Menu
2019-06-13T09:54:20-03:00
Estadão Conteúdo
Empresa em recuperação judicial

Oi recebe duas propostas por tele angolana

Em conferência com investidores em maio, o diretor financeiro da Oi chegou a mencionar que a operadora estava progredindo nas negociações e acrescentou que os ativos não estratégicos têm um potencial de gerar cerca de R$ 7 bilhões

13 de junho de 2019
7:50 - atualizado às 9:54
Imagem do prédio da operadora Oi
Imagem do prédio da operadora Oi, no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. - Imagem: Estadão Conteúdo/Paulo Vitor

A Oi poderá dar um passo importante no processo de venda de ativos, um dos pilares de sua recuperação judicial. Segundo apurou o Estadão/Broadcast, a tele recebeu duas propostas para vender a participação de 25% no capital na Unitel, maior operadora de telefonia móvel de Angola. Ambas vieram de outros acionistas da empresa.

Uma das propostas teria partido de uma das mulheres mais ricas da África, Isabel dos Santos, que também possui 25% da operadora angolana - o valor seria de US$ 850 milhões. A outra proposta partiu da Sonangol, estatal angolana do ramo petrolífero e também dona de 25% da operadora. O lance seria de US$ 1 bilhão, à vista.

Segundo fontes, as propostas foram levadas ao conselho de administração da Oi pelo diretor financeiro e de relações com investidores, Carlos Brandão, em reunião em 29 de maio.

Em conferência com investidores em 14 de maio, Brandão chegou a mencionar que a operadora estava progredindo nas negociações e acrescentou que os ativos não estratégicos têm um potencial de gerar cerca de R$ 7 bilhões, mas sem um prazo definido de conclusão.

A Oi afirmou, ontem, que não recebeu proposta da estatal Sonangol. A companhia disse ainda que tem conversado com potenciais interessados. "A Oi informa (...) que qualquer alienação estará condicionada (...) à aprovação pelo conselho de administração e pelo juízo da 7.ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, além da decisão judicial proferida pelo referido juízo, que determinou a necessária submissão prévia e aprovação da operação pelo mesmo juízo e pelo Ministério Público", disse a empresa, em nota.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Orçamento apertado

Segmentos mais impactados de comércio e serviços tiveram perdas de R$ 225,7 bi em 2020

Montante é maior que o total produzido por países como Sérvia e Tunísia. Varejo de roupas perdeu 10% do seu tamanho no ano passado

Novidades na B3?

Multilaser e Invest Tech entram na fila de pedidos de IPO

As duas empresas engrossam a lista de ofertas em análises na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que já conta com 28 pedidos

Ainda falta chão...

Reforma administrativa dá mais um passo na Câmara dos Deputados

O relator leu hoje seu parecer pela constitucionalidade da proposta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ); votação deve ocorrer a partir do dia 20

Novo momento

Fertilizantes Heringer registra prejuízo líquido de R$ 7,46 milhões no 1º tri

Empresa teve melhor Ebitda da história para um primeiro trimestre, mas resultado foi impactado por despesas financeiras

na b3

GetNinjas estreia em queda na bolsa, após IPO com ação abaixo do previsto

Empresa levantou R$ 550 milhões na oferta inicial de ações, com desconto de quase 20% do valor do papel em relação ao preço mínimo da faixa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies