Menu
2019-07-05T20:02:49-03:00
O tal do obstáculo

Maia: preciso entender qual proposta de Bolsonaro para policiais na reforma

Presidente da Câmara diz ser contra se favorecer os policiais pelo simbolismo de se tirar um grupo do desforço que milhões de brasileiros estão fazendo

5 de julho de 2019
20:31 - atualizado às 20:02
Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Imagem: Michel Jesus / Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse há pouco que tem que entender qual é proposta da qual o presidente Jair Bolsonaro diz que alguns equívocos da proposta de reforma da Previdência, aprovada ontem na Comissão Especial, poderão ser corrigidos em plenário. O presidente chegou a mencionar falta de sensibilidade do parlamento em relação aos policiais.

"Tenho que entender qual é a proposta de que ele está falando. Acho que todos precisam contribuir com a reforma da Previdência. Todos os brasileiros estão colaborando", disse Maia em entrevista que concedeu a jornalistas antes de entrar para plenária de evento da XP Investimentos, em São Paulo.

Maia diz ser contra se favorecer os policiais, o que ele chama de parte pequena dos brasileiros, não pelo valor que será perdido se os policiais federais ficarem de fora, mas pelo simbolismo de se tirar um grupo do desforço que milhões de brasileiros estão fazendo.

"Setenta milhões de segurados, trinta milhões de aposentados, mais um milhão de aposentados no regime próprio. Se a gente tira uma parte, mesmo que não seja grande, dá sinalização para os outros que não é, de fato, o discurso que se fez desde o início por parte do governo que era uma reforma igual para todos", disse.

Maia fez questão de ressaltar que não está fazendo uma crítica à fala de Bolsonaro, mas ponderou que há que se tomar cuidado. "O que sei é que o Parlamento está sempre aberto para dialogar, para construir soluções, mas as soluções podem existir, como nós tentamos com a polícia, com uma regra de transição parecida com a do Regime Próprio, dos servidores públicos."

Para Maia, o esforço de todos, inclusive policiais e seus representantes, deve ser a solução igual aos outros dois modelos, "para que não pareça que alguém tem uma transição melhor que o outro".

Maia teme que mais que gerar uma sinalização negativa para a sociedade, a retirada dos policiais da reforma pode gerar um efeito dominó, onde cai a primeira peça todas as outras caem ao longo da votação dos destaques na terça-feira ou quarta-feira.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NOVO MINISTRO

Militar recebe cargo no Ministério da Saúde cobiçado pelo Centrão

O coronel Luiz Otávio Franco Duarte, nome levado pelo ministro interino Eduardo Pazuello, foi nomeado nesta quarta-feira, 27, para comandar a secretaria.

Quinta-feira, às 12h

Imposto de Renda 2020: As respostas estão aqui

A Julia Wiltgen estará ao vivo nesta quinta-feira (28), às 12h, com o tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados Associados, para responder às perguntas dos leitores no canal do Seu Dinheiro no Youtube.

IMPASSE

TCU pode suspender contratação de militares da reserva para reduzir filas do INSS

A contratação dos militares é considerada um ponto central da estratégia do governo Bolsonaro, mas enfrenta resistências de diversos setores da sociedade civil, do Judiciário e mesmo dentro do TCU, que veem com preocupação o aumento da presença de militares em funções destinadas a servidores civis.

INVESTIGAÇÃO

Aras tende a vetar pedido por celulares de Bolsonaro e Carlos

Na avaliação de Augusto Aras, não cabe a terceiros pedir a abertura de inquéritos ou medidas de investigação no caso.

EFEITO CORONAVÍRUS

Compras com cartões desaceleram ritmo e crescem 14,1% no 1º tri, diz Abecs

Trata-se do menor crescimento desde 2007, conforme a entidade.

DESACELERAÇÃO DO CONSUMO

Queda na Confiança das Famílias é a mais intensa da série histórica, diz CNC

O índice caiu para 81,7 pontos na pesquisa de maio, contra 95,6 pontos em abril, registrando queda mensal de 13,1% e anual de 13,7%.

volta gradual

Doria anuncia retomada gradual da economia em SP no dia 1º de junho

Segundo o governador, medida não é um relaxamento, mas um ajuste levando em conta as particularidades regionais do Estado

ENERGIA

Aneel tenta reduzir reajustes tarifários para ex-distribuidoras da Eletrobras

Segundo a Aneel, a última vez que essas distribuidoras passaram por revisão tarifária foi em 2013.

VALIDADE PRORROGADA

Congresso prorroga por 60 dias prazo de vigência de quatro MPS

O Congresso Nacional prorrogou o prazo de validade de quatro medidas provisórias por mais 60 dias. Os atos estão publicados no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 27. Uma das MPs que teve vigência prorrogada é a MP 930, que dispõe sobre o tratamento tributário incidente sobre a variação cambial do valor de investimentos realizados […]

efeito coronavírus

Brasil perde 1,1 milhão de empregos com carteira assinada em dois meses

Em abril, foram 860,5 mil vagas a menos e, no mês anterior, o país perdeu 240,7 mil empregos formais, segundo o Caged

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements