A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-04-15T18:46:29-03:00
Estadão Conteúdo
Em audiência no Senado

Esforço de militares é maior do que o de civis na reforma, diz secretário da Previdência

Leonardo Rolim reforçou o argumento do governo de que a reforma exige um sacrifício maior de quem ganha mais

15 de abril de 2019
18:46
Secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo José Rolim Guimarães
Secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo José Rolim Guimarães - Imagem: Geraldo Magela/Agência Senado

O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, afirmou a senadores que os militares estão fazendo um esforço maior do que os civis na reforma da Previdência, mesmo que as mudanças nas regras de aposentadoria dos integrantes das Forças Armadas sejam mais brandas do que as alterações propostas para servidores públicos civis e para trabalhadores do sistema geral.

Em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado, nesta segunda-feira, 15, Rolim reforçou o argumento do governo de que a reforma exige um sacrifício maior de quem ganha mais. "Dentro desse conceito, tem sido criticado que as Forças Armadas estão dando uma contribuição menor do que os outros setores. Na verdade, foi o contrário. Em relação à proteção social dos militares, há um esforço per capita maior do que nos demais grupos", disse o secretário.

O impacto fiscal estimado com a reforma dos militares é de R$ 97 bilhões em dez anos. O impacto para cada beneficiário do sistema, disse o secretário, é de R$ 181 mil, enquanto que para os servidores públicos civis é de R$ 141 mil e para os servidores do regime geral, R$ 9,7 mil.

Na audiência, o secretário não citou que - além do impacto fiscal - o custo com a reestruturação da carreira proposta no projeto enviado pelo governo deve ser de quase R$ 87 bilhões no período, diminuindo a economia obtida com a reforma.

A proposta dos militares eleva de 11% para 14% a contribuição total sobre previdência e saúde. O aumento é gradativo até 2022. Além de outros pontos, também eleva de 30 para 35 anos o tempo mínimo de serviço exigido. "Não é pequeno o esforço que está sendo cobrado das Forças Armadas e dos militares em geral", afirmou Rolim.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

IMPASSE CONTINUA

Vitória do governo ameaçada? FUP vai à Justiça para anular resultado de assembleia que elegeu novo conselho da Petrobras (PETR4)

19 de agosto de 2022 - 20:20

A FUP vai centrar argumentação contra a eleição a conselheiros de dois nomes barrados pelo Comitê de Elegibilidade da estatal

1ª troca em 20 anos

Americanas (AMER3) anuncia Sergio Rial, ex-CEO do Santander, para o comando da companhia no lugar de Miguel Gutierrez

19 de agosto de 2022 - 19:17

Trata-se da primeira troca no cargo de diretor presidente da varejista em 20 anos; Rial assumirá cargo no início do ano que vem

Acionistas felizes

Dividendos: Telefônica (VIVT3) e Marfrig (MRFG3) pagam nova rodada de proventos. Veja as condições para receber

19 de agosto de 2022 - 19:14

A Telefônica não fixou data para o pagamento dos dividendos, mas segundo a companhia, os créditos serão realizados até 31 de julho de 2023

VAI DISPARAR?

Polo Capital aumenta participação na Tenda (TEND3) e se aproxima do gatilho para “poison pill”; construtora discutirá fim do mecanismo em assembleia

19 de agosto de 2022 - 18:36

O movimento ocorre poucos dias após a companhia anunciar que, atendendo a um pedido da gestora, vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir a exclusão da “poison pill” de seu estatuto social

FECHAMENTO DO DIA

Frente fria chega ao Ibovespa e índice recua 1,12% na semana; dólar vai a R$ 5,16

19 de agosto de 2022 - 18:33

Apesar da semana calma, o Ibovespa refletiu a cautela com os juros americanos e a queda das commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies