Menu
2019-05-10T09:31:44-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Live de quinta

Ministro usa chocolates para explicar contingenciamento de verbas na Educação

Segundo o presidente Jair Bolsonaro universidades estão preservadas e não existe esse terror todo

9 de maio de 2019
20:12 - atualizado às 9:31
Bolsonaro e Abraham Weintraub
Presidente Jair Bolsonaro e ministro da Educação, Abraham Weintraub - Imagem: Print Facebook

Em live no “Facebook”, o presidente Jair Bolsonaro fez um breve comentário sobre o contingenciamento de verbas anunciado pelo Ministério da Educação. Segundo o presidente, as universidades estão preservadas e não existe esse terror todo.

A fala de Bolsonaro aconteceu depois de uma explicação feita pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que levou três caixas de chocolates para explicar o contingenciamento de verbas, que tem gerado protestos nas últimas semanas.

O ministrou largou 100 chocolates sobre a mesa, pegou três e meio (Bolsonaro comeu a outra metade) para dizer que estamos deixando esses chocolates "para comer depois, depois de setembro".

Segundo o ministro, não há corte de verba, mas sim que o Ministério está “segurando um pouco, apertando o cinto”. Ele também afirmou que ninguém está sendo mandando embora, que os salários estão preservados e que os funcionários estão recebendo em dia.

Weintraub começou sua fala dizendo que “estão espalhando terror e falando coisas que não estão acontecendo”. Segundo o ministro, a economia estava afundando até Bolsonaro chegar ao Planalto e que agora aconteceu um alívio, “paramos de afundar”, mas que ainda não "decolamos", pois tem muita incerteza com relação à reforma da Previdência.

O ministro falou que as contas públicas estão em situação delicada e que a lei manda contingenciar, segurar os gastos, não só na Educação, mas também nos demais ministérios, para que a lei seja cumprida. No governo passado, disse o ministro, o governou gastou demais, não cumpriu a lei e gerou inflação.

Weintraub disse, ainda, que está aberto ao diálogo e que receberá os reitores que quiserem conversar sobre projetos que não tenham verbas.

Ao fim da explicação, Bolsonaro disse “tá explicado” e afirmou que o Ministério da Educação merecia um ministro de “porte”, que é professor universitário e gestor.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Banco Central monta centro para acelerar a criação de fintechs

Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT) apoia startups financeiras a desenvolverem projetos ao lado de técnicos que elaboram as normas regulatórias do mercado brasileiro.

Funcionários da Petrobras

FNP diz que todas as plataformas do litoral paulista aderiram à greve dos petroleiros

Petrobras diz que não está havendo redução da produção por conta do movimento, mas coordenador da Federação Nacional dos Petroleiros diz que estatal “mente”.

Sucessão

Herdeiros do agronegócio aliam tradição a avanço tecnológico

Nova geração de empresários do campo estão assumindo os negócios da família e ganhando influência no meio do agronegócio; conheça algumas histórias

Entrevista

Para Deutsche Bank, política ambiental de Bolsonaro prejudica investimento estrangeiro no país

Para Deepak Puri, diretor da área de Wealth Management nas Américas do Deutsche Bank, mesmo assim Brasil deve registrar uma recuperação mais forte neste ano.

Ganhando terreno

Carrefour anuncia aquisição de 30 lojas do Makro por R$ 1,95 bilhão

O plano da varejista é converter as bandeiras das unidades para Atacadão dentro de até um ano após fechar a transação

AS LIÇÕES 'FIRE' DO BILIONÁRIO

O que você perguntaria a Warren Buffett?

Aos 89, o mago de Omaha tem muito a ensinar a quem procura dar um gás nos seus investimentos em busca da sua aposentadoria precoce

Risco de lascas de vidro

Heineken anuncia recall voluntário de lotes de long neck com problemas na garrafa

A empresa identificou alteração na embalagem que pode levar lasca de vidro a ser aberta

Após imbróglio com os russos

Fertilizantes Heringer homologa plano de recuperação judicial

Segundo Fato Relevante divulgado ontem pela companhia, o plano foi homologado pelo juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Paulínia

Impostos

Decreto para zerar tributo em querosene de aviação sai neste ano, diz Secretário

O governo vai editar um decreto para zerar, a partir de 2021, a incidência de PIS/Cofins sobre o combustível utilizado em aeronaves.

Entrevista

‘A grande vacina é a continuidade das reformas’, diz Ana Paula Vescovi, economista do Santander

Banco revisou para baixo previsão de crescimento para 2020, após indicadores fracos.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements