🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-20T11:07:59-03:00
Camille Lima
PLANO DE DESINVESTIMENTOS

Petrobras (PETR4) recebe aval do Cade para vender Albacora Leste para PRIO (PRIO3); o que falta para a petroleira embolsar US$ 2,2 bilhões?

Com o negócio, a antiga PetroRio se tornará operadora da concessão de Albacora Leste; a participação restante, de 10%, continuará pertencendo à Repsol Sinopec Brasil

20 de junho de 2022
11:07
Petrobras PETR4
Petrobras - Imagem: Shutterstock

O processo de desinvestimentos da Petrobras (PETR4) está rendendo um bom dinheiro para a petroleira — e, logo, a estatal deve colocar mais alguns bilhões de dólares em caixa. O Cade aprovou, sem restrições, a venda da fatia da empresa na concessão do campo de Albacora Leste para a subsidiária da PRIO (PRIO3).

A PetroRio Jaguar anunciou em abril a compra da participação de 90% da Petrobras no campo, localizado em águas profundas na Bacia de Campos. Porém, o fechamento da operação bilionária depende de certas condições precedentes, como a aprovação do Cade.

Com o negócio, a PRIO se tornará operadora da concessão de Albacora Leste, enquanto a participação restante, de 10%, continuará pertencendo à Repsol Sinopec Brasil.

"Para o Grupo PetroRio, a operação está alinhada com seu modelo de negócios e estratégia de geração de valor. Já para a Petrobras, a operação faz parte do Programa de Parcerias e Desinvestimentos da Petrobras, estando alinhada ao Plano Estratégico 2022-2026, que prevê a otimização do portfólio da companhia", disse o Cade.

Por que a Petrobras vendeu a participação para a PRIO?

Não é novidade que a Petrobras (PETR4) quer se desfazer de alguns de seus ativos para gerenciar melhor seu portfólio e melhorar sua alocação de capital, concentrando-se cada vez mais na exploração em águas profundas — e a venda da participação em Albacora Leste segue essa dinâmica. 

“A gestão de portfólio permite que a Petrobras consiga focar seus recursos nos seus projetos prioritários para geração de valor”, disse César Cunha de Souza, gerente executivo de águas profundas da Petrobras.

O campo de Albacora Leste, situado na área norte da Bacia de Campos, registrou produção média diária de 25,4 mil barris de óleo por dia entre janeiro e março de 2022, além de 615,3 mil metros cúbicos por dia de gás.

A compra da participação é um passo importante para a PRIO (PRIO3). Assim que o negócio for concluído, os números de produção e reserva da petroleira devem dobrar e maximizar a geração de valor para a companhia.

“Nossos planos incluem investimentos extensivos no campo, gerando empregos, impostos e até criando cursos e programas de treinamento para sustentar a operação da nova plataforma adquirida. Tudo isso com um grande foco na preservação do meio ambiente, segurança, redução da pegada de carbono e extensão da vida útil dos ativos”, disse Roberto Monteiro, CEO da PRIO.

Detalhes do negócio

A venda da fatia de 90% da Petrobras (PETR4) na concessão de Albacora Leste para a PRIO (PRIO3) foi anunciada em abril. O negócio foi fechado por até US$ 2,2 bilhões, sendo que cerca de US$ 292,7 milhões serão pagos na assinatura do contrato, em data a ser definida. 

A maior fatia do pagamento, de US$ 1,66 bilhão, deverá ser paga pela PRIO na conclusão da transação. 

Enquanto isso, os US$ 250 milhões restantes serão embolsados em pagamentos contingentes, a depender das cotações futuras do petróleo do tipo Brent, referência no mercado internacional.

Vale destacar que os valores não consideram os ajustes que eventualmente seriam feitos até o fechamento da transação. 

A conclusão da operação ainda depende do não exercício do direito de preferência pela Repsol Sinopec Brasil e da aprovação da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies