Menu
2019-04-04T09:02:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Em processo de adesão

Governo brasileiro tentará diálogo com a OCDE em Davos

Diálogo ocorre em meio ao processo de adesão do Brasil à organização, iniciada formalmente pelo governo Michel Temer em 2017

22 de janeiro de 2019
9:08 - atualizado às 9:02
Logo da OCDE, na sigla em inglês
Imagem: shutterstock

Na busca por parcerias estratégicas no comércio internacional, o governo brasileiro tenta dialogar com a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

A informação é do Broadcast, do Estadão, desta terça-feira, 22.

O Brasil está em processo de adesão à organização, iniciada formalmente no governo de Michel Temer.

A previsão, de acordo com uma fonte do "Estadão", é que haja uma reunião entre o secretário-geral da OCDE, José Ángel Gurría, e o ministro da Economia brasileiro, Paulo Guedes, amanhã pela manhã.

A solicitação para entrar no processo de acessão ao órgão ocorreu em meados de 2017. Gurría sempre foi um entusiasta da participação do País, que hoje já é um membro especial da entidade internacional, fazendo parte de muitas pesquisas da instituição. O governo brasileiro também deslocou para Paris, onde é a sede da Organização, um diplomata com exclusividade para "tocar o processo". Isso ocorreu também no governo anterior, e ainda permanece assim.

A entrada do Brasil na OCDE, porém, não é a única da lista. Outros cinco países também estão neste processo, que acabou sendo paralisado desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, diminuiu a importância da participação americana em organismos multilaterais. Por enquanto, os EUA, que são os principais responsáveis pelo orçamento da OCDE, já sinalizaram que não desejam a entrada de novos membros.

O governo de Bolsonaro, porém, vem estreitando relacionamento com a maior potência econômica do globo e é possível que busque uma aproximação para auxiliar na entrada na Organização.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

coronavírus

Covid-19: Brasil tem 8,4 milhões de casos e 61 mil novos diagnósticos nas últimas 24h

Segundo ministério, 7.388.784 pacientes recuperaram-se da doença

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies