Menu
2019-07-02T18:55:57-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Sem graça

Parece a Escolinha do professor Raimundo, diz presidente da CCJ na audiência de Moro

Ministro da Justiça, Sergio Moro, está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados

2 de julho de 2019
16:03 - atualizado às 18:55
Sergio Moro
O ministro da Justiça, Sergio Moro, e o presidente da CCJ da Câmara, Felipe Francischini - Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, deputado Felipe Francischini (PSL-PR), passou um pito nos colegas deputados que estavam aos berros discutindo na sessão que ouve o ministro da Justiça, Sergio Moro. “Controlem-se! Parece a Escolinha do professor Raimundo isso daqui”, disse.

Francischini já ameaçou encerrar a sessão mais de uma vez conforme os deputados da oposição e governistas discutem. Em outro momento, Francischini acabou usando o bordão do professor Raimundo: “e o salário oh”, depois de tentar apartar mais uma discussão entre os deputados.

Até o momento, Moro mantém a mesma postura e a mesma linha de respostas que adotou quando esteve na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, em 19 de junho, para falar sobre o caso envolvendo o vazamento de conversas suas, quando juiz, com procuradores da Operação Lava Jato.

O ministro reafirma que não tem como atestar a veracidades das mensagens, que teriam sido obtidas de forma criminosa de seu aparelho celular. Para Moro, o objetivo da divulgação é anular condenações feitas no âmbito da Lava-Jato.

O ministro está desde às 14h16 na comissão. Mais de 100 deputados estavam inscritos para falar. As discussões entre oposição e governistas são constantes e Moro mantém a linha de dizer não atuou com parcialidade e não infringiu nenhuma lei enquanto era juiz.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

INVESTIMENTOS

ETF de criptomoedas: conheça o HASH11, a oportunidade de comprar bitcoin e outras 5 criptos na bolsa com um clique

Com esse fundo, é possível ter exposição a criptoativos de maneira simples, segura e regulada. Em entrevista ao podcast RadioCash, executivos da gestora brasileira Hashdex explicam quais os riscos e oportunidades do ETF e desse criptomercado, confira:

Na CCJ da Câmara

Reforma administrativa é bastante moderada e foi fruto de muita conversa, diz Guedes

Depois de muito tempo engavetada, a proposta de reforma administrativa foi enviada ao Congresso no começo de setembro do ano passado e não tem impacto na estabilidade e nos salários dos atuais funcionários públicos

Resultados do trimestre

A guerra dos bancões: qual deles performou melhor?

Comentar resultados de bancos nunca foi tarefa fácil. Seus grandes números exigem uma análise que contemple tudo o que foi divulgado para um resultado verossímil, considerando ainda seu tamanho e receita. Analisar um ano de valores de uma instituição financeira de maneira que eles façam sentido para o mercado exige profundidade. Por isso, hoje a […]

Exile on Wall Street

5 pontos para entender e superar a economia americana na era Biden

Não sei bem a razão. O Dia das Mães sempre me leva a Winnicott e sua prescrição por uma “good enough mother”. As mães, claro, deveriam ser boas aos filhos. Mas apenas suficientemente boas. Se se tornam mães edípicas, excessivamente protetoras e presentes, estragam a prole. A virtude está no meio.   Depois de duas depressões, […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies