Menu
2019-09-06T11:06:20-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

O Ibovespa não é o único! Conheça os outros índices da bolsa de valores

A bolsa brasileira conta com mais de 20 índices que servem de parâmetro para o mercado

6 de setembro de 2019
5:30 - atualizado às 11:06

O desempenho do Ibovespa é acompanhado de perto por quem investe em ações no Brasil, mas nossa bolsa de valores conta com diversos índices, que permitem ao investidor ficar de olho em diferentes aspectos do mercado de renda variável.

Quer saber como estão se saindo as ações de empresas de menor porte? Tem índice para isso. Ou então as ações de construtoras? Tem índice para isso também. Quer saber se as ações das companhias mais sustentáveis têm se valorizado? Sim, também temos um índice assim. No vídeo a seguir você vai saber mais sobre os índices da B3 para além do Ibovespa e para que eles são usados:

Leia a transcrição do texto do vídeo sobre os índices da bolsa brasileira

Quando a gente fala que a bolsa subiu ou caiu, a gente está se referindo ao desempenho do seu principal índice, que no caso do B3 é o Ibovespa. Mas você sabia que a bolsa brasileira tem mais de 20 índices? Nesse vídeo eu vou falar um pouquinho sobre esses parentes menos conhecidos do Ibovespa.

Os índices de mercado representam carteiras de ativos que atendem a certos critérios técnicos. Eles servem como indicadores de desempenho de determinados segmentos do mercado e funcionam como referências para os investidores. Eles também são usados como parâmetros - também chamados de benchmarks - pelos gestores de fundos de investimento, que procuram seguir ou superar esses indicadores.

Existe inclusive um tipo de fundo, chamado ETF, cuja função é justamente replicar o desempenho do seu índice de referência. Esses fundos de índice têm cotas negociadas em bolsa e taxas de administração bem baixas, e quem investe neles está, de certa forma, comprando um índice de mercado.

O principal índice da bolsa de valores brasileira é o Ibovespa, que representa uma carteira teórica das ações mais negociadas e representativas do nosso mercado. Mas a B3 conta com mais três índices amplos como o Ibovespa. Os mais importantes são o IBrX 50, com 50 ações, e o IBrX 100, com cem ações.

Também existem índices setoriais, que reúnem somente papéis de empresas de um determinado setor, como o de consumo, o financeiro, o de imóveis, o industrial e o de energia elétrica. Outros três que são bem conhecidos e importantes são o Índice de Dividendos, que reúne empresas boas pagadoras de proventos; o Índice Small Caps, que reúne empresas de baixo valor de mercado; e o IFIX, o índice de fundos imobiliários, do qual eu já falei nesse outro vídeo.

Finalmente, existem os índices que reúnem empresas que atendem a critérios de governança e sustentabilidade, como o índice de governança corporativa e o índice de sustentabilidade empresarial.

Gostou do vídeo? Então não se esquece de se inscrever no canal do Seu Dinheiro no YouTube e clicar no sininho pra receber as notificações. E pode deixar dúvidas e sugestões pra outros vídeos nos comentários.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

seu dinheiro na sua noite

A vingança das sardinhas

Podia ser o título de um filme de terror, mas está mais para uma história de superação. No jargão do mercado financeiro, sardinhas são os pequenos investidores — pessoas físicas como eu e você. No mar revolto da bolsa de valores, as sardinhas costumam virar presas fáceis para os grandes investidores — ou tubarões, como […]

balanço

Pix movimenta R$ 11,8 bilhões na primeira semana de operação

Volume considera as transações realizadas entre o dia 16 de novembro, início da ferramenta, até ontem, dia 22

ainda não é oficial

Biden deve nomear Janet Yellen como secretária do Tesouro, diz jornal

Se confirmada pelo Senado, Janet Yellen será a primeira mulher a assumir a função; bolsas subiram com a notícia

fim do dia

Tudo para cima: Ibovespa fecha em alta com vacina de Oxford 70% eficaz, enquanto risco fiscal pressiona dólar e juros

Principal índice da B3 fecha no maior patamar desde 21 de fevereiro e acumula ganhos de 14% em novembro. Paralisia com reformas e crescente dívida pública instigam alta da moeda americana

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies