Menu
2019-03-25T16:11:44-03:00
Estadão Conteúdo
Em meio às farpas

Prefeitos dizem que é preciso senso de responsabilidade no trato com o Congresso

Fala ocorre no momento em que o governo Bolsonaro entra em conflito com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

25 de março de 2019
16:11
jair-bolsonaro
Jair Bolsonaro - Imagem: Shutterstock

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, cobrou nesta segunda-feira, 25, em evento com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, "responsabilidade" do governo em sua relação com o Congresso, durante a tramitação da reforma da Previdência.

Em referência aos ruídos surgidos entre o Congresso e o governo na semana passada, Donizette defendeu "que exista da parte do governo este senso de responsabilidade no trato com o Congresso para que não haja incertezas no ar". "O que vivemos nos últimos dias não ajuda em nada", acrescentou.

Donizette afirmou ainda que os prefeitos veem com "muita preocupação" a condução política da reforma da Previdência. "Reconhecemos no (presidente da Câmara, Rodrigo) Maia uma pessoa que tem proposta realmente de apoiar este projeto. Temos preocupação neste ambiente político. O senhor vem aqui como técnico, mas não deixa de ser ministro e responde por esta área", disse diretamente a Guedes, presente ao encontro dos prefeitos.

Donizette disse ainda que os prefeitos sabem que a reforma da Previdência enfrentará "muita resistência das corporações, onde estão os maiores salários". Por isso, segundo ele, é preciso ter resistência o bastante para não "criarmos outras coisas que não precisariam existir", disse o presidente da FNP, novamente em referência aos ruídos da semana passada.

Apesar das preocupações a respeito da relação entre governo e Congresso, Donizette afirmou que os prefeitos darão "apoio expressivo e público" à reforma.

Durante sua fala, ele também expôs algumas das demandas dos municípios na reforma. Primeiro, a FNP deseja que a reforma da Previdência tenha vigência imediata nos municípios. Em segundo lugar, que o Regime Próprio de Previdência não pague o Pasep. O terceiro ponto, citado por Donizette, é que haja velocidade maior entre as compensações. O quarto ponto é que exista, juntamente com a reforma, a cobrança efetiva dos devedores da Previdência. O quinto ponto citado pelo presidente da FNP é que seja possível fazer empréstimos consignados a partir de recursos que existem nos institutos de previdência.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, participam da 75ª reunião geral da FNP.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies