Menu
2019-04-30T15:08:56-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Reação ao balanço

Santander cai na bolsa apesar de lucro acima do esperado no trimestre

Os números foram considerados no geral positivos pelos analistas que acompanham o banco, mas não foram suficientes para empolgar os investidores na bolsa

30 de abril de 2019
14:53 - atualizado às 15:08
Santander
Santander - Imagem: Shutterstock

Assim como aconteceu com o Bradesco na semana passada, o lucro acima do esperado pelo Santander no primeiro trimestre não foi suficiente para empolgar os investidores hoje na bolsa. As units (recibos de ações) do banco (SANB11) eram negociados em queda de 2,34%, cotadas a R$ 44,82, por volta das 14h40.

Resta saber se os papéis do Santander vão virar e fechar em alta, como aconteceu com o concorrente na última quinta-feira. Confira nossa cobertura completa dos mercados hoje.

Os números do Santander foram considerados no geral positivos pelos analistas que acompanham o banco. O lucro aumentou 21,9% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, para R$ 3,485 bilhões.

A queda nas despesas de provisão para calotes e a alta nas receitas com tarifas foram alguns dos pontos destacados nos relatórios enviados a clientes na manhã de hoje, logo após a divulgação do balanço.

Mas o lucro maior que o esperado também é justificado por um fator técnico, segundo os analistas do BTG Pactual e Bradesco BBI: a taxa efetiva de imposto paga pelo banco foi menor do que a projetada. Já o Itaú BBA considerou que a alíquota efetiva de imposto voltou ao normal do banco.

Leia a seguir qual foi a leitura dos analistas sobre os resultados do Santander e a recomendação para as ações:

BTG Pactual - "Um bom começo para o ano"

Recomendação: neutra

Preço-alvo: R$ 48,50

"Enquanto o PIB do Brasil provavelmente vai desapontar no primeiro trimestre, o desempenho do Santander não. Então, foi um começo decente para o ano, e com o potencial de desencadear outra rodada de (pequenas) altas nas projeções de resultados pelo mercado."

"As receitas com tarifas e as despesas, apesar de um pouco abaixo das nossas expectativas, tiveram um desempenho relativo melhor do que o Bradesco."

Safra - "Mantendo a tendência de resultados fortes"

Recomendação: neutra

Preço-alvo: R$ 48,00

"De maneira geral, os resultados do Santander Brasil foram fortes (em linha com as nossas expectativas), mantendo a tendência de melhoria de rentabilidade e bom desempenho no mercado de varejo."

Itaú BBA - "Resultados sólidos no 1º trimestre"

Recomendação: market perform (neutra)

Preço-alvo: R$ 52,00

"Apesar das expectativas iniciais de um possível declínio nos resultados de tesouraria, os resultados continuaram muito fortes."

"Os resultados do banco foram bons, mas apenas reforçam que os lucros estão a caminho de atingir nossa expectativa de R$ 14,3 bilhões e um retorno sobre o patrimônio de 20,9% em 2019."

Bradesco BBI - "Crescimento do crédito não é mais exclusivo do Santander"

Recomendação: neutra

Preço-alvo: R$ 52,00

"Vimos outro trimestre sólido do Santander, com a continuidade da expansão do crédito e a inadimplência sob controle. No entanto, a ação é agora a mais cara entre os bancos brasileiros, negociando a 2,4 vezes o patrimônio líquido e 12,4 vezes o lucro projetado para 2019."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

PRÉVIA DOS BALANÇOS

Os grandões vêm aí: Petrobras e Vale divulgam os resultados; veja o que esperar

Semana será marcada pela apresentação dos resultados de algumas das principais companhias da B3

agenda lotada

Os segredos da bolsa: balanços de pesos-pesados podem manter Ibovespa em alta em semana de Copom

Lá fora, resultados do terceiro trimestre de Amazon, Apple, Facebook, Google e Microsoft são destaques, além de decisões de bancos centrais

O GRANDE DRAGÃO VERMELHO

Pandemia deve reforçar poder chinês na economia

Movimento aponta para a continuidade das tensões com Estados Unidos e manutenção da alta demanda por matérias-primas produzidas pelo Brasil

PANOS QUENTES

‘Apresentei desculpas e colocamos ponto final’, diz Salles sobre atrito com Ramos

Salles e Ramos protagonizaram o mais recente atrito dentro do governo, tornado público após chefe do Meio Ambiente se referir ao general como “Maria Fofoca”

ALÍVIO

Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz

Média móvel de novos casos ficou em 22.483 no sábado, alta de 11% em relação aos casos da semana anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies