Você pode ter uma renda semanal de até 500 dólares na sua conta; descubra como aqui

Cotações por TradingView
2019-04-05T14:21:10-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Quem mexeu no meu CRI?

Acusada de desviar recursos, Gafisa diz que tem R$ 11 milhões a receber da Polo Capital

Comandada desde outubro pela gestora GWI, incorporadora é acusada de querer receber novamente por créditos imobiliários que já havia transferido à gestora

7 de fevereiro de 2019
15:42 - atualizado às 14:21
Cuidado Investidor em Perigo Gafisa
Cuidado Investidor em Perigo Gafisa - Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Acusada de desviar recursos de de créditos imobiliários que havia transferido à gestora de recursos Polo Capital, a incorporadora Gafisa (GFSA3) diz que é credora de uma dívida de R$ 11 milhões da gestora.

"Se o Grupo Polo não estava de acordo com a forma de cobrança e repasse desses valores, poderia ter agendado uma reunião com a Gafisa, visando esclarecimentos e informações", informa a empresa, em comunicado encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Polo detém créditos de 20 séries da primeira emissão de certificados de recebíveis imobiliários (CRIs) da Gafisa, cujo saldo devedor é da ordem de R$ 60 milhões.

Nesse tipo de operação, a incorporadora "empacota" uma série de financiamentos que tem a receber de clientes e antecipa os recursos vendendo os títulos a investidores no mercado.

Pelo acordo com a Polo, a Gafisa ficou responsável pela cobrança dos financiamentos e deveria repassar os recursos recebidos para as contas da gestora. No mês passado, porém, emitiu os boletos contendo dados bancários da própria incorporadora, que é comandada desde outubro passado pela gestora GWI, do investidor coreano Mu Hak You.

A acusação de desvio de recursos dos CRI foi feita pela Polo por meio de um fato relevante encaminhado à CVM nesta semana.

Empreendimento em conjunto

No comunicado, a Gafisa diz que se associou à Polo e a outra construtora na execução de um empreendimento no Rio de Janeiro. Mas as sócias não teriam aportado os recursos no projeto e que a incorporadora vem arcando sozinha com todos os custos. É daí que saiu o valor de R$ 11 milhões que a empresa diz que tem a receber.

"Tentamos cobrar inúmeras vezes esta dívida de forma amigável sem êxito", informa a empresa, que diz ter aberto ações de arbitragem e na Justiça para reaver os valores.

O problema é que quem saiu perdendo foram os investidores dos CRI emitidos pela Polo, que não têm nada a ver com a disputa sobre o empreendimento.

Procurada, a Polo informou não comentaria o assunto.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

DIA 38

Os bombeiros chegaram: ata do Copom e Alckmin tentam baixar a temperatura da relação entre Lula e Campos Neto

7 de fevereiro de 2023 - 20:42

Do outro lado, parlamentares do PSOL e do PT querem apresentar requerimento para convidar o presidente do BC a comparecer em uma audiência pública na Câmara para explicar as razões dos juros altos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Super Quarta fora de época, as melhores ações de atacarejo e o que pensa o Credit Suisse sobre o Nubank; confira os destaques do dia

7 de fevereiro de 2023 - 19:38

Não estamos na quarta-feira e nem houve decisão dupla de política monetária, mas o dia (07) foi marcado por uma inegável energia de Super Quarta. No Brasil e nos Estados Unidos só se falou sobre os juros e o que esperar do futuro.  Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, agradou Wall Street ao não dar […]

OI OU TCHAU?

Qual é o futuro da Oi (OIBR3)? CEO conta o que vai acontecer com a operadora após proteção judicial

7 de fevereiro de 2023 - 19:01

Rodrigo Abreu deu as explicações após os executivos da empresa saírem de reunião em Brasília com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)

Balanço 2022

Provisões contra calote da Americanas afetam lucro do Itaú, mas banco ainda registra recorde no ano

7 de fevereiro de 2023 - 18:36

Assim como o Santander, Itaú evitou se referir nominalmente à Americanas na divulgação de resultados e citou “evento subsequente”

MUNDIAL DE CLUBES

Além do Mundial: veja o que mais o Flamengo perdeu com papelão no Marrocos

7 de fevereiro de 2023 - 18:30

Para além da derrota em campo, o Flamengo deixou de ganhar uma soma expressiva ao não se classificar para a final do Mundial de Clubes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies