2019-03-19T17:51:01-03:00
Estadão Conteúdo
Primeiro passo da reforma

Francischini acredita já ter maioria para aprovar Previdência na CCJ

Presidente da comissão disse que está fazendo um levantamento entre os membros do colegiado sobre o apoio ao projeto

19 de março de 2019
17:51
Felipe Francischini, presidente da CCJ
Felipe Francischini, presidente da CCJ - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O presidente da Comissão de Cidadania, Constituição e Justiça (CCJ), Felipe Francischini (PSL-PR), está confiante em relação à aprovação da reforma da Previdência no colegiado que decide se a proposta respeita os preceitos da Constituição.

O deputado afirmou que está fazendo um levantamento entre os membros da comissão, mas que, apesar de ainda estar no início, acredita já ter maioria favorável. "Creio que sim (que há maioria para votar a admissibilidade)", disse ele ao final da primeira sessão da CCJ nesta terça-feira, 19, na Câmara.

Ele voltou a afirmar que aguarda o envio do projeto sobre a previdência dos militares do Executivo ao Parlamento para designar o relator da PEC na CCJ. O deputado havia dito ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, na segunda-feira que este relator não será alguém em primeiro mandato nem da oposição ou muito menos do partido de Jair Bolsonaro, o PSL. O Broadcast apurou que o relator também não deve ser do partido do presidente da Casa, Rodrigo Maia, o DEM.

"Está tudo dentro do nosso cronograma", disse o presidente do colegiado. Francischini ponderou que, caso haja indício de uma demora do envio do PL dos militares, vai conversar com todos os coordenadores da CCJ. "E vamos entrar em um acordo", disse.

Ele afirmou ainda que está finalizando nesta terça-feira, 19, as conversas sobre quem deve ser o relator e, para isso, irá realizar uma série de reuniões. Até quinta-feira, no máximo, será apresentado um nome. Esse parlamentar escolhido terá até o dia 26 para apresentar um relatório, para ser votado no dia 4 de abril, pelo cronograma de Francischini. Depois disso, a PEC seguirá para uma comissão especial, para só depois ir ao plenário, onde terá de ser aprovada em dois turnos para caminhar para o Senado.

Nesta terça-feira foi realizada a primeira sessão da atual legislatura da CCJ. Os deputados não chegaram a nenhum acordo para aprovar os projetos que estavam na pauta, como o projeto do Senado sobre a criação da Semana Nacional de Prevenção do Suicídio e de Valorização da Vida. A oposição marcou presença durante o debate. Deputada do PSOL, Taliria Petrone (RJ) fez uso da palavra por sete vezes durante a sessão.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

CHAPA CONFIRMADA

Eleições 2022: Veja quantos milhões Lula e Alckmin declararam ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

7 de agosto de 2022 - 12:49

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin confirmaram a chapa ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

NÃO ENTRE NESSA

AMTD Digital (HKD): A ação desconhecida que subiu mais de 32.000% em menos de um mês e agora entra em queda meteórica

7 de agosto de 2022 - 11:18

Recém-chegada a Nova York, as ações da AMTD Digital levaram a companhia a valer mais do que grandes bancos como o Goldman Sachs e BofA

ROTA DO BILHÃO

O Lobo de Cashmere: Como Bernard Arnault, dono da LVMH, fez uma fortuna de US$ 168,6 bilhões a partir de bolsas e joias

7 de agosto de 2022 - 8:15

Formado em engenharia e apelidado como “Exterminador do Futuro”, o francês transformou uma empresa de tecidos falida na maior companhia da Europa

IVAN SANT'ANNA

Sob a névoa da guerra: as chances de Rússia e Ucrânia após seis meses de conflito

7 de agosto de 2022 - 7:29

As coisas não se passaram da maneira que Putin queria, e já é muito remota a chance de a Rússia anexar integralmente o seu vizinho do oeste

Existe esperança

Elon Musk flerta com a possibilidade de seguir em frente com a compra do Twitter — mas antes quer certeza sobre o número de usuários da rede

6 de agosto de 2022 - 15:19

O bilionário Elon Musk, dono da Tesla, voltou a usar o próprio Twitter para pressionar os executivos da rede social

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies