação na oferta da Stone foi definido em US$ 40,50, bem próximo dos US$ 41,29 de quando a operação foi anunciada, no início da semana. Um sinal de que o mercado já esperava por esse movimento.

A nova oferta da Stone aconteceu menos de seis meses depois da abertura de capital da empresa, na mesma linha do que fez a concorrente PagSeguro.

A emissão foi 100% secundária. Isso significa que não foram emitidas novas ações e que os recursos não vão para a Stone, mas para os acionistas que colocaram seus papéis à venda.

Atenção da gringa

Desde a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), em outubro passado, as ações da Stone subiram quase 70%. A operação chamou a atenção por atrair investidores do quilate do bilionário americano Warren Buffet e chinesa Ant Financial, do chinês Jack Ma, fundador do site de comércio eletrônico Alibaba.

Entre os acionistas que aproveitaram a nova oferta para colocar no bolso parte dos ganhos estão André Street e Eduardo Pontes, fundadores da Stone. Mas os dois manterão o controle graças à estrutura de capital que concede a eles ações com "superpoderes" na companhia.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Prévia do PIB vem melhor do que o esperado, mas exterior pesa e Ibovespa futuro recua mais de 1%; dólar sobe para R$ 5,11

15 de agosto de 2022 - 9:07

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais amanheceram em queda, de olho nos fracos dados da China, divulgados na madrugada no Brasil. Os índices permanecem na defensiva antes da publicação da ata da mais recente reunião do Federal Reserve. Por aqui, o Ibovespa acompanha as disputas políticas antes do início da campanha eleitoral oficial e a […]

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucro de mais de 7% em swing trade com a Lopes Brasil (LPSB3); confira a recomendação

15 de agosto de 2022 - 8:28

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Lopes Brasil (LPSB3). Veja os detalhes

O melhor do Seu Dinheiro

Fim de safra na bolsa: Saiba o que esperar dos mercados globais nesta segunda-feira

15 de agosto de 2022 - 8:10

Acredita-se que os últimos balanços da temporada movimentem o pregão de hoje e provoquem alguma onda amanhã. Mas e depois?

SEGREDOS DA BOLSA

Esquenta dos mercados: Ata do Fed dá o tom da semana para bolsas internacionais; Ibovespa aguarda números da prévia do PIB

15 de agosto de 2022 - 7:39

O índice local entra na reta final da temporada de balanços, que vem animando a bolsa brasileira nas últimas semanas

PRÉVIA DE RESULTADOS

O roxo deve seguir no vermelho, e com inadimplência em alta. Saiba o que esperar dos resultados do Nubank no segundo trimestre

15 de agosto de 2022 - 5:21

Depois de ter mostrado uma deterioração relevante da inadimplência nos primeiros três meses de 2022, a expectativa é que o Nubank continue na mesma toada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies