Menu
2019-08-29T11:13:39-03:00
Tudo liberado!

Cade aprova compra de ativos da Petrobras em polos no Rio pela Trident Brasil

Estatal foi liberada para exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural nos Polos de Enchova e Pampo

28 de agosto de 2019
14:23 - atualizado às 11:13
Petrobras
Imagem: Geraldo Falcão/Agência Petrobras

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a aquisição, pela Trident Brasil, dos ativos detidos pela Petrobras para exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural nos Polos de Enchova e Pampo, localizados no Estado do Rio de Janeiro. A decisão do órgão está publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo parecer sobre a operação, esses ativos são regidos por dez contratos de concessão diferentes entre a Petrobras e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e cada contrato refere-se a um campo particular incluído na área de concessão (Bicudo, Bonito, Enchova, Enchova Oeste, Marimbá, Pirauná, Badejo, Linguado, Pampo e Trilha).

A Trident Brasil, que foi criada para os fins desta operação, não tem ainda nenhuma atividade no Brasil, segundo informações enviadas pela empresa ao Cade. A Trident Brasil é uma subsidiária da Trident Energy, uma empresa independente na área de petróleo e gás, especializada na aquisição e melhoria operacional de ativos de produção maduros.

Até o momento, a Trident Energy possui apenas ativos localizados no Golfo de Guiné, na Guiné Equatorial (África).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

números da pandemia

Brasil chega a 72,1 mil mortes por covid-19, diz Ministério da Saúde

Foram registrados 24.831 novos casos da doença; total chegou a 1.864.681

entrevista

‘Brasil virou pária do investimento internacional’, diz Persio Arida

Um dos signatários da carta de ex-ministros da Fazenda e do BC em defesa de uma retomada econômica “verde”, ele observa que o presidente tem feito uma “política ambiental horrenda” e na contramão do mundo

ao menos sete parlamentares

Verba de gabinete é usada para lucrar na internet

Deputados da base governista recorreram a empresas contratadas com dinheiro da cota parlamentar e assessores pagos pela Casa para gerir canais monetizados no YouTube

entrevista

‘Caminhamos para o precipício ambiental’, diz CEO da Suzano

Walter Schalka diz que a sustentabilidade tem de unir empresas e governo para que o Brasil possa virar uma potência ambiental no mundo

decisão da justiça

Ex-secretário, vereador e empresário de Marília tornam-se réus por fraudes

De acordo com o Ministério Público Federal, o grupo é acusado de corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements