Menu
2019-05-23T10:43:50-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Negócio fechado!

Natura fecha compra da Avon via troca de ações e cria gigante global de cosméticos

Combinação dos negócios entre Natura e Avon cria grupo com faturamento anual superior a US$ 10 bilhões e presença em cem países

22 de maio de 2019
17:48 - atualizado às 10:43
avon-natura
Imagem: Shutterstock / Montagem SD

Menos de meia hora depois do fechamento da bolsa, a Natura fez o anúncio que o mercado inteiro aguardava: o acordo para a aquisição da americana Avon, sua grande rival histórica no mercado de cosméticos.

O negócio envolve a troca de ações das companhias. Após o negócio, a brasileira deterá 76% do capital da empresa combinada, batizada de Natura & Co, enquanto os sócios da Avon ficarão com os 24% restantes.

A companhia americana foi avaliada em US$ 3,7 bilhões (R$ 15 bilhões) na transação, incluindo as dívidas. Já os negócios combinados das duas devem valer aproximadamente US$ 11 bilhões (R$ 44,5 bilhões).

A Natura & Co terá ações listadas na B3 e recibos de ações (ADR, na sigla em inglês) negociados na New York Stock Exchange (Nyse).

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Juntas, Natura e Avon formarão uma gigante com faturamento anual superior a US$ 10 bilhões (R$ 40,4 bilhões, no câmbio de hoje), mais de 40 mil colaboradores e presença em cem países. A empresa será o quarto maior grupo exclusivo de beleza do setor no mundo.

Com a expectativa do anúncio, as ações da empresa brasileira subiram forte hoje na bolsa e encerraram o dia em alta de 9,43%. Em Nova York, os papéis da Avon dispararam 9%. Confira também nossa cobertura de mercados.

Financiamento

O acordo prevê que cada ação ordinária em circulação da Avon será ao final convertida em 0,3 ação da Natura & Co. Já os acionistas de papéis preferenciais da classe C da empresa americana receberão aproximadamente US$ 530 milhões em dinheiro.

A Natura informou que, para fazer frente a esse pagamento, obteve compromisso de financiamento de até US$ 1,6 bilhão com os bancos Bradesco, Citigroup e Itaú Unibanco.

Meus 15 anos

A aquisição mais importante da história da Natura acontece praticamente na véspera de a companhia completar 15 anos com o capital aberto na bolsa. A empresa estreou na antiga Bovespa no dia 26 de maio de 2004.

A oferta realizada no Novo Mercado é considerada um marco no mercado de capitais brasileiro e abriu caminho para mais de uma centena de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) na bolsa brasileira.

Nos últimos anos, a Natura adotou uma estratégia agressiva de crescimento via aquisições. Antes da Avon, a companhia já havia abocanhado a britânica The Body Shop e a a australiana Aesop.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

14 notícias para você começar o dia bem informado

Hoje eu destaco a reportagem da Julia Wiltgen, que conversou com os gestores do fundo multimercado de maior rentabilidade em 2019.  Lá fora, as bolsas americanas tiveram novo recorde. Entre as empresas, destaque para a dona do Google, que virou um negócio trilionário, e a Bombardier, que teve o pior pregão da sua história na […]

para ficar atento

MP vê ‘brecha’ de dados do Cadastro Positivo

MP do Distrito Federal instaurou inquérito sobre uma possível vulnerabilidade de dados causada pelo birô de crédito do Boa Vista

defesa da categoria

‘Frete é paliativo; pauta é redução do preço do diesel’, diz presidente de associação

Para Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores, caminhoneiros precisam estar sob o mesmo guarda-chuva, com alíquotas iguais

No radar dos criminosos

Em alta, carne e até boi vivo são alvo do crime organizado

Com o aumento das exportações para a China, a oferta de carne no Brasil diminuiu e os preços subiram. A alta acumulada em 2019 foi de 32,4%

histórico

Dona do Google chega a US$ 1 trilhão em valor de mercado

Empresa se tornou a quarta companhia do mundo a atingir a marca, ao lado de Apple, Amazon e Microsoft

O que mexe com os mercados?

Crescimento da China desacelera, mas preocupação é o dólar

PIB chinês apresenta menor ritmo de crescimento em 29 anos, mas npumeros do varejo e indústria surpreendem. No Brasil, o mercado procura pistas do que deve acontecer com a Selic

no tribunal

Justiça nega pedido de donos da CSN para dissolver sociedades em empresas do grupo

Há dois anos, os herdeiros travam disputa que pode mudar a composição societária dos negócios

nova joint venture?

Fiat Chrysler discute união com Foxconn

Segundo a montadora, as empresas desenvolveriam juntas uma nova geração de bateria elétrica de veículos e trabalhariam com IoV

dados oficiais

China cresce 6,1% em 2019; ritmo é o mais lento em 30 anos

No quarto trimestre, crescimento foi de 6,0% na comparação anual, abaixo da projeção de analistas, de avanço de 6,1%

voltando atrás

Após cancelar convênio, INSS recua e prorroga pagamento de aposentados da Previ

Instituto informou que as aposentadorias serão pagas na folha da Previ de forma unificada até junho deste ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements