Menu
2019-09-06T14:15:30-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Juros

Powell fala em atuar de forma apropriada para sustentar crescimento dos EUA

Presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Jerome Powell, mantém discurso e afasta possibilidade de recessão nos EUA e no mundo

6 de setembro de 2019
14:12 - atualizado às 14:15
Jerome Powell
Presidente do Fed, Jerome Powell - Imagem: Print Banco Central da Suíça

O presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Jerome Powell, manteve a mensagem de que a autoridade monetária vai atuar de forma apropriada para sustentar o crescimento da economia americana.

Powell participa de um debate na Suíça, onde reafirmou que o cenário base do Fed é de crescimento moderado da economia, mercado de trabalho forte e inflação em direção à meta de 2% ao ano.

Por ora, a fala não teve grande impacto nos mercados americanos. O Dow Jones manteve a alta de cerca de 0,30% que apresentava antes da fala do presidente.

Perguntado se espera uma recessão nos EUA, Powell falou que uma recessão não é o cenário mais provável para os EUA e para a economia mundial.

Segundo Powell, as perspectivas são positivas com relação à economia porque o Fed conseguiu reduzir a expectativa com relação ao futuro das taxas de juros. E isso ajudou a construir essas expectativas positivas.

Questionado sobre a guerra comercial, Powell voltou a falar que política comercial não é algo que está no mandato do Fed. O que acontece, segundo ele, é que as questões comerciais estão elevando a incerteza, fazendo algumas empresas adiar investimentos. Assim, o trabalho do Fed é usar suas ferramentas para sustentar a economia.

Nos mercados, a expectativa era de alguma indicação mais forte com relação á possibilidade de corte de juros na reunião do dia 18. Hoje, os dados de emprego saíram um pouco abaixo do previsto, mas a mensagem de Powell sobre mercado de trabalho é que ele segue forte, assim como o consumo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

atuação da gestora TreeCorp

Marca de acessórios para animais de estimação recebe aporte de R$ 100 milhões

Zee.Dog tem crescimento acelerado neste início de 2020, com mais consumidores de olho na compra online de produtos e serviços por conta da pandemia

esquenta dos mercados

Dados econômicos positivos não impedem que cautela reine em dia de Wall Street fechada

Os investidores europeus adotam uma postura mais cautelosa diante do crescimento do número de casos do coronavírus nos Estados Unidos.

após boicote

Anunciantes voltarão em breve, diz Zuckerberg

Segundo o site americano especializado em tecnologia The Information, o executivo teria dito que estava relutante a encarar o movimento e chegou a apostar que os anunciantes voltariam para a plataforma em breve

sobre desmatamentos

Pressionado, governo faz carta a investidores

Estadão apurou que os ministérios do Meio Ambiente, Agricultura, Defesa, Justiça e Itamaraty já se reuniram para levantar dados e, a partir dessas informações, consolidar uma carta de resposta

agenda

Marinho diz que reforma tributária é a mais importante no momento

Fala do ministro endossada pelo presidente Jair Bolsonaro, que disse ver no sistema tributário do País um dos maiores entraves a empreendedores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements