Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-05T20:02:49-03:00
Estadão Conteúdo
O tal do obstáculo

Maia: preciso entender qual proposta de Bolsonaro para policiais na reforma

Presidente da Câmara diz ser contra se favorecer os policiais pelo simbolismo de se tirar um grupo do desforço que milhões de brasileiros estão fazendo

5 de julho de 2019
20:31 - atualizado às 20:02
Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Imagem: Michel Jesus / Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse há pouco que tem que entender qual é proposta da qual o presidente Jair Bolsonaro diz que alguns equívocos da proposta de reforma da Previdência, aprovada ontem na Comissão Especial, poderão ser corrigidos em plenário. O presidente chegou a mencionar falta de sensibilidade do parlamento em relação aos policiais.

"Tenho que entender qual é a proposta de que ele está falando. Acho que todos precisam contribuir com a reforma da Previdência. Todos os brasileiros estão colaborando", disse Maia em entrevista que concedeu a jornalistas antes de entrar para plenária de evento da XP Investimentos, em São Paulo.

Maia diz ser contra se favorecer os policiais, o que ele chama de parte pequena dos brasileiros, não pelo valor que será perdido se os policiais federais ficarem de fora, mas pelo simbolismo de se tirar um grupo do desforço que milhões de brasileiros estão fazendo.

"Setenta milhões de segurados, trinta milhões de aposentados, mais um milhão de aposentados no regime próprio. Se a gente tira uma parte, mesmo que não seja grande, dá sinalização para os outros que não é, de fato, o discurso que se fez desde o início por parte do governo que era uma reforma igual para todos", disse.

Maia fez questão de ressaltar que não está fazendo uma crítica à fala de Bolsonaro, mas ponderou que há que se tomar cuidado. "O que sei é que o Parlamento está sempre aberto para dialogar, para construir soluções, mas as soluções podem existir, como nós tentamos com a polícia, com uma regra de transição parecida com a do Regime Próprio, dos servidores públicos."

Para Maia, o esforço de todos, inclusive policiais e seus representantes, deve ser a solução igual aos outros dois modelos, "para que não pareça que alguém tem uma transição melhor que o outro".

Maia teme que mais que gerar uma sinalização negativa para a sociedade, a retirada dos policiais da reforma pode gerar um efeito dominó, onde cai a primeira peça todas as outras caem ao longo da votação dos destaques na terça-feira ou quarta-feira.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

praticidade

Empiricus lança em aplicativo função de compra e venda de ações e outros ativos negociados em Bolsa

Desenvolvido em parceria com a Vitreo, o serviço já está disponível a todos os investidores – não somente aos assinantes da casa de research; saiba mais

Acionistas felizes

Sextou com dividendos: Copel (CPLE6) anuncia mais de R$ 1 bilhão em proventos; veja quem tem direito

Os valores aprovados pelo conselho de administração da empresa serão pagos aos acionistas em 30 de novembro

BLINK!

O que rolou nessa semana? Onde aprender Valuation? Vale (VALE3) caindo novamente? Felipe Miranda responde seus seguidores neste BLINK!

A chegada do final de semana é marcada pela sexta-feira e pelo BLINK! Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus, respondeu algumas perguntas feitas pelos seus seguidores. Confira

avaliando riscos

‘Papa’ do valuation vê inflação subestimada e diz que alta de preços é seu maior medo

Em evento, o professor da NYU Aswath Damodaran disse que gostaria de ver o banco central norte-americano agindo mais do que minimizando a alta de preços

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa em queda livre e outros destaques desta sexta

Com a queda de 2,07% desta sexta-feira, aos 111.439 pontos, o Ibovespa emplacou o seu quarto pregão seguido de baixa e, agora, acumula um retorno negativo de mais de 6% em 2021. É um desempenho decepcionante para um índice que começou o ano renovando máximas e atingiu o seu nível recorde há apenas três meses; […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies