Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-08-26T19:51:48-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

De volta ao Jogo – Capítulo 3

26 de agosto de 2019
19:51
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Uma das lendas a respeito do BTG Pactual diz que a sigla vem do acrônimo do inglês “Back To the Game” (De volta ao Jogo). Trata-se de uma referência à recompra do Pactual por André Esteves e seus sócios pouco mais de dois anos depois da venda para os suíços do UBS.

O banco esteve muito perto de deixar o jogo mais uma vez com a prisão de Esteves no fim de 2015, citado em uma gravação na qual o ex-senador petista Delcídio do Amaral relatava um suposto esquema para obstruir investigações da Lava Jato.

O banqueiro foi inocentado das acusações e voltou a figurar entre os principais sócios do BTG no fim do ano passado. Desde então, o banco passava pela melhor fase desde a abertura de capital, em 2012. Para você ter uma ideia, a valorização dos papéis na bolsa era de quase 180% no acumulado do ano.

Os ventos pareciam todos favoráveis até a sexta-feira passada, quando a sede do banco e André Esteves voltaram a receber a visita da Polícia Federal, depois de serem citados na delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci.

Quando o BTG ainda acusava o golpe, que levou a uma queda de mais de 15% das ações na sexta, os papéis amargaram uma perda de mais 18,48% hoje.

O motivo para a nova queda foi a informação de que a Polícia Federal estaria investigando "esquemas extremamente sofisticados" de lavagem de dinheiro realizados pelo banco.

É prematuro fazer qualquer afirmação sobre as investigações da PF e qual o desfecho do novo capítulo da saga do banco. Mas as notícias atrapalham os planos do BTG e colocam no mínimo um ponto de interrogação sobre o risco reputacional de ser acionista da instituição. Saiba mais sobre as investigações e também a posição do banco nesta matéria.

Junho outra vez

Donald Trump criou um monstro? Já faz um tempo que o presidente norte-americano vem alimentando o medo dos investidores sobre a guerra comercial com a China, com polêmicas atrás de polêmicas. Só que a situação ficou tão tensa que nem seu discurso mais ameno agora é capaz de acalmar os ânimos exaltados. E foi exatamente essa a situação que se instalou na B3 hoje, que viu o Ibovespa cair abaixo dos 97 mil pontos. A última vez que o índice fechou nesse patamar foi lá no começo de junho, quando ainda estávamos no furacão da reforma da Previdência.

É banco ou maquininha?

Essa pergunta agora pode parecer estranha para você, mas em um futuro bem próximo esses dois conceitos estarão mais juntos como nunca. Que o diga a Cielo. A empresa famosa por sua rede de maquininhas resolveu lançar um aplicativo que na prática funciona como uma conta digital. O Cielo Pay vai incorporar permitirá pagamentos e transferências diretas entre vendedores e clientes. O presidente da Cielo reuniu a imprensa hoje para falar sobre a novidade. Eu estive lá e conto os detalhes para você.

Parece que o jogo virou

Menos de um ano depois de assumir a Presidência, Jair Bolsonaro começa a enfrentar o mesmo problema de seus antecessores: perda de popularidade. Uma pesquisa da CNT/MDA divulgada hoje mostrou que o capitão perdeu um quarto de apoiadores que consideram seu governo ótimo ou bom. Em contrapartida, viu seus índices de rejeição duplicarem, com quase 40% dos entrevistados apontando a gestão como ruim ou péssima. Confira os detalhes do levantamento.

Relógio do camelô e sapato da promoção

O que você faria se tivesse R$ 2 bilhões investidos no mercado? Provavelmente nenhum dos itens listados no título desta nota. Afinal, tudo o que se espera de um bilionário é que use um relógio importado e um sapato de couro fino (ou no mínimo um tênis importado ultramoderno). Mas gastar dinheiro à toa é justamente o que o maior investidor individual do Brasil não faz. Ao contrário, Luiz Barsi leva uma vida para lá de comum. Nesta entrevista para o Estadão, ele conta mais sobre a fórmula que o levou a acumular esse patrimônio na bolsa.

Planos para os próximos 100 anos

O governo dos EUA levantou recentemente a ideia de lançar um título público (Treasury) com vencimento em 2119. É isso mesmo, não se trata de um erro de digitação. O investimento centenário seria uma forma de o investidor obter um retorno um pouco melhor do que os papéis do governo disponíveis atualmente no mercado. Mas o que esperar dessa aplicação? O nosso guru Ivan Sant’Anna fez um exercício e diz para você se vale a pena colocar dinheiro pensando em um prazo tão longo.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

*Colaboração de Fernando Pivetti.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

BNDES NO RADAR

Bolsonaro diz que ‘caixa-preta’ do BNDES já foi aberta e evita comentar auditoria

“A caixa-preta já foi aberta, bilhões gastos em outros países”, disse o presidente. Em seguida, encerrou a coletiva de imprensa sem responder outras perguntas

DE OLHO NA LIBERDADE FINANCEIRA

Você pode ser rico em 2030

Eu adoro fazer planos e traçar cenários futuros. Gosto de ler teses sobre como serão profissões, cidades e tecnologias nos próximos dez anos.  Eu também gosto de “brincar” com uma calculadora HP 12c e simular quanto o meu dinheiro (e o dos outros) pode render no futuro nos diferentes cenários. O mais legal dessas simulações […]

mas por enquanto sem detalhes

Para OMC, mecanismo de disputa vai ter que mudar para lidar com novas condições

Diretor-geral da instituição defendeu a importância do livre-comércio em detrimento do protecionismo, e negou que esse sistema provoque desigualdades sociais

números do setor

Vendas e compras de aço da rede de distribuição sobem em dezembro, diz Inda

Levantamento inclui os dados de seus associados e incluem chapas grossas, laminados a quente, laminados a frio, chapas zincadas, chapas eletro-galvanizadas, chapas pré-pintadas e galvalume

direito de Abu Dabi

De olho em entretenimento, fundo Mubadala vai disputar Ibirapuera

Fundo avalia participar, por meio de sua empresa IMM, da licitação de investimento que não deve sair por menos de US$ 100 milhões

vale a pena?

O potencial das ações de Tim, Vivo e Oi, segundo este banco suíço

Em relatório, analistas do Credit Suisse comentam suas perspectivas para as empresas, que passam por situações distintas

Exile on Wall Street

De médico, louco e economista, todo mundo tem um pouco

No mercado, não tem muito segredo nem maldade, só um pragmatismo que às vezes assusta mesmo: em linhas gerais, quem quer aplicar (poupar) empresta dinheiro a quem quer empreender

tema de campanha

BNDES gasta R$ 48 milhões para abrir caixa-preta, mas não acha irregularidades

A “caixa-preta” foi um dos temas dominantes na campanha de Bolsonaro. Para muitos apoiadores do presidente, a sua abertura teria potencial para apontar malfeitos maiores do que os descobertos pela Operação Lava Jato na Petrobras

Em Davos

Secretário do Tesouro americano diz que economia mundial não foi comprometida por guerra comercial

Segundo Mnuchin, as projeções para o avanço do PIB dos Estados Unidos em 2020 são “muito baixas” e os recentes acordos comerciais fechados pelo país devem ajudar a impulsionar o crescimento econômico

Deu ruim

Ações da Cia Hering desabam às mínimas em sete meses após decepção com os dados operacionais

O resultado operacional da Cia Hering no quarto trimestre de 2019 foi considerado fraco pelo mercado, com queda na receita bruta e nas vendas mesmas lojas. Com isso, as ações despencam mais de 10% nesta terça-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements