A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-04-02T22:15:02-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
À prova de balas?

Paulo Guedes chega aquecido para audiência na CCJ

Ministro da Economia esteve com mais de 50 deputados ao longo da terça-feira discutindo a reforma da Previdência

3 de abril de 2019
5:17 - atualizado às 22:15
Paulo Guedes
Ministro Paulo Paulo Guedes em audiência na CAE do Senado - Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, comparece hoje, às 14 horas, no plenário da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados e já chega aquecido para um duro jogo político que vai durar muitas horas.

A missão de Guedes é convencer os deputados a não desidratar (muito) a proposta original e minguar a previsão de economia de R$ 1 trilhão da reforma da Previdência. O mercado financeiro vai acompanhar de perto o desempenho de Guedes e a receptividade às falas do ministro. Não estranhe se a bolsa e o dólar oscilarem de acordo com a temperatura da comissão.

Ao longo da terça-feira, Guedes esteve no "aquecimento" com mais de 50 deputados do PSL, DEM, PSD e PRB, dentro da estratégia anunciada na semana passada de atuar no corpo a corpo da articulação política. A CCJ conta com 66 deputados.

Já discutimos aqui os riscos dessa estratégia e é difícil fazer um balanço taxativo dessa primeira rodada. Nota de corretora que circulou ontem capturou um tom positivo, destacando a disposição do governo em dialogar.

Já um analista político me disse que o cenário será de variações constantes de humor. Rodrigo Maia e boa parte do Congresso não podem partir para o enfrentamento político sob a pena de ficarem identificados como “velha política” e voltarem a apanharam de membros de dentro e de fora do governo e das redes sociais.

Se a proposta sair intacta da CCJ, que avalia apenas se a matéria respeita os preceitos constitucionais, pode-se considerar uma primeira vitória. É necessária maioria simples dos votos.

Mas enquanto o líder do governo da Câmara, major Vitor Hugo, falou em manter o texto intacto, o próprio secretário da Previdência, Rogério Marinho, admitiu que as mudanças no BPC e no sistema rural podem cair.

Na Comissão Especial, onde se discute o mérito das alterações, a briga será ainda mais acirrada. Já há intensa movimentação de deputados e categorias, notadamente funcionários públicos, que vão atuar pesado para manter tudo como sempre foi, na melhor lógica de direitos adquiridos, com seus custos difusos e benefícios concentrados.

Tiros e pedradas

Paulo Guedes decretou guerra aos “amigos do Rei” e literalmente estará no campo de batalha onde todos os tipos de interesses, dos mais nobres aos mais subterrâneos, são representados.

Na semana passada, temendo levar tiros e pedradas da base e da oposição, Guedes cancelou sua participação na CCJ, abrindo o flanco para levar alguns golpes. As explicações foram dadas ao longo de cinco horas de audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

No entanto, um acordo foi costurado e o ministro volta, hoje, como convidado e não como "intimado".

Certamente a desistência será rememorada, mas Guedes contará com um bom guarda-costas, pois o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já disse e reafirmou que acompanhará o ministro. O líder do PSL, delegado Waldir, prometeu arrumar um colete à prova de balas para ele.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa futuro pega carona no exterior e abre em alta; dólar vai a R$ 5,15

12 de agosto de 2022 - 9:07

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais amanheceram em alta nesta sexta-feira (12), em um movimento de reação à inflação controlada nos EUA. Os investidores esperam que o BC americano reduza a intensidade do aperto monetário para a próxima reunião e não mais eleve os juros em 75 pontos-base. Por aqui, os balanços mexem com o […]

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucro de mais de 5% em swing trade com a Taurus (TASA4); confira a recomendação

12 de agosto de 2022 - 8:39

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Taurus (TASA4). Saiba os detalhes da análise

O melhor do Seu Dinheiro

Tabus existem para serem quebrados: De futebol a investimentos em estatais, confira o que mexe com o seu bolso hoje

12 de agosto de 2022 - 8:30

O tabu da vez no mundo do futebol refere-se à gestão financeira dos clubes. No ano passado, uma variação do clube-empresa entrou em cena: a Sociedade Anônima do Futebol (SAF); entenda

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsa local reage aos balanços do Magalu (MGLU3) e varejistas enquanto exterior se recupera de ‘semana da inflação’ hoje

12 de agosto de 2022 - 7:42

Sem maiores indicadores para o dia, os investidores internacionais buscam novas pistas do aperto monetário do Federal Reserve

Balanço

Oi (OIBR3) sai de lucro para prejuízo no 2T22, mas dívida líquida desaba

12 de agosto de 2022 - 6:45

Oi reportou prejuízo líquido de R$ 320,8 milhões entre abril de junho, vinda de um lucro de R$ 1,09 bilhão no mesmo período do ano anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies