A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-04-23T13:59:53-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
A cabeça dos políticos mudou?

Consultoria Eurasia vê consenso em Brasília para aprovação de alguma reforma da Previdência

Diretor Christopher Garman destacou que a reforma da Previdência não é popular, talvez tenha ficado “menos impopular” nos últimos anos

23 de abril de 2019
13:59
Congresso Nacional
Congresso Nacional - Imagem: Pedro França/Agência Senado

O diretor da consultoria norte-americana de risco político Eurasia, Christopher Garman, avalia que "dois ou três anos de debates sobre a reforma da Previdência fizeram diferença" e hoje parece haver consenso em Brasília de que "alguma reforma" é necessária.

"Parece que o ambiente está mais favorável para a aprovação", disse ele em evento do Itaú Unibanco na capital paulista.

Garman destacou que a reforma da Previdência não é popular, talvez tenha ficado "menos impopular" que no passado após os debates nos últimos anos.

A Eurasia prevê que o texto possa sofrer desidratação e a economia fiscal se reduzir a algo entre R$ 400 bilhões e R$ 500 bilhões em 10 anos.

No mesmo painel, Rodrigo Garcia, vice-governador e secretário de governo do Estado de São Paulo, declarou estar otimista com a possibilidade de aprovação hoje da admissibilidade da proposta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Garcia ressaltou que há mais consciência na sociedade sobre a necessidade das medidas que alteram as aposentadorias.

Ele destacou que hoje é possível se conversar mais facilmente com deputados sobre o tema. "A sociedade sente necessidade da reforma para melhorar a vida."

Garcia destacou ainda que, apesar do consenso sobre a necessidade da reforma, não se sabe ainda qual reforma vai sair do Congresso.

Se a economia fiscal ficar muito menor que o texto original proposto por Jair Bolsonaro, de R$ 1,1 trilhão em 10 anos, vai ser necessária outra reforma em breve.

Governo convicto

Pelo lado do governo federal, o secretário da Secretaria Especial de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia, Salim Mattar, afirmou que o governo segue convicto de que vai conseguir aprovar uma reforma da Previdência com economia fiscal em 10 anos de no mínimo R$ 1,1 trilhão, apesar de o mercado estar convencido de que o valor deve ser menor.

"Desidratação é a palavra do momento, mas acho que Congresso será sensato", disse, durante apresentação no evento do Itaú Unibanco.

Mattar defendeu a redução do tamanho do Estado e a privatização de várias estatais em sua apresentação. "Não existe estatal eficiente, se é eficiente não precisa de monopólio para sobreviver. O governo tem que cuidar da segurança, das relações exteriores e da defesa e precisa sair dos negócios", comentou.

O Brasil tem dívida pública de R$ 3,8 trilhões, ressaltou o secretário. "Esse é o legado da social-democracia para o Brasil." Mattar reforçou que esse número precisa ser reduzido e que a meta com as privatizações este ano é arrecadar no mínimo US$ 20 bilhões. Para reduzir esta dívida, uma das soluções imediatas é vender ativos, afirmou ele.

O secretário citou que o país tem 134 estatais e 743,322 mil imóveis, números que precisam ser reduzidos. "O patrimônio da União é uma monstruosidade."

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

MARKET MAKERS

Quer vender um fundo? Confira dicas e novidades úteis para investimentos nesta indústria

18 de agosto de 2022 - 9:21

Testarei um formato de “Colunista dos Fundos”, trazendo algumas novidades úteis (para mim, pelo menos) sobre a indústria de fundos, só que contadas quase como pílulas

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa acompanha exterior e abre o dia em alta; dólar cai a R$ 5,16

18 de agosto de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas operam sem direção definida nesta quinta-feira (18), sem maiores destaques para o dia. Os investidores digerem a publicação da ata da mais recente reunião do Federal Reserve. Os números do índice de preços ao consumidor da Zona do Euro bateram um novo recorde pela manhã, ao passo de 8,9% ao […]

PALAVRA DO TRADER

Investimento não é aposta! O que fazer para não cair na Falácia do Jogador

18 de agosto de 2022 - 8:49

Na negociação de ações, quanto mais curto o prazo que olhamos, mais suscetíveis estamos à Falácia do Jogador, quando temos a crença de que determinados eventos estão conectados, mesmo quando não existe relação entre eles

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Swing trade na B3: Oportunidade de lucro de mais de 8% com ações da Locaweb (LWSA3); confira a recomendação

18 de agosto de 2022 - 8:08

Identifiquei uma oportunidade de swing trade baseada na análise quant – compra dos papéis da Locaweb (LWSA3). Veja os detalhes

O melhor do Seu Dinheiro

A panela do diabo: Saiba como a agenda esvaziada da bolsa e outras notícias podem impactar seus investimentos hoje

18 de agosto de 2022 - 8:07

Na ausência de indicadores e de eventos corporativos relevantes, a tendência é que o Ibovespa caminhe a reboque das bolsas estrangeiras. E isso não é muito bom hoje. Entenda

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies