Menu
2020-01-24T08:31:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mudanças à vista

Plano para tributar economia digital pode ser lançado este ano, diz secretário-geral da OCDE

Projeto ainda depende de amplo acordo internacional. Mais um passo para o entendimento foi anunciado nessa quinta-feira

24 de janeiro de 2020
8:04 - atualizado às 8:31
ANGEL GURRÍA OCDE
Imagem: IFF / Youtube / Reprodução

Um plano para taxar a economia digital e salvar centenas de bilhões de dólares de impostos poderá ser lançado este ano, com apoio de 137 países, segundo o secretário-geral da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Angel Gurría.

Apresentado para consultas em outubro do ano passado, o plano ainda depende de amplo acordo internacional. Mais um passo para o entendimento foi anunciado nessa quinta-feira, 23, pelo ministro de Finanças da França, Bruno le Maire: os governos francês e americano concordaram em negociar as bases de um imposto digital global.

O governo dos Estados Unidos vinha ameaçando sobretaxar produtos franceses. Seria uma resposta à nova tributação de serviços prestados por empresas como Google, Apple, Facebook e Amazon.

Como tributar a economia digital foi tema de um painel, nessa quinta-feira, na reunião do Fórum Econômico Mundial. Enquanto as atividades digitais prosperam e se espalham por todo o mundo, os países perdem receita de impostos.

A tributação ainda é geralmente baseada na presença física das empresas ou de suas filiais ou subsidiárias. Mas um volume crescente de negócios é hoje realizado sem essa presença.

Além disso, empresas podem alojar-se, para fins tributários, em paraísos fiscais, como Bermudas, Ilhas Cayman, Bahamas ou Jersey. Economias avançadas e de tributação moderada, como Irlanda, Cingapura e Holanda, também podem ser atraentes. A guerra fiscal, com redução de tributos para atração de investimentos, também prejudica a arrecadação de muitos países.

"Quanto maior você é, menos imposto você paga", comentou o ministro Le Maire. "Como pode isso ser aceitável"?

Detalhes

O plano proposto pela OCDE prevê, entre outros detalhes, a cobrança do imposto nos países onde estão os consumidores de bens e serviços, independentemente da presença das empresas.

Além disso, os impostos seriam cobrados a partir de um nível determinado de receita. Seria um mínimo de segurança fiscal para todos os países participantes.

Estudo divulgado pelo Fórum aponta três características muito importantes dos modelos de negócios digitais:

  1. capacidade de atingir mercados sem presença física;
  2. presença de ativos intangíveis;
  3. aproveitamento de dados pessoais e profissionais dos usuários de redes sociais.

Só no Brasil, por exemplo, redes populares e de grande alcance operam com mais de cem milhões de usuários cada uma. Implantar uma tributação eficiente é apenas um dos desafios diante dos governos. Regular o uso dos dados é uma tarefa também complexa e crucial, porque envolve a proteção da privacidade e a defesa contra o uso inadequado das informações.

Os governos andam num caminho estreito, segundo avaliação de técnicos do Fórum. A inação poderá resultar em perda de receita fiscal, concentração de mercados, competição reduzida e amplo descontentamento, Aplicação de políticas mal concebidas pode gerar complexidade, retaliação e prejuízos para a inovação.

O secretário-geral da OCDE, no entanto, mostra-se otimista quanto à aprovação do plano por todos os países envolvidos e quanto à eficácia das medidas propostas. Há quem mantenha uma advertência. Mesmo com a aprovação geral das linhas básicas do plano, a forma de implementação em cada país ainda poderá gerar problemas e disputas.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo e Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

medida emergencial

Caixa está criando 30 milhões de contas digitais de graça, diz Guimarães

Segundo ele, a Caixa quer incentivar os beneficiários que façam transferências e pagamentos digitais para evitar aglomerações em agências e lotéricas

crise coronavírus

Trump avalia como reabrir partes da economia, diz secretário do Tesouro

Mnuchin disse ainda o governo deverá fazer repasses diretos de dinheiro para adultos com renda anual inferior a US$ 99 mil até o fim da próxima semana

diz iif

Dívida global sobe US$ 10 trilhões em 2019, a US$ 255 tri

Segundo a instituição, trata-se de um nível 40% maior do que o registrado no início da crise financeira de 2008.

atritos em brasília

Maia cita Mandetta e diz que Bolsonaro ‘ouve mais rede social do que Congresso’

Ao falar do presidente, Maia destacou que seria bom no segundo semestre ele manter uma boa relação com o Congresso Nacional

de olho nas estimativas

Petrobras estima produção de petróleo em abril de 2,07 milhões de barris por dia

No comunicado, a companhia diz que segue monitorando o mercado e, em caso de necessidade, realizará novos ajustes

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Exile on Wall Street

Agenda 2021: a dívida brasileira não pode ser deixada para trás

Por motivos (legítimos) de força maior, abandonamos a cartilha liberal para adotar uma estratégia keynesiana, sintetizada no slogan “nenhum brasileiro será deixado para trás”. Entendo o movimento. E até o considero correto

Mais uma disparada

Ibovespa abre em alta firme e se aproxima dos 80 mil pontos; dólar cai a R$ 5,19

O Ibovespa avança mais de 7% nesta manhã, ainda aproveitando o otimismo dos investidores com a estabilização nas curvas de contágio do coronavírus na Europa e nos EUA. Por aqui, a permanência de Luiz Henrique Mandetta no comando do ministério da Saúde também agrada os investidores

medida anticrise

Caixa lança site e aplicativo para auxílio emergencial; veja quem tem direito

Anúncio é uma das medidas do governo para fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

15 notícias para você começar o dia bem informado

O mês de março foi um banho de sangue nos mercados. Todo mundo que investe além da renda fixa perdeu dinheiro… só que não. Um levantamento feito a pedido do Seu Dinheiro mostra que 83 fundos multimercados ficaram no azul em março, enquanto o segmento teve uma queda média de 6,24%. O destaque de hoje […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements