Menu
2019-07-01T11:34:40-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Renda variável

Previ vai analisar ativamente novos IPOs na bolsa, mas com participações menores

Objetivo do fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil é continuar se desfazendo das participações atuais da carteira e usar parte desses recursos para aplicar em novas companhias

1 de julho de 2019
11:28 - atualizado às 11:34
Cerimônia do IPO da Neoenergia
Imagem: Vinícius Pinheiro/Seu Dinheiro

A Previ vai avaliar ativamente o investimento em ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês). A afirmação é de José Maurício Coelho, presidente do fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil.

Mas ele disse que a atuação da Previ será bem diferente dos anos anteriores, quando adquiriu grandes participações em empresas, como a mineradora Vale. "Entraremos com tíquetes menores, de no máximo 10% [da oferta]", disse Coelho. Ele participou na manhã de hoje da cerimônia que marcou o início das negociações das ações da Neoenergia (NEOE3) na bolsa.

A Previ foi uma das vendedoras de ações no IPO da empresa de energia, assim como o Banco do Brasil. A fundação mantém uma participação na companhia e agora só pode vendê-los depois do prazo de um ano.

Coelho disse que o objetivo do fundo de pensão é continuar se desfazendo das participações atuais da carteira e usar parte desses recursos para aplicar em novas companhias.

Entre as novas ações no portfólio da Previ estão as da B3, que entraram no portfólio no ano passado.

A ideia é que o saldo entre compras e vendas será de desinvestimento líquido, ou seja, de redução da participação da renda variável nos planos, segundo o presidente da Previ.

Antes da venda das ações da Neoenergia, o plano mais antigo do fundo de pensão contava com pouco mais de 45% do patrimônio em renda variável.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Oferta inicial de ações

Kalunga protocola pedido de IPO na CVM; veja alguns números da varejista

Com foco na expansão e reforço de caixa, varejista é a terceira empresa a solicitar abertura de capital na B3 nesta semana

Corrida espacial

Elon Musk quer levar humanos para Marte até 2026

A empresa aeroespacial do bilionário, SpaceX, pretende criar uma cidade no planeta nos próximos 10 anos; ações da Tesla podem se beneficiar

Recuou!

Captação da poupança cai pela 1ª vez desde janeiro

Apesar do recuo, a poupança acumula entrada líquida de R$ 145,71 bilhões de janeiro a novembro – melhor desempenho para o período

Retrospectiva da semana

Coquetel anticrise: vacina e dinheiro na veia

Na onda das boas notícias, Ibovespa fechou a sexta-feira, 4, perto das máximas

Pandemia

Covid-19: Bolsonaro diz que governo não terá como socorrer os necessitados se ‘fechar tudo de novo’

Presidente avalia que o país não tem mais condições de se endividar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies