Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-27T14:59:30-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Sobe e desce

Magazine Luiza, Linx e Vale: os destaques da bolsa nesta quarta-feira

Uma parceria firmada entre Magazine Luiza e Linx foi bem recebida pelos mercados e faz as ações das duas empresas subirem; já os papéis da Vale caem, na esteira do noticiário corporativo

27 de novembro de 2019
14:59
Lu do Magazine Luiza
Imagem: Facebook / Magazine Luiza

Os mercados financeiros do Brasil seguem pressionados pela recente onda de escalada no dólar à vista. No entanto, o o noticiário corporativo tem um papel importante no pregão desta quarta-feira (27): as ações do Magazine Luiza, da Linx e da Vale reagem às novidades referentes às companhias, aparecendo entre os destaques da bolsa.

Os papéis ON do Magazine Luiza (MGLU3) operavam em alta de 2,16% por volta das 14h30, despontando entre os ativos de melhor desempenho do índice. O mercado reage positivamente à parceria firmada entre a empresa e a Linx, de modo a integrar alguns sistemas das companhias.

Pelos termos do acordo, ao sistema Linx OMS será conectado ao marketplace do Magalu, incluindo a Netshoes. Assim, os usuários da primeira plataforma poderão publicar seus catálogos de produtos no canal do Magazine Luiza, acelerando suas vendas.

Além disso, os vendedores que usam ambos os sistemas poderão usar seus próprios pontos físicos como opção de entrega ou retirada de produtos vendidos pelo sistema do Magazine Luiza. O otimismo em relação ao acordo não se restringe às ações do Magalu: fora do Ibovespa, os papéis ON da Linx (LINX3) avançam 4,65%.

Cautela com a Vale

Apesar da nova alta do dólar, que já aparece na casa dos R$ 4,26, as ações ON da Vale (VALE3) operam em queda de 1,70%. O mercado deixa de lado os potenciais ganhos que o câmbio mais alto pode trazer às exportações da companhia, focando-se nas pesadas baixas contábeis anunciadas pela mineradora.

A Vale terá que reconhecer um impairment de cerca de US$ 3,2 bilhões, referente à reavaliação de ativos dos segmentos de metais básicos e carvão — o que deve impactar negativamente o balanço da empresa já no quarto trimestre deste ano.

O noticiário relativo à Vale traz cautela aos demais papéis do setor de mineração e siderurgia, impedindo uma nova rodada de ganhos associada à alta do dólar. As ações ON da CSN (CSNA3), por exemplo, caem 1,79%, enquanto os ativos PNA da Usiminas (USIM5) recuam 1,53%; já Gerdau PN (GGBR4) consegue sustentar alta de 0,52%.

Top 5

Confira abaixo os papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta tarde:

  • Yduqs ON (YDUQ3): +3,71%
  • Klabin units (KLBN11): +2,84%
  • Weg ON (WEGE3): +2,72%
  • Magazine Luiza ON (MGLU3): +2,16%
  • Via Varejo ON (VVAR3): +2,01%

Veja também os papéis que lideram a ponta negativa do índice:

  • MRV ON (MRVE3): -4,20%
  • Cyrela ON (CYRE3): -3,92%
  • Ecorodovias ON (ECOR3): -2,47%
  • Ultrapar ON (UGPA3): -2,19%
  • BR Malls ON (BRLM3): -2,10%
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Destaques da bolsa

Siderúrgicas e mineradoras puxam alta da bolsa e sobem forte após disparada de 16% no minério de ferro; confira

Depois de cair 8% no início da semana, o minério de ferro disparou no porto de Qingdao, na China e mexeu com as ações do setor na bolsa

Economia chinesa

Em meio a alta nos preços de commodities e a disseminação do coronavírus, Conselho de Estado da China diz que vai garantir estabilidade da economia

Gabinete do governo chinês também prometeu fortalecer a coordenação entre as políticas fiscal, financeira e de emprego

A RECOMENDAÇÃO AGORA É NEUTRA

Não é duplo, mas é dose: Depois do UBS, agora é a vez do BofA rebaixar a recomendação para a Vale (VALE3)

Reavaliação do BofA leva em consideração a desaceleração econômica na China e a queda na cotação do minério de ferro nos mercados internacionais

Exile on Wall Street

As 6 dicas para todo “motorista-investidor”; entenda como desfrutar desta viagem

Um problema frequentemente apresentado pelos professores de física para explicar a velocidade relativa e a importância da definição de um ponto de referência é ilustrado pelo movimento de dois carros em uma estrada. A partir da definição de premissas de velocidade e sentido dos carros, é perguntada qual a velocidade do carro A ou B. […]

Mercados Hoje

Evergrande alivia pressão dos mercados e Ibovespa opera em alta de olho na ‘Super Quarta’; dólar também avança

O Ibovespa pega carona na recuperação internacional após a gigante do setor imobiliário Evergrande acalmar os mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies