Menu
2019-05-22T11:35:07-03:00
Estadão Conteúdo
Situação segue tensa

Joice volta a criticar articulação política e diz que algumas MPs estão em risco

Líder do governo no Congresso, Hasselman falou que tem feito todo o seu trabalho “e mais um pouco que não é da sua responsabilidade”

22 de maio de 2019
11:35
A deputada Eleita Joice Hasselmann, fala com a imprensa
Joice Hasselmann fala com a imprensa - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), voltou a criticar a articulação política da atual gestão na manhã desta quarta-feira, 22. "Temos uma pilha de MPs (no Congresso) porque houve essa troca de caneladas nas últimas semanas e não conseguimos avançar com as medidas provisórias", disse. Joice falou com a imprensa após participar de reunião com o presidente Jair Bolsonaro e a bancada de parlamentares do Nordeste, no Palácio do Planalto.

Ela falou que "algumas MPs estão em risco" e confirmou que o governo vai pedir a revogação da medida provisória 866, que trata da criação da empresa de navegação NAV Brasil. Nesta terça-feira, 21, ela afirmou que a decisão seria tomada caso a matéria atrapalhasse a votação de outra MP, a 870, que organizou os ministérios do atual governo. "É o preço muitas vezes que se paga pela falta de tato ao lidar com pessoas dentro do Congresso."

Joice falou que tem feito todo o seu trabalho "e mais um pouco que não é da sua responsabilidade". "Quem está atrapalhando no meio do caminho que responda por si", disse. Ela ponderou que não se refere ao presidente Jair Bolsonaro, e sim a integrantes do Congresso, e que defende a "pacificação".

Questionada sobre o desentendimento entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), ela respondeu "pois é". "Vou fazer o meu trabalho e tocar no que dá para fazer", disse, ao ser questionada se o atrito poderia atrapalhar.

"O importante agora é traçar estratégia para aprovar o que tem que aprovar ali dentro. A gente está vendo que a falta de tato de algumas figuras que acham que no enfrentamento vão ganhar alguma coisa está nos gerando prejuízo", criticou.

A deputada afirmou que a reunião com a bancada do Nordeste foi positiva e que Bolsonaro demonstrou disposição em atender demandas da região. "Há um consenso que não se resolve o problema do Brasil sem resolver problema do Nordeste. Principal demanda é infraestrutura", afirmou. Ela contou, ainda, que os parlamentares destacaram a necessidade de esclarecer pontos da reforma da Previdência no Nordeste.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

fique de olho

Telefônica Brasil paga R$ 630 milhões em juros sobre capital próprio

Valor tem retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 535,5 milhões, com base no balanço patrimonial de 31 de maio de 2021

seu dinheiro na sua noite

A escalada dos juros e o impacto nos seus investimentos

Os horizontes do atual ciclo de escalada dos juros no Brasil já começam a ficar mais claros, assim como os contornos da política monetária americana.  Hoje os investidores trataram de se ajustar aos sinais enviados pelos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos na “Super Quarta” de ontem. O mercado de juros rumou para […]

ampliando o portfólio

JBS conclui a aquisição de empresa de produtos à base de plantas Vivera na Europa

Transação inclui três unidades produtivas e um centro de pesquisa e desenvolvimento localizados na Holanda.

atenção, acionista

Vale anuncia pagamento de dividendos; confira os valores

Segundo a mineradora, será considerada a posição acionária de 23 de junho de 2021; empresa passa por bom momento

retomada

Produção de aço cresce 20,3% de janeiro a maio

De janeiro a maio, as vendas internas foram de 10 milhões de toneladas, o que representa uma alta de 46,4% quando comparada com o apurado em igual período do ano anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies