Menu
2019-10-14T14:14:42+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Queda firme

Papéis do BTG Pactual desabam 18% com possível ligação do banco com esquema de lavagem de dinheiro

Os ativos do BTG Pactual voltam a cair forte na B3, em meio à possível ligação do banco com um esquema de lavagem de dinheiro

26 de agosto de 2019
15:58 - atualizado às 14:14
BTG
Ativos do BTG Pactual têm mais um pregão de perdas expressivasImagem: Shutterstock

A possibilidade de envolvimento do BTG Pactual num esquema de lavagem de dinheiro faz com que os papéis do banco tenham uma nova sessão de perdas expressivas — um movimento que acabou afetando o desempenho das ações do setor bancário como um todo nesta segunda-feira (26).

As units do banco (BPAC11) terminaram o dia em forte queda de 18,48%, negociadas a R$ 46,46. Na última sexta-feira (23), os ativos desabaram 15,19%, em meio à deflagração de uma nova fase da Operação Lava Jato que tinha como alvos o BTG e a Petrobras.

A nova derrocada nos papéis ocorre após o site O Antagonista publicar que a Polícia Federal estaria investigando "esquemas extremamente sofisticados" de lavagem de dinheiro dentro do BTG Pactual — a denúncia, cuja íntegra foi disponibilizada pelo site, foi feita em 2016, por uma fonte anônima ligada ao banco.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

De acordo com as informações do documento, o BTG Pactual teria um "departamento de operações estruturadas", semelhante ao visto na construtora Odebrecht. Um dos mecanismos citados pelo informante envolveria o uso de swaps de balcão não registrados na Cetip.

A nova turbulência ligada ao BTG acabou mexendo com as demais ações do setor bancário: os papéis do segmento já vinham apresentando desempenho negativo no pregão de hoje, mas aprofundaram levemente as perdas após a divulgação da notícia.

Mexeu com um, mexeu com todos

Após a divulgação da notícia, os papéis do Banco do Brasil ON (BBAS3) fecharam o pregão desta segunda-feira com queda leve de 0,47%, Bradesco PN (BBDC4) terminou em baixa de 1,03%, Bradesco ON (BBDC3) fechou com contração de 0,43% e Itaú Unibanco PN (ITUB4) terminou com perda de 0,03%, enquanto as ações ordinárias do banco fecharam em queda de 0,42%.

O Ibovespa, por sua vez, terminou o pregão desta segunda-feira também em queda de 1,27%, cotado em 96.429,60 pontos — confira aqui a cobertura completa dos mercados hoje.

Manifestação do presidente

Após toda a repercussão do caso, o banco convocou uma teleconferência no fim da tarde. O presidente do banco, Roberto Sallouti, disse que a matéria era "sensacionalista" e que estava "fora de contexto".

Ele destacou que "não há ainda processo, denúncia ou indiciamento". O presidente falou também que "essa é a terceira busca e apreensão que passamos no banco e que com o passar do tempo tudo será esclarecido".

E completou dizendo que "vazou um relato apócrifo de julho de 2016, de operações financeiras. Qualquer análise técnica dessas operações mencionadas são inexequíveis".

Sallouti relembrou que a instituição financeira passou por uma série de auditorias e por investigação independente. "Se caso alguma dessas operações existissem, não passaríamos por todas essas inspeções", afirmou o presidente.

Posicionamento do BTG Pactual

Questionado pelo Seu Dinheiro, o BTG enviou a seguinte nota:

Em relação a absurda notícia que faz menção a relatos apócrifos feitos em junho de 2016 sobre operações financeiras, o BTG Pactual nega veementemente qualquer irregularidade. Esclarece ainda que as operações mencionadas são fantasiosas e jamais poderiam ter sido sequer registradas nos sistemas de negociação existentes no Brasil e nunca teriam passado despercebidas pelas diversas auditorias e reguladores a que o BTG Pactual se submete.

O banco também enviou um "comunicado ao mercado", reforçando o posicionamento e anunciando uma teleconferência.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Novidades

Fusão entre Boeing e Embraer consegue aprovação em grande mercado

O acordo entre ambas aparece na lista de transações que data de 19 de novembro. No documento, as transações são colocadas como “aprovadas sem condicionantes”

Seu Dinheiro na sua noite

126…144…197 mil pontos para o Ibovespa

Eu vou, sem saber pra onde nem quando vou parar. O clássico de Roberto Carlos “120… 150… 200 Km Por Hora” podia muito bem embalar a leitura desta newsletter. Assim como o velocímetro do carro na canção do Rei (uma das minhas favoritas), as projeções dos analistas para a bolsa no ano que vem apontam para cima. […]

Quanto vale o show?

Plataforma de investimentos do BTG Pactual pode valer até R$ 10 bilhões, calcula UBS

Banco suíço iniciou a cobertura das ações do BTG Pactual, que já triplicaram de valor neste ano, com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 82,00

Emprego

Mercado de trabalho cria 70.852 empregos com carteira assinada em outubro

Esse foi o melhor resultado para o mês desde 2017, quando foram criadas 76.599 vagas no décimo mês do ano. Em outubro do ano passado, houve abertura líquida de 57.733 vagas, na série sem ajustes

De olho nos papéis

BTG reitera compra de Klabin e Suzano e aumenta preço-alvo das ações

Em relatório, analistas do banco expandiram o preço-alvo dos papéis da Suzano para R$ 44 (o valor anterior era de R$ 40), e da Klabin para R$ 20, ante R$ 18

Otimismo

Para o Credit Suisse, 2020 é o ano dos emergentes — e o Brasil tende a ser um dos destaques

A equipe de análise do Credit Suisse aposta nos mercados emergentes para 2020. E, nesse grupo, as ações e ativos do Brasil aparecem entre as principais recomendações

Perspectivas 2020

Para Goldman Sachs cenário é desafiador para o Brasil, mas mais esperançoso

Preocupação não é com a direção da política econômica, mas sim com a capacidade de implementar agenda de reformas fiscais

Mercado de capitais

Ações da Cogna sobem com notícia de IPO de unidade nos EUA

A Cogna espera uma avaliação de até R$ 8 bilhões pela Vasta, plataforma de serviços digitais para escolas privadas, na oferta pública inicial de ações, que deve acontecer em 2020, de acordo o site Brazil Journal

um olho aqui e nos vizinhos

Política impede avanço de reformas na América Latina, mas Brasil é notável exceção, diz Moody’s

Para 2020, a visão dos analistas é de que o ambiente para a região e os emergentes como um todo é negativo, por conta do aumento de riscos políticos e geopolíticos

na ponta do lápis

BNDES perdeu tempo na venda de fatia da JBS, diz presidente do conselho de administração do banco

Em evento no Rio de Janeiro, Carlos Thadeu de Freitas estimou o impacto financeiro dessa demora em R$ 1 bilhão a R$ 2 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements