Menu
2019-04-05T15:45:41-03:00
Estadão Conteúdo
Reforma em debate

BPC, políticos e militares polarizam Previdência

Dados da FGV mostram que a apresentação de um novo projeto mudou o polo de discussões da reforma

16 de março de 2019
9:49 - atualizado às 15:45
carteira-de-trabalho
Entre os dias 7 de março e 14 de março, foram identificados quase 137 mil mensagens no Twitter com o tema Previdência - Imagem: Shutterstock

Três temas têm se sobressaído nas discussões sobre a reforma da Previdência no Twitter: o BPC (benefício de prestação continuada, o auxílio a idosos mais pobres) e as aposentadoria de políticos e militares. A conclusão é de um estudo feito pela Diretoria de Análises de Políticas Públicas (Dapp) da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

De acordo com o estudo, entre os dias 7 de março e 14 de março, foram identificados quase 137 mil mensagens no Twitter com o tema Previdência, sendo pouco mais de 116 mil com os três temas citados. De acordo com a Dapp, as discussões sobre a reforma previdenciária voltaram a ganhar relevância nas redes sociais após o carnaval - quando, como era de se esperar, perderam importância. E, em relatório, os analistas chamam a atenção para o fato de que a polarização em torno do tema segue muito forte, embora não haja uma presença impactante de robôs interagindo no debate: o estudo apontou uma presença inferior a 2% do total de "retuítes" (mensagens reenviadas).

De acordo com o estudo, até o fim do ano passado, quando o debate sobre a reforma previdenciária ainda se dava em torno do projeto apresentado pela equipe econômica do ex-presidente Michel Temer, as principais discussões eram associadas à "disparidade entre os privilégios e benefícios de categorias do serviço público, em especial o Poder Judiciário - criticado à esquerda e à direita".

A apresentação de um novo projeto mudou esse polo de discussões para o BPC e a previdência de políticos e militares. No caso do BPC, há mobilizações políticas da oposição para questionar as consequências da reforma a pobres e idosos, associando-a à ausência, até o momento, de um pronunciamento sobre a situação dos militares. Do outro lado, diz o estudo, perfis da base de apoio ao governo continuam ativos com o argumento de que a reforma é essencial para que o País não quebre. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

PREÇOS EM ALTA

Projeções para inflação em 2021 continuam se afastando do centro da meta

Relatório Focus mostra que economistas reajustaram expectativas para IPCA pela nona semana consecutiva e esperam dólar acima de R$ 5,10

O melhor do Seu Dinheiro

Papel, celulose e tesoura

O que você diria de uma empresa que teve um prejuízo anual de quase R$ 11 bilhões e ainda assim conseguiu melhorar praticamente em todas as frentes operacionais? Esse é o curioso caso da produtora de papel e celulose Suzano. Com quase toda a receita em dólar, a companhia teve um forte avanço na geração […]

COMO DOMAR O LEÃO

Seu Dinheiro lança Guia do Imposto de Renda 2021 com orientações para preencher a declaração e pagar menos imposto; conheça

Veja como declarar imóveis, dependentes, pensão alimentícia e investimentos. O curso mostra o que mudou no Imposto de Renda 2021 e caminhos legais para pagar menos imposto ou receber uma restituição maior.

"Cheque em branco"

Câmara analisa retirar o limite de R$ 44 bilhões para pagamento de auxílio emergencial

O medo da maioria dos deputados é de que o governo receba um “cheque em branco” e descontrole os gastos

em recuperação judicial

Oi prorroga acordo de exclusividade com fundo do BTG para negociar rede de fibra

Acerto, estendido para 5 de abril, prevê que oferta do fundo servirá como referência para o leilão dos ativos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies