Menu
2019-12-26T07:26:06-03:00
Infrações na estatal

Ex-presidente da Petrobras tem aposentadoria cassada

José Sérgio Gabrielli chefiou a estatal entre 2005 e 2012, durante os governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff

25 de dezembro de 2019
19:46 - atualizado às 7:26
José Sergio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras
José Sergio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras - Imagem: Geraldo Magela/ Agência Senado

A Controladoria-Geral da União cassou a aposentadoria do ex-presidente petista da Petrobras José Sérgio Gabrielli. Ele chefiou a estatal entre 2005 e 2012, durante os governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

O ato foi publicado na edição do Diário Oficial da União de terça-feira, 24, e é assinado pelo ministro substituto da CGU, Valmir Gomes Dias. Com base em parecer de 6 de dezembro, a CGU entendeu que a aposentadoria pôde ser cassada porque o petista praticou infrações disciplinares à frente do cargo.

Gabrielli é investigado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em processo que apura superfaturamento de obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Além de chefiar a Petrobras, Gabrielli também trabalhou como professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

covid no brasil

Covid-19: Brasil tem 97.256 óbitos e 2,02 milhões de recuperados

Atualmente, 741.180 pacientes estão em acompanhamento

Resultados que mexem o mercado

Braskem, AES Tietê, SulAmérica: os balanços que vão movimentar o mercado nesta quinta

Resultados financeiros do primeiro trimestre afetam mercado em meio à pandemia

seu dinheiro na sua noite

O fim de um ciclo?

Após um ano de cortes sucessivos, o atual ciclo de queda da taxa básica de juros, a Selic, parece ter chegado ao fim nesta quarta-feira. No início da noite, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) anunciou a redução dos juros em 0,25 ponto percentual, para 2,00% ao ano, como já era esperado […]

Novo corte

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 2,00% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central cortou a Selic mais uma vez

Mínima histórica

Banco Central reduz Selic para 2% ao ano e sinaliza fim do ciclo de cortes de juros

Essa foi a nona (e última?) redução consecutiva no atual ciclo de queda da Selic, que começou em julho do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements