Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-13T13:16:58-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Construção

Ações da MRV caem com resultado abaixo do esperado. Hora de comprar?

As margens da construtora se mantiveram em queda e o lucro líquido caiu 8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, para R$ 160 milhões. Saiba como os analistas reagiram aos números

13 de novembro de 2019
13:16
Sede da MRV
Sede da MRV - Imagem: Divulgação MRV

Com queda no lucro e margens sob pressão, os resultados da construtora MRV no terceiro trimestre vieram abaixo do esperado pelo mercado e pesam sobre as ações da companhia no pregão de hoje da B3.

Nem mesmo o anúncio do pagamento de R$ 164 milhões em dividendos extraordinários foi suficiente para animar os investidores. Por volta das 12h40, as ações (MRVE3) eram negociadas em queda de 2,49%, a R$ 17,25. Leia também nossa cobertura de mercados.

Algumas notícias ruins já eram esperadas, como a queima de caixa de R$ 197,8 milhões em decorrência da paralisação nos repasses das vendas do programa Minha Casa Minha Vida pela Caixa Econômica Federal. O problema, que ocorreu ao longo do terceiro trimestre, já foi normalizado.

As margens da companhia, porém, se mantiveram em queda e o lucro líquido caiu 8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, para R$ 160 milhões.

Mas nem tudo foi ruim no balanço. A construtora registrou a maior receita líquida de sua história, com alta de 18,8% nas vendas e redução no volume de distratos.

Apesar da queda de hoje, as ações da MRV acumulam valorização de 43% no ano e de 83% em 12 meses. Será que a baixa recente abre, então, uma oportunidade de compra?

Os papéis possuem hoje 10 recomendações de compra, duas de manutenção e duas de venda, de acordo com dados da Bloomberg. Leia a seguir os comentários de alguns dos analistas que acompanham a construtora:

BTG Pactual

  • Recomendação: compra
  • Preço-alvo: R$ 23,00

Os resultados da MRV do terceiro trimestre ficaram abaixo da expectativa dos analistas do BTG em razão da queda de 4 pontos percentuais na margem bruta e contingências (relacionadas a cancelamentos e indenizações de clientes). "A perspectiva de curto prazo é desafiadora, mas o valuation é atrativo", escreveram os analistas.

Itaú BBA

  • Recomendação: outperform (compra)
  • Preço-alvo: R$ 24,50

Para os analistas do Itaú BBA, a margem bruta ajustada da MRV manteve a tendência de deterioração no terceiro trimestre, mas ficou apenas 0,53 ponto abaixo da estimativa do banco. As despesas com vendas e a linha de equivalência patrimonial também vieram mais pesadas do que o esperado.

Bradesco BBI

  • Recomendação: neutra
  • Preço-alvo: R$ 18,00

Os resultados e a margem bruta da MRV vieram abaixo do esperado pelos analistas do Bradesco BBI. Diante do cenário mais difícil para o Minha Casa Minha Vida, eles apontam que a construtora faria melhor ao mirar no segmento de renda média. "Taxas de juros mais baixas devem sustentar a capacidade de pagamento do consumidor, o que sugere uma perspectiva positiva para esse segmento", escreveram, em relatório a clientes.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies