Menu
2019-08-01T10:52:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ampliando a atuação

Após aporte do SoftBank, Creditas adquire startup de crédito consignado

Compra da Creditoo permitirá que companhia amplie seu público, atendendo quem busca valores menores

1 de agosto de 2019
10:50 - atualizado às 10:52
sergio-furio
Sergio Furio é CEO da Creditas, que acaba de receber um aporte do Softbank - Imagem: Divulgação

A fintech brasileira Creditas anunciou nesta quinta-feira, 1, a aquisição da Creditoo, startup que faz crédito consignado para funcionários de empresas privadas.

A negociação faz parte do plano antecipado pela empresa ao receber o aporte de US$ 231 milhões, liderada pelo grupo japonês SoftBank. Segundo o presidente executivo da Creditas, o crédito consignado é um produto que a companhia queria oferecer há "pelo menos" três anos.

De acordo com o executivo, a aquisição só foi possível por causa da afinidade da Creditas com a Creditoo, que foi fundada em 2016 e recebeu um investimento-anjo do próprio Furio, como pessoa física. “Agora, poderemos mesclar a plataforma deles com nossos dados e recursos de marketing", disse.

Valores menores

A nova oferta, segundo a Creditas, permitirá que companhia amplie seu público, atendendo quem busca valores menores de crédito. “Era muito difícil oferecer operações na casa de R$ 3 mil em um empréstimo com garantias”, afirma Furio. “Agora, é possível.”

Hoje, o mercado de crédito consignado é bastante popular entre funcionários públicos, aposentados e pensionistas, mas avança pouco entre empresas privadas, uma vez que quem concede o crédito precisa ter parceria com o empregador para fazer a cobrança.

A Creditoo tem cerca de mil empresas parceiras, que somam cerca de 100 mil funcionários, embora nem todos eles tenham captado empréstimos com a startup. A meta de Furio é multiplicar esse número por cerca de dez vezes ao longo do próximo ano.

Nos próximos meses, o plano é dobrar o time da empresa, chegando a 120 pessoas. Já a Creditas, por sua vez, deve saltar de 500 funcionários para 1 mil.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo e Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

pandemia

Governo vai comprar vacina desenvolvida na China, diz Mourão

Vice-presidente disse que polêmica em torno da vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan é “briga política” com Doria

DESTAQUE DO DIA

Suzano se descola do Ibovespa e sobe mais de 1% após resultados do 3º trimestre

Analistas destacam que Ebitda superou estimativas e elogiam fluxo de caixa livre e desalavancagem

sob pressão

Inflação e redução do auxílio emergencial já derrubam vendas nos supermercados

Em outubro, a prévia da inflação, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor-15 (IPCA-15) atingiu 0,94%. O resultado é mais que o dobro da inflação registrada em setembro e a maior alta para o mês em 25 anos

efeito pandemia

Setor público tem déficit primário de R$ 64,559 bi em setembro, diz BC

Em função da pandemia, cujos efeitos econômicos se intensificaram em março, o governo federal e os governos regionais passaram a enfrentar um cenário de forte retração das receitas e aumento dos gastos públicos.

AINDA RUIM

Taxa de desemprego atinge 14,4% no trimestre até agosto, a maior desde 2012

País registrou 13,794 milhões de desempregados no período, aumento de 8,5%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies