Menu
2019-06-04T09:17:37-03:00
Estadão Conteúdo
mais rapidez

Senado aprova urgência para projeto que retoma MP do saneamento

Proposta de Tasso Jereissati argumenta sobre a abertura do setor a empresas privadas; projeto será analisado pela comissão de Infraestrutura e, se aprovado, será enviada para o plenário da Casa

4 de junho de 2019
6:55 - atualizado às 9:17
Plenário do Senado
Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária para votar as medidas provisórias 871/2019, que combate irregularidades em benefícios previdenciários e 872/2019. - Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) apresentou nesta segunda-feira, 3, um projeto de lei para tratar da questão do saneamento básico no País. O plenário do Senado aprovou urgência para a proposta, que será analisada pela comissão de Infraestrutura e, se aprovada, será enviada para o plenário da Casa.

O senador foi o relator de uma medida provisória sobre o mesmo tema, mas ela acabou não sendo votada nem pela Câmara nem pelo Senado e sua validade acabou nesta segunda-feira. Por isso, um acordo foi construído para que o tema voltasse a tramitar por projeto de lei.

A proposta de Jereissati é defendida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que argumenta sobre a abertura do setor a empresas privadas. Porém, o deputado disse nesta segunda mais cedo que a Casa também colocará em votação um projeto sobre o mesmo tema.

"Quem votar primeiro, o outro depois é a casa revisora. Nesse tema do saneamento a gente não pode ter vaidade. Não interessa quem é a casa revisora. O que interessa é a gente avançar em um tema que envergonha a todos nós", disse Maia.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies