2019-04-24T12:16:13-03:00
Estadão Conteúdo
Deputado foi tigrão com o ministro

Em bilhete, Lula se diz orgulhoso de Zeca Dirceu por chamar Guedes de “tchutchuca”

Caso ocorreu durante audiência pública sobre a reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça, na Câmara, a qual Paulo Guedes participou

9 de abril de 2019
14:49 - atualizado às 12:16
Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil
Imagem: Shutterstock

O PT divulgou nesta terça-feira, 9, um bilhete manuscrito cuja autoria atribui a Luiz Inácio Lula da Silva e no qual o ex-presidente parabeniza o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) por chamar o ministro da Economia Paulo Guedes de "tchutchuca". A imagem do papelzinho com o texto foi publicada no Twitter do partido.

"Querido Zeca, estou muito orgulhoso da sua Bancada do PT, que teve um papel extraordinário no debate sobre a Previdência com o Guedes, 'o destruidor os pobres'. Zeca, parabéns por compará-lo a uma 'tchutchuca' na relação dele com os empresários", escreveu Lula, que está preso há um ano na Superintendência Regional da Polícia Federal em Curitiba, base da Operação Lava Jato. "Eu fiquei tão orgulhoso de você, que vou aprender a música da 'tchutchuca e o tigrão'. Kkkk Abraços, Lula. 04/04/2019."

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

No dia 3 de abril, durante audiência pública sobre a reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça, na Câmara, Paulo Guedes caiu em uma provocação de Zeca Dirceu, que o acusou de ser "tigrão" com os aposentados, idosos de baixa renda e agricultores, mas "tchutchuca" com privilegiados.

O ataque do petista, filho do ex-ministro, José Dirceu, também condenado na Lava Jato, levou à explosão final de Guedes que reagiu com destempero fora do microfone. "Eu não vim aqui para ser desrespeitado, não. (…) tchutchuca é a mãe, é a avó, respeita as pessoas. (…) Isso é ofensa. Eu respeito quem me respeita. Se você não me respeita, não merece meu respeito", afirmou o ministro na ocasião.

Zeca começou as críticas perguntando a razão pela qual Guedes começou as reformas com a da Previdência e não alterações que afetassem os banqueiros. A partir daí, o clima ficou insustentável e o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), teve que acabar com a audiência.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele