Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-14T16:00:33-03:00
Estadão Conteúdo
Reflexo da liberação do FGTS?

Demanda do consumidor por crédito cresce após 3 meses de queda, diz Boa Vista

No acumulado de 12 meses até agosto, o indicador elaborado pela Boa Vista registra alta de 4,50% na procura de crédito pelo consumidor e, na comparação com o mesmo mês de 2018, o avanço é de 7,20%

23 de setembro de 2019
11:26 - atualizado às 16:00
Cartões de crédito
Cartões de crédito - Imagem: Shutterstock

A demanda do consumidor por crédito cresceu 5,40% em agosto, na comparação com julho, quando descontadas as influências sazonais entre os meses. É o primeiro resultado positivo após três meses consecutivos de queda. Os dados são da Boa Vista e foram divulgados nesta segunda-feira, 23.

Segundo a empresa, o aumento da procura pelo crédito financeiro, de 5,90%, foi o maior responsável pelo avanço do indicador no mês. Na mesma base de comparação, o segmento de crédito não financeiro avançou 5,00%.

A Boa Vista avalia que a recuperação da busca pelo crédito em agosto pode ser reflexo da liberação do saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que poderá ser usado para o pagamento ou renegociação das dívidas. De acordo com a empresa, esses recursos podem ter ajudado a reverter a tendência de queda na procura pelo crédito observada nos três meses anteriores.

No acumulado de 12 meses até agosto, o indicador elaborado pela Boa Vista registra alta de 4,50% na procura de crédito pelo consumidor e, na comparação com o mesmo mês de 2018, o avanço é de 7,20%.

A Boa Vista destaca que a trajetória de avanço do indicador mostra que a demanda por crédito cresce apenas gradualmente, refletindo o fraco crescimento da economia, o mercado de trabalho fragilizado e o aumento do endividamento e do comprometimento de renda pelos consumidores.

O indicador de Demanda do Consumidor por Crédito é elaborado a partir da quantidade de consultas de CPF à base de dados da Boa Vista por empresas.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

O futuro está no céu

A acirrada corrida pelo ‘carro voador’

Além de chamar a atenção no mercado de capitais, as startups de “carros voadores” estão atraindo talentos e parceiros de setores mais tradicionais da economia

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies