Menu
2019-07-09T11:33:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Reformas

Maia acredita que aprova texto-base da Previdência ainda hoje

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, reúne líderes para acertar procedimentos de votação. Ideia é votar os dois turnos até o fim da semana

9 de julho de 2019
11:33
Rodrigo Maia
Presidente da Câmara,. Rodrigo Maia (DEM-RJ) - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Se dizendo otimista, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, acredita que consegue aprovar o texto-base da reforma da Previdência ainda nesta terça-feira e parte para a análise dos destaques, que são tentativas de mudar o texto, amanhã.

Ainda na avaliação de Maia, é possível que o segundo turno da proposta seja votado até sexta-feira. Na segunda etapa de votação só é permitida a apresentação dos chamados destaques supressivos, que retiram trechos já aprovados do texto.

A proposta precisa de ao menos 308 em dois turnos de votação e na conta dos governistas, a reforma tem de 320 a 340 votos. Maia e os líderes partidários tentam fechar os procedimentos para o texto ser votado. A ideia é que os partidos favoráveis à reforma não apresentem destaques. A oposição já disse que vai obstruir e apresentar propostas de modificação do texto.

“Segundo turno é mais rápido que o primeiro, só pode ter destaque supressivo. Superado o primeiro turno, o segundo turno é mais simples. Se a gente conseguir o número de parlamentares para votar e começar a votação do principal hoje à noite e na madrugada e seguir com os destaques amanhã, a gente passa a ter a quinta e a sexta para votar o segundo turno. Como sou sempre otimista, acho que a gente vote antes de sábado”, avaliou o presidente.

Destaques e quórum

Segundo nos informa a “Agência Estado”, a bancada do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro não vai apresentar destaques. Essa era uma dúvida que permeava o processo de votação em função da insistência de alguns membros do partido em fazer modificações no texto que atendessem a demandas de policiais.

Outros líderes partidários foram claros ao dizer que se o governo insistisse em tal estratégia, todos partidos se sentiriam liberados a também proporem novas modificações ao texto.

Maia também reafirmou a intenção de dar início à votação da proposta com o quórum elevado de parlamentares de, aproximadamente 490 deputados, para não correr o risco de o texto ser rejeitado. Ele avalia que até às 15 horas terá noção de quantos parlamentares estarão presentes.

“Cada hora é decisiva, vou saber até 15 horas quantos deputados eu tenho em Brasília. Isso tudo é decisivo, aparece um problema, resolve, aparece outro. Então, cada momento tem que ir cuidado, com muita atenção, para não desorganizar a votação”, afirmou.

Depois de passar pelo crivo dos deputados, o texto da reforma vai ao Senado Federal. A primeira parada é a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Caso os senadores façam modificações no texto vindo da Câmara, o projeto tem de voltar a ser apreciado pelos deputados.

* Com Estadão Conteúdo e Agência Câmara Notícias

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

acompanhe

LIVE: Tudo sobre a melhor semana de cripto da história

Vitreo e Empiricus transmitem conversa sobre semana histórica para o investimento em criptomoedas

Recuperação à vista?

EUA pisam fundo na vacinação e economia responde entre fevereiro e abril

Confira os destaques do Livro Bege para o período de imunização acelerada e fortalecimento dos gastos dos consumidores

Crescimento gringo

BofA passa a recomendar compra de ação da MRV, otimista com atuação da empresa nos EUA

Banco incorporou avaliação da AHS à sua análise e considera que potencial de crescimento da empresa ainda não está precificado

Ninguém escapa

Cenário turbulento afeta até mesmo os IPOs da saúde, um dos setores preferidos dos investidores

Empresas com ofertas ambiciosas tiveram de reduzir suas estimativas de preços ou adiar datas para seguir com as operações

Disparada

No embalo do recorde do bitcoin, ações da Coinbase disparam mais de 70% na estreia na Nasdaq

O CEO da empresa, Brian Armstrong, comentou mais cedo sobre a abertura de capital da Coinbase ao portal CNBC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies