Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-20T18:15:33-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Reformas

Bolsonaro libera R$ 1,13 bi em emendas parlamentares em semana de reforma

Liberação de recursos ocorre na semana em que o governo trabalha na conquista de votos para a reforma da Previdência. Presidente diz estar confiante na aprovação na proposta

9 de julho de 2019
12:40 - atualizado às 18:15
O presidente Jair Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro - Imagem: Marcos Corrêa/PR/Flickr/Planalto

O governo de Jair Bolsonaro liberou R$ 1,13 bilhão em emendas parlamentares voltadas para a área da saúde. A decisão está formalizada em 37 portarias editadas na segunda-feira, 8, à noite em duas edições extraordinárias do Diário Oficial da União (DOU) publicadas com data da segunda-feira.

A liberação dos recursos ocorre na semana em que o governo trabalha na conquista de votos de deputados pela aprovação da reforma da Previdência na Câmara. O processo de votação da proposta deverá ser iniciado ainda nesta terça e se estender até o fim da semana.

Levantamento da ONG Contas Abertas, divulgado pelo jornal "O Globo", mostra que, nos primeiros cinco dias de julho, o governo empenhou R$ 2,5 bilhões de emendas parlamentares. A reportagem não detalha se nesse montante está incluído o valor da liberação da saúde.

Além dos valores, as portarias indicam municípios de vários Estados que estão habilitados a receber os recursos das emendas, que, segundo o ato, serão aplicados para "incremento temporário do Limite Financeiro da Assistência de Média e Alta Complexidade (MAC)".

Em comunicado, o Ministério da Saúde disse que a liberação de emendas na semana foi ação "prevista".

Confiando no general

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira, 9, que está confiante de que a proposta que altera as regras de aposentadoria do país será aprovada em dois turnos pela Câmara dos Deputados ainda antes do recesso parlamentar, que começa em 18 de julho. O presidente confiou a aprovação à atuação do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que Bolsonaro chamou de "general".

"Segundo informações de vocês mesmos, o Rodrigo Maia é o nosso general dentro da Câmara agora para aprovar com toda certeza antes do recesso os dois turnos dessa nova Previdência", disse o presidente a jornalistas após sair do Ministério do Meio Ambiente. O encontro não constava na agenda de Bolsonaro nem na do ministro Ricardo Salles.

"Eu sou apaixonado pelo trabalho de Ricardo Salles. É um ministério extremamente importante para o futuro do Brasil. O ministro está recebendo agora a bancada do Amazonas, também tinha interesse em encontrar o pessoal, trocar ideias", disse Bolsonaro, ao ser questionado por jornalistas sobre o encontro surpresa.

Ao lado de Bolsonaro, o ministro voltou a dizer que o governo trabalha na defesa do desenvolvimento do Brasil, "cuidando do meio ambiente, mas respeitando e reconhecendo as necessidades das pessoas". Questionado sobre a continuidade do Fundo Amazônia, Salles afirmou que o governo trabalha para ter "a melhor solução possível para os brasileiros, para o Brasil, para o cuidado com o meio ambiente, para o desenvolvimento".

"Nossa soberania acima de tudo. O Brasil agora tem um presidente e um governo diferente de muitos que nos antecederam e não vamos ceder a pressões externas de ninguém, quem dirá daqueles que não têm nada de exemplo a dar para nós", respondeu Bolsonaro.

*Com Estadão Conteúdo
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa na onda das commodities, short de Nubank e o fim das ações das Lojas Americanas: veja as principais notícias do dia

Entre importar o otimismo ou o pessimismo do exterior, a bolsa brasileira tem preferido a primeira opção, nos últimos dias. Em mais um dia negativo para as bolsas americanas, o Ibovespa novamente nadou contra a maré vermelha e fechou em alta, impulsionado pelo avanço dos preços das commodities – sobretudo do minério de ferro. Com […]

Fechamento Hoje

Ibovespa novamente contraria exterior, sobe mais de 1% e fecha acima dos 108 mil pontos; dólar cai abaixo de R$ 5,50

Mesmo com dia negativo em Nova York, Ibovespa é impulsionado pelas commodities; varejistas e techs se recuperam com alívio nos juros futuros

CRYPTO NEWS

Cada vez mais países devem formar reservas de Bitcoin ao longo de 2022; entenda como você pode aproveitar

Você provavelmente já viu uma imagem similar a esta abaixo. Ela mostra o conceito da curva de adoção, em S, de uma nova tecnologia ou produto. A curva em formato de sino é um reflexo da curva em S, mostrando o tamanho, ao longo do tempo, dos públicos que aderem a tal inovação. Malcolm Gladwell […]

NOVAS BAIXAS

Dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pedem demissão do cargo; saiba quem são os substitutos

Um dos secretários vai para a Funpresp-Exe e o outro, para o Legislativo. Receita Federal diz que saída de seu diretor ocorreu a pedido do servidor

CONCESSÃO RECORDE

Caixa bate recorde em 2021 ao conceder R$ 140,6 bi em crédito habitacional e diz não esperar mais altas nos juros no financiamento imobiliário; entenda

O executivo afirmou que a Caixa segue os juros futuros com vencimento em oito anos para definir as taxas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies