Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-02T12:29:43-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Adeus, estatais

Dinheiro na mão! Privatizações podem render R$ 500 bilhões aos cofres do governo, diz Bradesco

Do total de privatizações esperadas pelo Bradesco, o governo pode arrecadar até R$ 221 bilhões nos próximos dois anos. Isso caso a reforma da Previdência seja aprovada, é claro

2 de abril de 2019
12:29
Refinaria Abreu e Lima da Petrobras
Participações da Caixa e do BNDES na Petrobras podem render R$ 60 bilhões, segundo o Bradesco BBI - Imagem: Divulgação

R$ 500 bilhões. Esse é o volume de recursos que pode entrar nos cofres do governo com as privatizações e vendas de participações em estatais. A estimativa é do Bradesco BBI, unidade do banco que atende o segmento de atacado.

A análise foi feita pela equipe do Bradesco com base nas projeções feitas por Salim Mattar, secretário de Privatizações do governo Bolsonaro. O valor considera as estatais que efetivamente têm condições de serem negociadas, por isso é menor que os R$ 800 bilhões em negócios potenciais esperados pelo governo.

Do total de privatizações esperadas pelo Bradesco, o governo pode arrecadar até R$ 221 bilhões nos próximos dois anos. Os números foram apresentados por Marcelo Noronha, vice-presidente do banco, em uma entrevista coletiva que aconteceu durante um evento promovido pelo BBI para investidores brasileiros e estrangeiros em São Paulo.

O banco também mapeou a forma como essas empresas podem passar para as mãos da iniciativa privada. Do total de privatizações esperadas para os próximos dois anos, R$ 57 bilhões devem acontecer via ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês).

Outros R$ 101 bilhões virão com a venda de ações de empresas já listadas na bolsa (follow ons). Só a venda das participações da Caixa Econômica Federal e do BNDES na Petrobras podem render R$ 60 bilhões, segundo os cálculos do banco.

Os demais R$ 62 bilhões devem vir com a venda direta para investidores estratégicos. "São estatais que prestam serviços para o governo e não teriam demanda no mercado de capitais", afirmou Noronha.

O efetivo cumprimento das projeções para as privatizações depende, é claro, da aprovação da reforma da Previdência. No cenário-base do Bradesco, as mudanças nas regras para a aposentadoria devem ser aprovadas pela Câmara até julho deste ano, co uma economia de até R$ 800 bilhões nos próximos dez anos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Dia Agitado

Após receber aporte bilionário, Ânima (ANIM3) compra participação em plataforma para formação de profissionais de saúde

Através de sua controlada Inspirali, a mesma a receber o aporte mais cedo, a companhia fechou um acordo para a aquisição de 51% da IBCMED

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ômicron e Powell assustam mercados, mas criptomoedas escapam da queda; confira os destaques do dia

O fim de novembro chega carregado de expectativa para o início oficial da temporada das festas de final de ano. As tradições natalinas podem variar de família para família, mas algumas coisas são universais — como as retrospectivas pessoais e a presença do clássico “Então é Natal”, da cantora Simone, em quase 100% dos lares […]

Natal antecipado

Dividendos: Blau Farmacêutica (BLAU3) vai distribuir juros sobre o capital próprio (JCP); confira o valor por ação

A ‘data de corte’ para os proventos, que devem cair na conta dos acionistas em 15 de dezembro, é na próxima sexta-feira (3)

FECHAMENTO DOS MERCADOS

PEC dos precatórios caminha e limita queda do Ibovespa, mas índice fecha novembro no vermelho; dólar vai a R$ 5,63

A nova variante do coronavírus e o posicionamento do Fed diante das ameaças amargaram o humor dos investidores no exterior, mas o Ibovespa conseguiu se segurar nos 100 mil pontos com o noticiário político.

Correria no Congresso

Governo quer esperar, mas presidente do Senado estuda votar PEC dos precatórios ainda hoje

O governo acredita já ter os votos necessários para aprovar a proposta, mas esperava garantir uma margem maior antes da votação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies